25 de outubro de 2013

Onde Mora a Coragem - Stanley Gordon West

Livro: Onde Mora a Coragem (Blind Your Ponies)
Autor (a): Stanley Gordon West
Número de Páginas: 496
Editora: Arqueiro (parceria)
Compre aqui.

Sinopse: Cada morador da pequena cidade de Willow Creek parece guardar um passado de perdas, alguma história que os fez buscar esse lugarejo esquecido pelo mundo e nele se estabelecer. Apesar de tudo, eles seguem adiante com determinação. Durante o rigoroso inverno, quando o trabalho nas fazendas diminui, os jogos de basquete são a força vital da cidade. Se o time perde, o desânimo instala se e o frio se torna insuportável. Passados cinco anos sem que a equipe de Willow Creek obtenha uma vitória sequer. Contudo, o destino ainda reserva algumas surpresas. Quando um excelente jogador vindo de Milwaukee e um norueguês de mais de 2 metros de altura chegam à cidade, o técnico Sam Pickett vê neles a possível salvação do time. Sam assume a difícil missão de ensinar basquete ao gigante e consegue reunir um grupo improvável de seis garotos. Com o novo desafio e a ajuda inesperada de Diana Murphy, a professora de biologia, Sam vai combater seus fantasmas e tentar reconstruir a própria vida. Onde mora a coragem é uma comovente história que mostra que o verdadeiro heroísmo está em recusar-se a desistir, mesmo quando parece não haver nenhuma chance de vitória.

Vocês sabem aquele livro que quando lemos o título dá uma sensação boa? Foi assim que me senti com Onde Mora a Coragem, assim que a Arqueiro anunciou o lançamento, fiquei encantada com a simplicidade dessa capa e quando iniciei a leitura fiquei emocionada com tanto sentimento contido nas páginas.

Onde Mora a Coragem nos conta a história de um time de basquete da cidade de Willow Creek. O treinador é Sam Pickett e desde pequeno ele acha que está destinado ao azar. Sam perdeu sua esposa de uma maneira horrível e há alguns anos ele isolou-se de todos e caiu em um sofrimento profundo. Ele da aulas na escola da cidade e também é o treinador do time, porém faz alguns anos que o time não ganha uma partida, para ser mais precisa o time sofreu 93 derrotas consecutivas. Agora uma nova temporada está prestes a começar e as perspectivas não são das melhores. O pequeno time (sim, pequeno, tem apenas seis jogadores) formado por Sam, começa a treinar, mas eles mesmos já estão cansados de perder e é difícil tirar motivação de algum lugar.

O livro é narrado em terceira pessoa e a narração do autor abrange praticamente todos os habitantes da cidade. Isso no início foi um pouco confuso, mas depois fui acostumando com as pessoas e passei a simpatizar muito com todos. A narrativa tem mais foco em Sam e nos garotos do time. Fala alternadamente de cada um deles, dos seus medos e temores. Trata também daquele pingo de esperança que nasce em nossos corações quando estamos prestes a ganhar algo e de um momento para o outro perdemos novamente nos deixando sem esperanças.

Onde Mora a Coragem é um livro muito tocante e emocionante, me senti como se estivesse assistindo um filme, a cada nova página uma surpresa, uma história, um desafio a ser superado e fiquei completamente envolvida em tudo, querendo saber como ia terminar, pois o autor escreve de uma maneira que nos prende, cada personagem é diferente, mas todos se completam, acho que eu nunca tinha lido um livro assim.

Demorei alguns dias para terminar a leitura, não pelo fato do livro ser grande ou chato, pelo contrário, eu queria absorver todas as palavras ali escritas, todo o aprendizado que estava inserido nas páginas.

Esse livro vale muito a pena, gostei demais e espero ter passado um pouco do meu sentimento para vocês, tentarei conseguir um sorteio dele e espero que consiga, pois quero dividir a experiência maravilhosa que tive. Se vocês tiverem a oportunidade, leiam.

Enquanto eles rumavam para o norte pela estrada estreita, a Velha Trilha de Yellowstone pela qual os antigos colonos tinham se aventurado já se iam muitas gerações, uma tempestade se formou no estômago de Sam. Com seus cavaleiros jovens e imaturos, ele estava partindo para a aventura na floresta, para um terrível combate com forças desconhecidas e inimigos inesperados.
(...) A solidão é uma malandra astuciosa. Agacha-se atrás de toda lembrança, fica de tocaia em cada gaveta, pendura-se no armário feito roupa velha, pronta para dar o bote quando menos se espera. Mas uma coisa eu descobri: ela é lenta, muito lenta. Só consegue nos agarrar quando desistimos da vida, ficamos sentados, pensando demais. Então eu não fico parada um instante e ela não consegue pôr as mãos nojentas em mim, nunca.
Tinham começado sozinhos e assutados. Estavam doloridos, machucados e ensanguentados, mas unidos. Curtis intuiu que todos sentiam a mesma coisa: enquanto estivessem juntos, ninguém seria capaz de derrotá-los.

Leitura recomendada.


11 comentários

  1. Estava na duvida desse livro, vou tentar ler pra ver o que acho
    Adorei a Resenha

    ResponderExcluir
  2. Oi, :)

    "Demorei alguns dias para terminar a leitura, não pelo fato do livro ser grande ou chato, pelo contrário, eu queria absorver todas as palavras ali escritas, todo o aprendizado que estava inserido nas páginas." - tem como não ficar curiosa lendo uma frase dessa em uma resenha? *-* rs'

    Nunca tinha ouvido falar do livro e acho que não teria dado muita atenção e ele, se só tivesse 'esbarrado' com ele por ai... mas, sua resenha mudou minhas expectativas. (:

    Vou tentar ler o/

    ~> Beijusss...;*

    ResponderExcluir
  3. Amei essa resenha e amei o livro, rs. Eu não sei, mas pelo o que você falou parece ser bem impactante, rs. Beijos,

    http://umaprimavera.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Kati!

    Senti como você gostou desse livro!Fiquei super curiosa com ele. Espero em breve ter a oportunidade de ler!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  5. Oie!

    Essa é a segunda resenha que leio deste livro hoje, e nossa estou muito curiosa. Parece ser emocionante.

    Beijos*

    ResponderExcluir
  6. Adorei a resenha, mas a temática do livro realmente não me conquistou muito. Quem sabe um dia dê uma chance a ele.

    ResponderExcluir
  7. Já estava curiosa com essa trama desde que li a sinopse.
    Espero poder lê-la em breve, ;)

    Te espero lá no meu cantinho, =D
    http://meuhobbyliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Não curto muito capa simples assim, me dá a impressão errada sobre o livro, pra vc ver, na hora que vi pensei que era auto-ajuda.
    Contando a historia de toda cidade acho natural ser um pouco confuso, ainda bem que isso melhora. Pelo que li acho que não faz meu estilo, mas se fosse um filme eu veria com certeza.
    Bj

    ResponderExcluir
  9. Apesar de ter achado a capa feia pra caramba, gostei do enredo da historia, nao imaginava que seria to emocionante. Espero poder lelo em breve para poder ler e saber se é realmente emocionante como tu disse.


    xx

    ResponderExcluir
  10. Fran adorei sua resenha, adoro histórias em pequenas cidades e a forma como a vida de todos se entrelaçam. Valeu pela ótima dica de leitura, assim que possível quero ler sim!!
    Confesso que a capa não chamou minha atenção!!!

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kat desculpas, errei o nome =\ foi destrancai e cansaço.

      Excluir