5 de junho de 2014

O Caminho Para Casa - Kristin Hannah

Livro: O Caminho Para Casa (Night Road)
Autor (a): Kristin Hannah
Número de Páginas: 352
Editora: Arqueiro (parceria)
Compre aqui.

Sinopse: Durante 18 anos, Jude pôs as necessidades dos filhos em primeiro lugar, e o resultado disso é que seus gêmeos, Mia e Zach, são adolescentes felizes. Quando Lexi começa a estudar no mesmo colégio que eles, ninguém em Pine Island é mais receptivo que Jude. Lexi, uma menina com um passado de sofrimento, criada em lares adotivos temporários, rapidamente se torna a melhor amiga de Mia. E, quando Zach se apaixona por ela, os três se tornam companheiros inseparáveis.
Jude sempre fez o possível para que os filhos não se metessem em encrenca, mas o último ano do ensino médio, com suas festas e descobertas, é uma verdadeira provação. Toda vez que Mia e Zach saem de casa, ela não consegue deixar de se preocupar.
Em uma noite de verão, seus piores pesadelos se concretizam.
Então a vida dá uma guinada, levando os personagens a viver sentimentos intensos – amor e ódio, culpa e perdão – que qualquer um de nós poderia experimentar. Uma decisão muda seus destinos, e cada um deles terá que enfrentar as consequências – e encontrar um jeito de esquecer ou a coragem para perdoar.
O caminho para casa aborda questões profundas sobre maternidade, identidade, amor e perdão. Comovente, transmite com perfeição e delicadeza tanto a dor da perda quanto o poder da esperança.

O Caminho Para Casa é mais um livro lindo da Kristin Hannah e Editora Arqueiro.

Durante boa parte de sua vida, Lexi viveu em lares adotivos, com uma mãe drogada nunca soube o que era realmente uma família. No momento em que sua mãe falece, aparece uma pessoa que está disposta a cuidar dela, dar carinho e ajudá-la em tudo que for possível, assim Lexi parte para Washington, onde pela primeira vez terá um lar de verdade e fará amigos.

Jude sempre fez tudo pelos seus filhos, tudo mesmo (acho que se pudesse, ela os guardaria em uma garrafa para não sofrerem nada). Ela mora em Washington, numa casa perfeita e com uma família perfeita. Ela cuida de seus filhos gêmeos, Zach e Mia, como se eles fossem quebrar, controla todos os horários, todas as amizades, enfim ela controla tudo, é sufocante.

A vida dessas pessoas muda a partir do momento em que Lexi conhece Mia na escola, elas se tornam melhores amigas em tudo, uma sempre ajudando a outra a superar os percalços da vida. Mas em um determinando momento um acontecimento abalará esse mundo maravilhoso em que eles vivem.

Mais uma vez estou aqui sem saber como escrever de um livro da Kristin Hannah, desde minha primeira leitura de seus livros, ela tornou-se uma das minhas autoras favoritas e pretendo ler tudo que saia dela aqui no Brasil. Sei que tem gente que não gosta, acha dramático, que pensa que chorar ao ler um livro não é bom, mas eu ADORO os livros dela, pois são cheios de realidade, de amor ao próximo e de situações que facilmente poderia acontecer com qualquer pessoa.

Em O Caminho Para Casa conhecemos Jude, uma mãe superprotetora. Eu não sou mãe, mas me incomodei com praticamente tudo que ela fazia em relação a seus filhos, como já disse antes ela é sufocante, controladora. Posso estar sendo egoísta em pensar assim, mas foi como me senti e creio que os filhos dela também se sentiam assim em alguns momentos, tanto que isso foi o motivo que os levaram a fazer coisas erradas.

Lexi foi à personagem que me encheu de pena, do início ao fim do livro ela foi vítima, mesmo quando ela sabia que não tinha 100% da culpa assumia tudo sozinha, pois tinha bom coração. Lexi é aquele tipo de pessoa que sempre fica em segundo plano, sempre esperando para ser amada, isso vem de sua criação, na falta de uma família.

Quando o “acontecimento” ocorre, meu coração ficou apertado, eu não sabia o que ia acontecer e ficava sempre tentada a passar umas páginas para dar uma lida, mas conforme os capítulos passavam fui me surpreendendo mais com essa autora, com a capacidade que ela tem de nos surpreender, inserir elementos novos no livro. Mesmo não gostando de alguns personagens, Kristin nos mostra pontos diferentes, nos faz compreender algumas situações e passamos a desejar um final feliz para todos.

Durante minha leitura, senti muitas coisas: ódio, incredulidade, paixão e muito amor. Quando o livro acabou chorei, impossível não chorar, e passei tempo pensando na situação retratada ali. Só digo que vocês tem que ler esse livro, lindo de todas as formas.

Era isto o que o amor fazia com uma pessoa? A retorcia e esvaziava até restar apenas a necessidade? Se fosse assim, como ela sobreviveria?
O preço de ser franca com os filhos era muitas vezes ficar sabendo de coisas que seria melhor não saber. Acreditava que os pais tinham duas escolhas: exigir sinceridade e lidar com verdades indesejáveis ou enfiar a cabeça na terra e aceitar as mentiras.

Leitura recomendada.

Postagem válida para o Top Comentarista junho.

22 comentários

  1. Fiquei curiosa quanto a este acontecimento que ocorre. Não sabia que este livro causava tanta emoção assim. Agora fiquei com mais vontade de ler. Espero ter oportunidade um dia.
    Gostei dos quotes também.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oie.
    Eu gostei muito de ler este livro.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Adorei a resenha. Nunca ouvi falar da escritora, mas me parece ser tipo Emily Giffin, então quero muito ler.
    Entrará pra minha lista de desejados!
    Um beijo.
    http://livrologias.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Priscila,
      Eu acho a Kristin mais intensa que a Emily, mas gosto das duas.
      Procure as outras sinopses dos livros dela, tenho certeza que irá adorar.
      Bjus!

      Excluir
  4. Que história forte e emocionante. O pouco que li aqui já fiquei emocionada com relação aos comentários que você fez dos personagens. Muito bom e vou querer ler. Obrigada pela resenha. Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Hey Katielle, boa noite. ;)

    Uau! Nossa, sempre falam tãããão bem da Kristen. E a azarada aqui ainda não teve a oportunidade de comprar e ler os livros dela. :( #xatiada
    Bom, voltando a resenha, o que você falou da mãe controlar tudo eu me identifico! HAHA Não por eu ser mãe, tô longe disso aliás, mas porque por muito tempo minha mãe fazia isso comigo. Sério, era um saco. E na hora que você descreveu isso, juro que me vi retratada ali. :')
    Graças a Deus minha mãe teve uma reviravolta e parou de ser extremamente protetora. Agora ela me deixa escolher as roupas de vez em quando... BRINCADEIRA! Ela deixa sim. Sempre. HAHA Eu que sou indecisa (sempre). xP

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahahahahahaha, ri muito com teu comentário Isla...
      COMPRE agora Kristin Hannah, livros ótimos.
      Bjus!

      Excluir
  6. Todo mundo fala super bem dessa autora, mas ainda não to tãooooo curiosa. Gostei da resenha e as quotes são muito boas. Vou tentar ler algo da autora, pq depois que li o John Green e amei to tentando ler tudo que as pessoas falam bem.

    Beijos, http://porredelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Eu ainda não tive o prazer de ler nada da autora, mas ja ouvi maravilhas dela,
    este livro parece ser bem intenso, eu confesso que geralmente fujo de livros mais tristes..sim eu sofro muito junto e levo dias pra melhorar rs.
    QUero lle lo agora, espero que o final seja bom...e não so sofrimento rs, é sou uma que ama finais felizes rsrs,
    beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Neny,
      Eu também sofro um pouco, mas gosto muito desses livros. Kristin Hannah é ótima, tenho certeza que não irá se arrepender.
      Bjus!

      Excluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  9. tenho que confessar que sua resenha me deixou muito angustiada kkkkkkkk ja estou sofrendo pelas personagens antes de ler o livro, vai ser uma choradeira aqui viu kkkkkkk ja sei q a lexi sera minha personagem favorita... adoro pessoas como ela! amei a resenha e lerei logo logo

    ResponderExcluir
  10. Oi, tudo bem?
    Tem um tempão que eu quero ler esse livro, para falar a verdade desde a primeira vez que o vi, adorei a sua resenha e eu não sabia que esse livro poderia nos causar tantos tipos de sentimentos, eu até gosto quando isso acontece comigo.
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  11. Tenho Jardim de inverno dela e ainda não li, mas todos dizem que a escrita dela é surpreendentemente adorável, e eu já acho que vou virar uma fã de carteirinha.

    ResponderExcluir
  12. Virei fã de carteirinha da autora após ler esse livro. Leio tudo dela que sai aqui no Brasil desde então. Gente, ela consegue escrever histórias perfeitas e tocantes e nos trazer reflexões para a nossa vida.
    O livro é realmente lindo, mas não é o meu favorito da autora. E a Lexi é aquelas personagens que a gente sente vontade de colocar no colo e afagar o cabelo.

    ResponderExcluir
  13. Nossa, fiquei curiosa sobre esse livro. Sei que vou me incomodar com Jude, porque só em você falar que ela é controladora já fiquei sufocada. Mas com o decorrer da resenha você foi me convencendo e agora estou necessitada desse livro. Amo leituras desse jeito que te prendem e fazer você querer ler as páginas adiante.
    Gostei muito.
    Bjokas!

    ResponderExcluir
  14. Aaaiiin eu quero! Quero tanto ter mais tempo pra ler!!
    A Kristin Hannah parece ser uma autora tão boa, certeza que vou gostar dela!
    Tomara que saia um livro dela no meu sorteio da TBR Jar! haha

    ResponderExcluir
  15. Os livros da Kristin Hannah são sempre maravilhosos, ela é uma das minhas autoras preferidas. Esse eu ainda não li, mas já está na minha lista de desejados. Eu sou mãe, mas me controlo pra não ser igual a Jude, mesmo sendo muito difícil às vezes. Quero muito ler o livro e descobrir mais sobre a Lexi!!

    Beijos!!

    ResponderExcluir
  16. Ai cara, senti meus olhos brilhando só de ler a sua resenha, esse livro deve ser MUUUIIIITOOO bom, essa autora é uma das mais faladas ultimamente, os livros dela possuem capas tão atrativas e todos parecem ser bem emocionantes. Eu ainda não li nada dela, mas vontade é que não falta, estou doida pelo livro Amigas Para Sempre, achei tão linda a sinopse e a capa é tão perfeita.
    Mas voltando a sua resenha, eu adorei ela, caraca, olhando o livro assim eu não imaginaria que a história seria tão emocionante, embora tudo dessa autora pareça ser emocionante... Assim como você eu adoro livros com histórias tristes e que nos fazem chorar, pois geralmente são eles que nos ensinam as melhores das lições.
    Eu gostei muito da Jude pela sua resenha, fico imaginando o quanto ela deve ser controladora, mas mesmo não sendo mãe eu entendo o lado dela, afinal o mundo é tão cruel, em um instante as pessoas que você ama estão ao seu lado e no outro elas podem não estar, no entanto, não concordo em ela ser tão controladora, ok? kkkkk
    Agora fico imaginando sobre a Lexi, ela deve ser uma garota bem triste, pois viver sem família é algo muito ruim, né?
    E por fim, eu quero saber o que irá acontecer, meu Deus eu vou pirar kkkkk Eu preciso desse livro, essa Kristin irá me falir </3

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  17. Gostei da resenha, parece ser muito bom o livro
    Parabéns!!!

    ResponderExcluir
  18. Quero muito ler esse livro! Admito que essa vontade veio por causa dessa resenha e que resenha! Quero saber o que acontece tanto no final da história como os detalhes do desenrolar da história. Parece ser um livro bem tocante mesmo.

    owamandab@hotmail.com

    ResponderExcluir
  19. Hélia Garcia7/29/2014

    Tenho lido as resenhas desse livro pela blogosfera e a opinião é na sua maioria positiva. Gostei de mais uma vez ler uma resenha que nos dá vontade de comprar o livro. Bom pra Editora né? Mas primeiro vou é baixar (encontrei aqui, por exemplo: http://portugues.free-ebooks.net/ebook/O-Caminho-Para-Casa)
    Parabéns pela resenha!

    ResponderExcluir