27 de maio de 2014

Querida Sue - Jessica Brockmole

Livro: Querida Sue (Letters From Skye)
Autor (a): Jessica Brockmole
Número de Páginas: 256
Editora: Arqueiro (parceria)
Compre aqui.


Sinopse: Março, 1912: A jovem poeta Elspeth Dunn nunca viu o mundo além de sua casa, localizada na remota ilha de Skye, noroeste da Escócia. Por isso, não é de espantar a sua surpresa quando recebe uma carta de um estudante universitário chamado David Graham, que mora na distante América. O contato do fã dá início a um intercâmbio de cartas onde os dois revelam seus medos, segredos, esperanças e confidências, desencadeando uma amizade que rapidamente se transforma em amor. Porém, a Primeira Guerra Mundial força David a lutar pelo seu país, e Elspeth não pode fazer nada além de torcer pela sobrevivência de seu grande amor. Junho, 1940, começo da Segunda Guerra Mundial: Margaret, filha de Elspeth, está apaixonada por um piloto da Força Aérea Britânica. Sua mãe a alerta sobre os perigos de um amor em tempos de guerra, um conselho que Margaret não quer ouvir. No entanto, uma bomba atinge a casa de Elspeth e acerta em cheio a parede secreta onde estavam as cartas de amor de David. Com sua mãe desaparecida, Margaret tem como única pista do paradeiro de Elspeth uma carta que não foi destruída pelas bombas. Agora, a busca por sua mãe fará com que Margaret conheça segredos de família escondidos há décadas. Querida Sue é uma história envolvente contada em cartas. Com uma escrita sensível e cheia de detalhes de épocas que já se foram, Jessica Brockmole se revela uma nova e impressionante voz no mundo literário.

Querida Sue é mais um lançamento lindo da Editora Arqueiro.

Elspeth Dunn mora na ilha de Skye na Escócia, ela é poetisa e já teve alguns livros publicados. Sua vida muda ao receber uma carta de um fã, David Graham. Nessa carta David agradece pelos lindos poemas escritos por Elspeth e entre uma resposta e outra eles passam a se corresponder por cartas regularmente.

Querida Sue é um livro único, narrado através das cartas de David e Elspeth. Em uma dessas cartas Elspeth pede para David não chamá-la pelo nome e assim ele passa a chamá-la de Sue. A história se passa ao longo anos, entre 1912 e 1940 e o livro nos trás duas histórias, paralelamente a de Sue e David (inicia em 1912) temos a de Margaret (filha de Sue/Elspeth em 1940) e em algum momento essas histórias irão se cruzar.

No início a troca de cartas começa de maneira sutil, mas conforme os meses passam Sue e David se tornam íntimos, contam seus medos, seus anseios e o que esperam para o futuro. Essa troca de cartas vai acontecendo ao longo dos anos, ao longo de duas implacáveis guerras. Ali nós leitores vivemos juntos os sentimentos de nossos protagonistas.

Jessica Brockmole soube criar uma história que prende o leitor, nos faz ficar apreensivos com os horrores da guerra. Nós estamos ali, vivendo tudo através das cartas de Sue e David, mas é algo tão vivido que sentimos cada sentimento que se passa com eles. A cada carta é revelado algo diferente, um segredo, e isso me fez querer ansiar por mais.

Também temos as cartas de Margaret, ela também está passando pela mesma situação que Sue, mas isso só ficamos sabendo no decorrer na história. Ela irá viajar por vários lugares e será uma peça fundamental para entendermos melhor o relacionamento de David e Sue. Afinal Sue (sua mãe) nunca contou nada do seu passado e Margaret está curiosa para saber tudo o que aconteceu naqueles anos anteriores.

Eu gostei muito desse livro, logo que foi anunciado o lançamento, tive duvidas, não sabia se queria lê-lo. Ainda bem que o fiz, pois a história é fascinante (minha opinião) e me fez refletir muito, principalmente sobre o destino e amor, aquele amor que não morre com o passar dos anos, mas que cada vez mais se fortalece. Talvez eu tenha gostado tanto porque grande parte da história se passa na Escócia, uma terra que apesar de não conhecer, amo. Sue relata em suas cartas todos os detalhes do lugar onde ela mora, e foi impossível eu não ficar mais apaixonada por esse livro.

A Editora Arqueiro está de parabéns por trazer um livro tão lindo para seus leitores. A capa é maravilhosa e a diagramação é simples. Querida Sue é um livro de leitura rápida e envolvente, que nos faz viajar através do tempo. Se você tiver a oportunidade, leia esse livro.

É você. Não existe poesia em minha vida sem você. Você sempre foi minha musa. Antes de conhecê-lo, eu escrevia poesia com uma caneta, e meus leitores adoravam. Ela significava algo para eles. Depois que o conheci, porém, passei a escrever com a minha alma, e eu adorava. Significava tudo para mim.
Você é a razão de eu franzir o cenho ao nascer do sol e sorrir na hora do poente. Franzir o cenho porque tenho de enfrentar o dia sozinho, sem você ao meu lado. Sorrir porque é menos um dia que teremos de passar afastados.

Leitura recomendada.

Postagem válida para o Top Comentarista maio.

6 comentários

  1. Já tinha me chamado a atenção pela premissa, mas agora ao ler a resenha preciso ler. O livro tem todos ingredientes que amo em um livro. Ele parece ser um livro bem emocionante e reflexivo. Do tipo que todo mundo deve ler. rs Espero ter oportunidade de lê-lo em breve!

    ResponderExcluir
  2. Eu já estava querendo ler o livro, agora com a sua resenha então kkk Bom, embora eu tenha ficado interessada no livro desde que vi na fan page da editora, eu não li nenhuma resenha sobre ele, a sua foi a primeira, acredita? E eu adorei, eu meio que esperava que a história fosse emocionante já, sei lá, só a capa traz uma sensação de que a história vai ser boa, espero ter oportunidade de ler o livro *-*

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  3. Ah todos falam que o livro é muito lindo mesmo. Não vejo a hora de poder ler.
    E voce ainda esta em dúvida de ler ele..rs
    Quero muitoooo.

    Blog: livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br
    Fanpage: facebook.com/livrosvamosdevoralos

    ResponderExcluir
  4. ... e lá vai mais um pra lista....

    ResponderExcluir
  5. A capa de Querida Sue é linda. E um livro com a Escócia como cenário, deve ser muito bom mesmo. Adoro esses livros que fazem a gente viajar. Gostei também por ser um livro que reúne cartas. Deve ser uma leitura super fácil.

    Bjok

    ResponderExcluir
  6. Que no mãe vc leu e gostou tanto desse livro. Também adorei!!!
    A capa é uma graça e também amei conhecer um pouco mais da Escócia.

    Leituras, vida e paixões!!!!

    P.s. Sobre minha resenha do livro Os Três ... Leia tranquila, quem sabe vc não gosta. Foi só minha opinião.

    ResponderExcluir