13 de outubro de 2014

Onde Deixarei Meu Coração - Sarra Manning

Livro: Onde Deixarei Meu Coração (Nobody's Girl)
Autor (a): Sarra Manning
Número de Páginas: 336
Editora: Galera Record (parceria)
Compre aqui.

Sinopse: Simples, careta e sem graça. É assim que Bea se vê. Então quando a super descolada Ruby e seu bando de populares passam a se interessar por sua opinião, isso só pode ser uma pegadinha. Certo? Pelo menos é assim que sempre acontece nos filmes... Mas o convite para passarem as férias em Málaga parece pra valer. E com um bônus: Bea pode se afastar da mãe irritante e controladora. No entanto, depois de apenas 48 horas na Espanha, Bea se flagra mudando o itinerário. A menina decide visitar Paris para encontrar o pai que nunca conheceu. Afinal, a cidade luz pode emprestar um pouco de clareza a um período nebuloso de sua vida familiar. No caminho, ela conhece Toph, um estudante americano mochilando pela Europa. Enquanto procuram pelo pai dela nos cafés e boulevards de Paris, ela perde a cabeça em vez disso. Será que Bea é a garota de Toph ou a boa menina que sua mãe espera que ela seja? Ou será esse o verão mágico em que Bea finalmente torna-se dona do próprio nariz?

RESENHA por Luciana Corrêa da Silva.

Finalmente estou aqui, depois da minha ressaca literária, pós Outlander... Minha sorte é que depois desse livro tão bom, tive a grata surpresa de ler e poder resenhar Onde Deixarei Meu Coração, um livro muito fofo e gostoso de ler, um verdadeiro presente da Editora Galera.

O livro conta a história de Bea, uma menina travada. Sim, ela é bem normal, mas com 17 anos é totalmente freada pela mãe, que a teve muito jovem e teme que o mesmo aconteça com a filha. Ela é uma menina reclusa, sem muitas coisas diferentes na vida. Mora em Londres, frequenta a escola e trabalha aos sábados em uma loja de roupas ultraconservadoras. Ela tem alguns problemas de relacionamento com os colegas, pois já foi traída pela melhor amiga, que bandeou-se para o lado das “populares”. O que Bea faz de mais excitante durante a semana é praticar pilates com a avó.

Bom, mas nem tudo é só monotonia; Bea vive em uma espécie de mundo paralelo, cultuando a França e tudo mais que representa. Todo esse amor e apego foi motivado pela mãe, que disse a ela que o pai que ela jamais conheceu é um francês, que assim que soube da gravidez, voltou para Paris e nunca mais entrou em contato. A menina sabe tudo sobre os filmes, os lugares... e estuda francês na escola, para um dia estar preparada para encontrar o pai. Ela sonha com isso, mais que com qualquer outra coisa.

Como um simples passe de mágica, Bea é chamada para fazer parte do grupo das mais populares da escola, e a líder, chamada Ruby, automaticamente a catapulta para o grupinho das escolhidas. Elas estão prestes a começar as férias da escola e as meninas planejam uma viagem à Espanha, onde poderão curtir sozinhas. Bea sabe que a mãe jamais deixará, mas tanto elas fazem que sua mãe, receosa e com os dois pés atrás, a deixa ir. Ao chegar lá, Bea descobre que foi usada. Ela surta total e embarca em um trem para Paris, depois de jogar todas as coisas das “amigas” fora. O problema é que todo o estresse a deixou muito cansada e ela adormece e só acorda quando alguém a chama, em um lugar totalmente estranho, sem fazer ideia de onde está.

Ela perambula pela cidade e, para se acalmar, chega a um café e lá ela encontra um grupo de mochileiros que farão sua vida mudar para sempre. O grupo é composto por cinco jovens americanos, mais velhos, que estão se preparando para a faculdade; a viagem é como uma despedida das aventuras, para pegarem no pesado e decidirem o que fazer das vidas a partir de agora. Com eles, Bea descobre que está em Bilbao e um rapaz muito fofo, com um jeito gentil chamado Toph (Christoper), diz a ela que o próximo destino do grupo é Paris. Mesmo receosa, Bea decide seguir com eles, já que ela não sabe o que fazer da vida, sua mãe está surtada, furiosa e ela não pode voltar pra casa.

...Eu não sabia por que significava tanto para mim, porque Toph e eu éramos apenas amigos, que só haviam ficado amigos depois de uma semana sem falar um com o outro. Companheiros de viagem. Duas pessoas estrangeiras em uma cidade estrangeira.

O que acontece agora? O novo grupo de amigos e depois somente o novo grande amigo, Toph, mudará a vida de Bea para sempre. Ela descobrirá quem realmente é, o que quer fazer da vida. Descobrirá sobre seu passado e seu pai e isso mudará sua convivência em família, mudará seu ser intimamente.

– Você não precisa ser nenhuma outra pessoa. Pode ser só você. – Ele esticou o braço para pegar a minha mão e passar os meus dedos pelos dele. – Não sei por que você se diminui tanto.
– Porque não sei se eu sou a Bea que você acha que eu sou ou a Bea que conheço, que é chata e sem graça e passa o tempo todo nesse mundo de sonhos idiota porque não consegue descobrir como fazer com que sua vida de verdade corra como ela quer.

Onde Deixarei Meu Coração é uma linda história, que nos encanta. Um lindo romance, cheio de descobertas sobre o íntimo de uma pessoa, sobre suas relações com quem a cerca... Bea se transforma aos nossos olhos, aprende a amar, a se relacionar pela primeira vez com alguém que retribui seus sentimentos. A narrativa é encantadora e o livro já nos conquista nas primeiras páginas. Quase não consegui largar enquanto não terminei. Morri de raiva das amigas megeras, adorei viver também com Toph; eles nos encantam com seus passeios e vivências na Cidade Luz, amei os detalhes e me senti viajando com eles.

Recomendo com alegria, esse livro é um presente!

Beijo e até a próxima!

Outra capa:


Postagem válida para o Top Comentarista de Outubro.


30 comentários

  1. Oinnn, você já leu!! Eu recebi o meu há uma semana e não vejo a hora de pegá-lo para inciar a leitura. Só de olhar para esta capa tão linda eu já sei que vou gostar do livro...
    OBS: a atividade mais 'emocionante' é o pilates com a avó? Aff, tadinha, hehe.

    Beijo, Van - Blog do Balaio
    balaiodelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Vanessa, tadinha da Bea, né? Mas vc vai ver, mulher, ela vai dar um show nesse livro, vc vai amar. Beijo e obrigada pelo comentário ;)

      Excluir
  2. Ei Lu,

    Ah que lindo e que bom que você gostou. Eu já li aquele da autora da NC, Os adoráveis acho e gostei muito. Este eu quero também.
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI Nanda, adorei esse livro mesmo, mesmo tendo muita superação e enfrentamento pessoal, é um livro leve e muito gostoso de ler. Vale muito a pena. Beijo e obrigada pelo carinho ;)

      Excluir
  3. Oi Lu,
    Desde a primeira vez que vi o livro ele me chamou a atenção. Não só pela capa, mas também pela sinopse, que faz com que o livro aparenta ser muito bom. E com certeza eu pretendo o ler logo.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Juliana, que bom que vc quer ler... Acho que vc vai gostar muito. Beijo e obrigada pelo comentário.

      Excluir
  4. '-', que drama meu, livro bem envolvente coitada da protagonista, sendo sempre usada e traída, e vida dela parece ser bem monótona, mas na maioria das vezes parecem ter um bom final, adorei o livro, a capa é encantadora e só por ela já da uma vontade de conhecer o livro, vou pesquisar sobre o livro e verificar os preços e minha cesta de compra do mês, se tudo der certo, quero encaixar-lo na minha cestinha♥.
    Obrigada Katielle adorei a resenha.
    Beijos, ThaynáQ.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Thayna, vc vai ver que esses dramas todos são só o começo de uma bela história de vida e de amor... Beijo e obrigada pelo comentário. Espero que goste da leitura ;)

      Excluir
  5. Oi Lú..
    Estou lendo este livro no momento, e estou gostando muito.
    Estou na parte que o grupo de mochileiros vão voltar para os EUA, mas tinha certeza que era Toph que ia mudar a vida dela..haha
    Também morri de raiva daqueles megeras, vontade de arrancar o cabelo delas..rs
    Adorei a resenha. Espero continuar gostando dele até o final.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom, Letícia, da mesmo vontade de matá-las, né? que raiva... Mas olha, o livro só melhora, vc vai ver, o final é lindo lindo... Beijo e obrigada pelo comentário ;)

      Excluir
  6. Oi, Lú.
    Achei a história da personagem comovente e gostei de saber da reviravolta que ela passa em sua vida. Não é nada agradável viver como ela vivia. Realmente gostei muito de conhecer a história e estou curiosa pra saber como termina. Vou ver se consigo ler. Espero gostar também. Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Beth, acho que vc vai gostar, o livro é muito bom do início ao fim... Beijo e boa sorte com o livro. Obrigada ;)

      Excluir
  7. Oiee.
    Assim que vi essa capa e sabia que precisava ler esse livro, porque confesso que as capas tem um grande peso pra mim, elas as vezes acabam fazendo a diferença.
    Que bom que não só a capa é linda como a história dentro dela também. Amei saber que é um livro que a gente só larga quando lê a última linha, quero muito conhecer e ver o crescimento de Bea ao longo dos capítulos.
    Bjokas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Iêda, a princípio eu também fui nele pela capa, kkkkk Mas me surpreendi, especialmente com a narrativa, assim que comecei a leitura, sabia que eu ia gostar do livro até o final. Obrigada pelo comentário, beijão

      Excluir
  8. Nossa o livro parece ótimo, bem emocionante, história linda de superação, estou doida pra ler já foi pra minha lista de desejados.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Milena, tenho certeza de que vc vai adorar esse livro... Beijo e obrigada pelo carinho de sempre.

      Excluir
  9. Gostei bastante da premissa da obra e achei a construção da protagonista bem interessante e real. O que mais tem por aí são pais que travam os filhos.
    Não conhecia o livro, mas acho que daria uma oportunidade por causa da sua resenha. Realmente gostei bastante.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de outubro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. *-* Oioi... obrigada pelo elogio lindo, fiquei emocionada, mas vc vai ver que tudo o que eu coloquei na resenha ainda é pouco, o livro é muito bom mesmo... Vale a pena. Beijo

      Excluir
  10. Luciana desde que soube do lançamento desse livro fiquei curiosa e amei a capa, mas agora com suas ótimas palavras fiquei ansiosa para conhecer essa história. Vou correndo add no meu skoob para não esquecer de comprar quando tiver oportunidade.
    Parabéns pela leitura, a resenha ficou o máximo e consegui senti sua importação.

    Leituras, vida e paixões!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Own, Aline, obrigada pelos elogios... Vai na fé, que o livro é bom e merece sua leitura... Beijo e obrigadão!!!!!

      Excluir
  11. Quis dizer que perceber sua empolgação só me motivou a ler o livro. Beijos

    ResponderExcluir
  12. Oiee,
    Nem preciso dizer que amei a resenha. Parabéns Lu, você sempre arrasa.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ... e você sempre me deixa muito feliz... <3 Obrigada! beijo

      Excluir
  13. Fiquei muito feliz por saber que o livro é bom, e que satisfez suas expectativas. Parece realmente uma história encantadora. Não tinha interesse no livro, mas agora despertou meu interesse.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Oliveira, fico tão feliz quando consigo transmitir com verdade aquilo que achei... Beijo!

      Excluir
  14. Esse livro já estava nos meus desejados desde que vi entre os lançamentos da Galera, e agora só tive ainda mais vontade de lê-lo... Já imagino a raiva que a Bea passou quando descobriu que foi enganada pelas "amigas", mas ir pra Paris com certeza faz tudo ficar melhor, afinal Paris é Paris... Interessante essa história com o pai dela, já estou curiosa pra saber mais sobre... Parece ser mesmo muito bom... Vou procurar agora pra ler...
    Kisses =*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. \o/ Obrigada, Loly, espero que goste do livro tanto quanto eu gostei... Beijo

      Excluir
  15. A historia e linda, emociante, e doce!
    Muuuuito agradavel de ser ler !
    Ja ser percebe-se pelo sinopse! Quando li a resenha tive certeza disso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo comentário, Girlene, grande beijo!

      Excluir