12 de março de 2014

Comentários #01 Pervígil - Leopoldo Sousa

Livro: Pervígil
Autor (a): Leopoldo Sousa
Número de páginas: 136
Editora: Novo Século/Novos Talentos 
Compre aqui.


Sinopse: Pervígil é repleta de personagens comuns, cheios de sentimentos e sensações que todos os seres humanos têm: solidão, alegria, tristeza, confusão, sofrimento, angústia e amor. O autor fala da complexidade de todos eles, observando a estranheza do homem ao sentir tais coisas. Além de tudo, irá falar de um problema que prejudica a muitos, o qual é justamente o motivo de o livro ter sido escrito: a insônia. Afinal, quem consegue dormir quando está tomado por tantos pensamentos e reflexões sobre a vida?

Antes de iniciar está leitura, fui à busca do significado da palavra que dá origem a este livro. Segundo o dicionário Michaelis o significado de pervígil indica: que, ou pessoas que sofrem de insônia, vigilante; e como diz a orelha do livro Pervígil foi escrito durante a madrugada e essa minha leitura fez com que eu tivesse muitas reflexões.

Pervígil é um livro composto por histórias curtas, como se fossem contos, algumas são de uma página outras mais extensas. É o primeiro livro que leio deste tipo e minha experiência foi muito boa.

Entre tantos textos escritos por Leopoldo Sousa tiveram alguns que se tornaram meus preferidos, são eles: Tão Cedo?, Simetria, Estranhices e 16 de Fevereiro. Cada um de sua maneira me tocou.

Este é um livro de apenas 136 páginas, mas de profundos sentimentos e reflexões, em vários momentos parei minha leitura para refletir sobre o que o autor tinha escrito.

Enfim, para mim foi uma experiência nova a leitura deste livro. A partir de hoje verei livros de contos e histórias curtas com outros olhos. Pervígil é de leitura rápida, mas envolvente. Se vocês tiverem a oportunidade de ler, leiam!

“Não se preocupe, tudo vai ficar bem.”
O fato é que todos sabem que nem sempre fica. O certo é que muitas lembranças sobreviverão, o coração continuará com a vida e cicatrizes são para sempre. Bom, não há dúvidas de que, em muitos anos, eu vou continuar a achar humanos estranhos.

(...) Com você longe, a saudade é descomunal, algo que não consigo explicar. Agora, estar perto de você, a alegria, a felicidade, também são incompreensíveis, porque elas variam de acordo com a imaginação, elas se encaixam perfeitamente na definição de infinito. 

Leitura recomendada.

Postagem válida para o Top Comentarista março.

8 comentários

  1. Nunca li nada assim, parece ser bem interessante. Se tiver oportunidade lerei com certeza! Adorei a capa também, é linda, simples, e da um ar de reflexão né? pelo menos me passou isso. E adorei a palavra Pervígil e seu significado.

    ResponderExcluir
  2. Oi Katielle!
    Não conhecia o livro nem o autor e fiquei interessada na sinopse, dp da sua resenha fiquei ainda mais interessada em ler.
    Tb não conhecia essa palavra: Pervígil!
    Gosto bastante de contos, e achei bacanérrimo um livro com poucas páginas ser tão reflexivo e envolvente.
    Já foi para a wishlist!
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Não conhecia o livro nem o autor,achei interessante a história,as no momento não leria!

    ResponderExcluir
  4. Não conhecia esse livro, adoro livros assim afinal de contas, como você disse, faz a gente refletir sobre nossa própria vida, adoro livros que mexem comigo.

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Nunca havia visto este livro, quero ler ele imediatamente. Amei a capa, maravilhosa. E o legal deste livro, como você disse, faz a gente refletir sobre a vida, gostei bastante.

    ResponderExcluir
  6. Eu não costumava ler livros com histórias curtas assim até ganhar um livro do Luis Fernando Veríssimo e me obrigar a ler. A experiência foi muito legal e hoje eu olho com outros olhos pra esse tipo de livro. Gostei da indicação, vou procurar mais sobre Pervígil.

    ResponderExcluir
  7. Ainda não conhecia o livro mas pela sua resenha é um ótimo livro, pretendo ler quando tiver a oportunidade. Amo livros leves e envolventes.
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Olá Kati!!Tu tudo bem??
    Não conhecia este livro, mas realmente lendo sua resenha parece ser um livro super interessante, e apesar de não ter muitas páginas, te trouxe um ótima reflexão!!Dica mais que anotada!!
    Beijos!!

    ResponderExcluir