11 de outubro de 2013

Todo Dia - David Levithan

Livro: Todo Dia (Ever Day)
Autor: David Levithan
Número de Páginas: 280
Editora: Galera Record
Compre aqui.

Sinopse:  Neste novo romance, David Levithan leva a criatividade a outro patamar. Seu protagonista, A, acorda todo dia em um corpo diferente. Não importa o lugar, o gênero ou a personalidade, A,  precisa adaptar –se ao novo corpo, mesmo que só por um dia. Depois de 16 anos vivendo assim, A já aprendeu a seguir as próprias regras: nunca interferir, nem se envolver, até que uma manhã acorda no corpo de Justin e conhece sua namorada, Rhiannon. A partir desse momento, todas as suas prioridades mudam e conforme o envolvimento, lutam para se reencontrar a cada 24 horas, A e Rhiannon precisam questionar tudo em nome do amor.

Antes de iniciar a leitura de Todo Dia, li muitas resenhas e todas elas mencionaram maravilhas do livro. Comecei a ler com grandes expectativas e fui muito surpreendida, não esperava tudo que encontrei ali e até agora tem muitas coisas que ainda não compreendi. Espero conseguir transmitir tudo aqui para que vocês possam entender.

O protagonista de Todo Dia chama-se A, sim somente a letra “a”. Não sabemos disso logo no início do livro, demora algumas páginas para ter a revelação do nome. A acorda todo dia num corpo diferente, pode ser homem ou mulher e todo dia é um dia diferente, num lugar diferente, escola diferente, pais diferentes... Todo dia, tudo muda.

Um desses dias A acorda e pensa que será mais um dia comum até que apaixona-se por Rhiannon, namorada do corpo que está habitando. Só que A não pode apaixonar-se, pois amanhã ele não sabe onde estará e qual distância estará da sua amada.

Assim começa essa história, não tem como desgrudar um minuto desse livro. A narrativa é tão envolvente e é tudo tão diferente. Não tem nenhuma mesmice, nenhum clichê, a cada página é uma nova surpresa, uma nova história. No decorrer do livro ficamos sabendo mais sobre A, sinceramente, penso que possa ser um espírito ou uma alma, não sei. No desenrolar da história Rhiannon pergunta se A é homem ou mulher e A diz que é simplesmente ele, sem gênero, é somente A. Isso incomodou Rhiannon, pois é difícil não saber o que é, mas como todo dia ele acorda num corpo diferente ele pode ser qualquer um dos dois gêneros e ter que adaptar-se a isso, pode ser o que quiser que vai ficar tudo bem.

O amor que surge entre A e Rhiannon é lindo, mas quase impossível e isso dói e muito. Eu fiquei triste por todas as “privações” que os dois passam. Mas o livro não é só isso, ele fala da relação entre as pessoas e acredito que o ponto principal seja a diferença que existe entre elas e isso fica muito claro em todos os dias narrados no livro, pois é uma adaptação para A e uma maneira de conhecer mais o ser humano.

Talvez minha resenha tenha ficado confusa, mas o que eu digo para vocês é que leiam esse livro, pois é um ensinamento, é aquele tipo de livro que depois que termina a última página, tu ficas olhando para o nada e pensando: “Cara, que livro é esse?”. Quando terminei o livro fiquei pasma, a maioria das minhas perguntas não foram respondidas, e acho que essa é intenção do autor, nos fazer pensar.

Eu ri, chorei, pensei, fiquei magoada, enfim uma infinidade de sentimentos e acredito que qualquer um que ler também irá sentir-se assim. Leiam o livro, pois vale muito a pena.

Na minha experiência, desejo é desejo, amor é amor. Nunca me apaixonei por um gênero. Apaixonei-me por indivíduos. Sei que é difícil as pessoas fazerem isso, mas não entendo por que é tão complicado, quando é tão óbvio.
Apaixonar-se por alguém, não significa que você saiba  como a pessoa sente. Significa apenas que você sabe como você se sente.
Eu sempre fico impressionado com pessoas que sabem que algo está errado, mas ainda insistem em ignorar, como se isso, de alguma forma, fizesse com que os problemas desaparecessem. Elas se poupam do confronto, mas terminam ressentidas de qualquer maneira.
Queria que o amor conquistasse tudo. Mas o amor não conquista tudo. Ele não pode fazer nada sozinho.

Ele depende de nós para conquistar em seu nome. 

Leitura recomendada.

Outras capas:



8 comentários

  1. cara a história me deixou encantada <3
    vou procurar esse livro.
    Seguindo o Coelho Branco

    ResponderExcluir
  2. Oie!

    Este livro está no meu topo dos desejados e irei comprar ele logo. De início não me chamou atenção, mas cada resenha que eu leio eu fico mais curiosa!!

    Gostei da sua resenha!!

    Beijos*

    ResponderExcluir
  3. Essa história parece muito intrigante e diferente, já está na minha lista!


    Bjs, Isabela.
    www.universodosleitores.com

    ResponderExcluir
  4. Oi, :)

    Como é que pode? Já estou encantada pela história antes de ler *-*

    Além de fugir totalmente do clichê, parece ser uma história meio... inspiradora. Com quotes incriveis também ^^

    ~> Beijusss...;*

    ResponderExcluir
  5. Já tinha lido algumas resenhas dessa trama e também foram positivas.

    ResponderExcluir
  6. Olá querida!

    Estou babando nesse livro desde o lançamento. Estou doida por ele e após sua resenha, tenho a confirmação que ele é maravilhoso!

    Beijinhos
    As Leituras da Mila


    ResponderExcluir
  7. O lado chato de ler muitas resenhas de um livro é que sempre ficamos com a expectativa la em cima e nem sempre o livro é tudo isso, ainda bem que esse não foi o caso. Combinamos, do que li o que mais me "agoniou" é o amor deles ser tão impossível, nossa, eu como romântica sempre quero que o par fique junto. Quero muito ler e sentir essa infinidade de sentimentos tamém.
    Bj

    ResponderExcluir
  8. Adoro livros que nos fazem tem mil e uma emoçoes ao lelo!! Ja vou colocar na minha lista adorei ele!

    xx

    ResponderExcluir