20 de fevereiro de 2015

Simples Perfeição - Abbi Glines

Livro: Simples Perfeição (Simple Perfection)
Série Rosemery Beach #5
Autor (a): Abbi Glines
Número de Páginas: 208
Editora: Arqueiro (parceria)
Compre aqui.

Sinopse: Woods teve sua vida traçada desde o berço. Cuidar dos negócios da família, casar com a mulher que os pais escolheram, fingir que riqueza e privilégios eram tudo de que ele necessitava. Então a doce e sensual Della apareceu e conquistou seu coração, abrindo seus olhos para um novo futuro. A vida do casal seguia para um final feliz, até acontecer um imprevisto: a morte do pai de Woods. Da noite para o dia, o rapaz herda o império Kerrington e, embora sempre tenha almejado essa posição, precisará de toda ajuda possível para provar que está à altura de tanta responsabilidade. Della está determinada a ser o apoio de que Woods necessita, mas os fantasmas do passado ainda estão presentes e mais intensos do que nunca. Pressionada pela ex-noiva e pela mãe de Woods, ela toma a decisão mais difícil de sua vida: abdicar da própria felicidade pelo homem que ama. Mas os dois terão a força necessária para seguir em frente um sem o outro? Concluindo a sedutora história de Woods e Della,
Simples perfeição é o romance mais surpreendente de Abbi Glines e mostra que encontrar alguém pode ser um golpe do destino, mas descobrir a perfeição ao lado dessa pessoa requer aceitar a si mesmo e superar os piores obstáculos a dois.


RESENHA por Katielle Borba.

Simples Perfeição é mais um livro da série Rosemary Beach de Abbi Glines. Este também é o segundo e último livro do casal Woods e Della.

Depois dos acontecimentos do livro anterior (Estranha Perfeição), Woods e Della estão tentando viver juntos. A vida deles mudou muito, principalmente a de Woods que agora assumiu os negócios da família. Della também não está tendo uma vida fácil, dia após dia ela tem que lidar com seus medos mais profundos e no seu pensamento quer ser uma parceira ideal para Woods. Eles têm um longo caminho a percorrer antes de serem felizes completamente.

Gosto muito dessa série, adorei todos os livros que já li e esse não seria diferente. A fórmula da autora é sempre a mesma, mas nem por  isso os livros deixam de ser ótimos. Woods e Della estão tentando se acertar, mas a situação deles está bem difícil, ele está muito, mas muito protetor; Della não pode fazer nada sem ter que comunicar ao seu amado, até a hora dela começar a trabalhar é complicada, pois ele quer que ela sempre fique em casa, protegida de tudo e todos. Até entendo toda essa proteção, mas isso é sufocante e faz com que Della se torne insegura, ela tem certeza absoluta de que não é boa o suficiente para ele; quando se cansa disso toma uma decisão que irá por a prova o amor dos dois.

Simples Perfeição traz capítulos alternados entre os dois protagonistas. A narrativa da autora é fluída e como sempre isso faz com que o livro acabe muito rápido. O que gosto muito nos livros da Abbi é que todas as histórias acontecem paralelamente e isso fez com que eu morresse de curiosidade para saber tudo o que está acontecendo com Grant e também matei saudade de Rush e Blair.

Já li algumas resenhas em que as pessoas não gostaram de Simples Perfeição, disseram que Woods é machista pelo jeito como trata Della. Eu discordo em partes, acho que quando a pessoa ama alguém, ela quer cuidar, estar sempre junto, proteger, isso em minha opinião não é machismo; o fato dele não querer que ela trabalhe é porque Della tem alguns problemas e ele só quer protegê-la. Concordo que  durante o livro ele foi sufocante, mas pagou por isso e aprendeu a lição. O que não gostei muito foi o jeito da autora tratar um personagem importante no final do livro, não concordei com o rumo que a história tomou e eu fiquei chocada/chateada com o que li ali.

Uma personagem que tem meu ódio eterno é a Nan, irmã do Rush, a cada livro que passa está mais malvada e se por acaso a Abbi resolver escrever um história para ela, terá de ser muito boa para convencer a maioria dos leitores que ela merece um final feliz.

No mais eu adorei o livro, história boa e envolvente. Os próximos serão os livros do Grant com a Harlow, estou muito ansiosa por essa publicação, pois em Simples Perfeição Grant  está bem desestabilizado.

Se você tiver oportunidade, leia essa série, pode parecer infinita, mas os livros são ótimos, curtinhos e com certeza valem a pena.

Acho que a vida de todo mundo é controlada por uma série de acontecimentos e cabe às pessoas escolherem o que querem.
Como eu poderia deixá-la ir? Mas ela não queria que eu a encontrasse. Rosemary não era vida para ela. Della tinha começado uma viagem para conhecer o mundo e só conheceu a mim. Agora, queria mais.

Leitura recomendada.

Série Rosemary Beach:
4. Rush Too Far; (Rush)
6. Simples Perfeição; (Woods)
7. Take a Chance; (Grant)
8. One More Chance; (Grant)
9. You Were Mine; (Bethy)
10. Kiro’s Emily;
11. When I’m Gone; (Mase)
12. When You’re Back. (Mase)

Outras capas:

   


Postagem válida para o Top Comentarista fevereiro.




23 comentários

  1. Oi Kati, acho que de toda a série, esse livro foi o que mais me deixou de queixo caído, pelo final, porque não achei que tenha sido machista em nenhum momento. Achei sim, que ele foi superprotetor e tudo, mas quem não gosta disso, né? Adorei a resenha, excelente! Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lu,
      Pois é, agora a curiosidade está matando para saber o que vai rolar nos próximos. Acho que foi o livro mais dramático até agora.
      Beijo!

      Excluir
  2. Até o momento só conheço o Rush.. gostei dele.. mas ele teve algumas atitudes bem idiota.. e acho que não precisava de tantos livros.. mas pelo que tenho percebido o livro de woods ou melhor os livros estão + bem construídos.. no caso é uma melhor historia do que o anterior.. e eu claroo não vejo a hora de conhecer...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Amanda,
      Gosto bastante do Rush, mas o Woods é meu preferido, sei lá pq, mas gosto mais dele.
      Achei esse livro bem dramático, com algumas situações que eu não esperava.
      Estou ansiosa pelos próximos.
      Beijos.

      Excluir
  3. Por mais resenhas boas que eu veja não consigo sentir interesse nessa série Kati, acho que a descrição dos personagens não batem muito com o meu gosto, não sei.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Naty,
      Que pena, tomara que em algum momento você leia e goste.
      Beijos.

      Excluir
  4. Adoro capítulos alternados entre personagens.
    Adoro ter essa possibilidade de saber os pontos de vista de cada um.
    Já conhecia esse livro, mas, nunca li.
    Parece ser interessante.
    Porém, nunca me atraiu muito.
    Não sinto vontade de ler.
    Além disso, acho que essa super proteção dele iria me incomodar muito. kkk'
    Beijos!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Priscila,
      Também adoro quando os livros são assim. Me sinto mais próxima deles.
      Parece que essa super proteção incomoda muita gente kkkkkkkkkkkkkkk
      Tomara que você mude de ideia e leia ele.
      Beijos.

      Excluir
  5. Claro que já li RSR Adoro Woods e adorei o livro <3
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Luiza,
      Também adoro o Woods. <3
      Beijo

      Excluir
  6. Oi Kati...
    Eu tenho o primeiro livro, mas sempre fico em dúvida, se devo ler antes de Paixão sem limites. O que você acha?
    Você assim como outras pessoas falaram bem do livro, queria começar a ler logo..rs

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Leticia,
      Eu acho legal você ler na sequência, primeiro o Rush e assim por diante.
      Digo isso pq as histórias acontecem simultaneamente e se você começar a ler pelo Woods, saberá de coisas que aconteceram com Rush e Blair.
      Beijos

      Excluir
  7. Gosto muito dessa série, acho a escrita da Abbi Glines ótima, amei Estranha Perfeição; estou doida pra ler esse novo livro também!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Milena,
      Eu também adoro. Aguardando ansiosa pelos próximos.
      Beijos.

      Excluir
  8. Oi! Infelizmente nunca conseguir gostar dessa série. Achei muito água com açúcar, mas uma coisa eu gostei os capítulos são alternados entre personagens, mostra visões até mesmo diferente e que os dois personagens sentem. Mas essa proteção do protagonista é sufocante, Della só poderia ficar insegura mesmo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nadja,
      Que pena, essa é uma das séries que mais gosto e pretendo acompanhar até o final.
      Beijos.

      Excluir
  9. Existe uma linha tênue entre superproteção e machismo, mas só poderei dizer o que acho após ler o livro. Porém, apesar de sua boa resenha, não pretendo ler o livro por agora. Afinal, não é o meu gênero favorito.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de fevereiro. Você escolhe o livro que quer ganhar!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiiee,
      Tem muita gente que não gosta desse gênero e também não gosta da Abby, é gosto de cada um.
      Beijo

      Excluir
  10. Li algumas opiniões negativas sobre o livro, mas em geral o pessoal está gostando da história. E concordo que proteção não chega a ser machismo. Agora, sufocar a pessoa não dá, né? rs
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ana,
      Sufocar a pessoa e difícil sim, mas acontece e muito. kkkkk
      Vi um pessoal também que não curtiu o livro, eu adorei e pretendo seguir em frente com os próximos volumes.
      Beijos.

      Excluir
  11. Bem, eu sou suspeita pra falar dessa série, pq amo muito ela. Também li algumas resenhas que o pessoal não gostou muito, mas também li outras que se surpeenderam bastante com o rumo que a Abbi conseguiu levar porque parecia que não havia mais história pro casal. Eu gosto muito desse livro, ainda mais que o primeiro, confesso que gosto muito do jeito possessivo do Woods, não vejo como machismo e sim como proteção, pode ser sufocante, mas eu acho muito fofo, e convenhamos que é o Woods ele poderia fazer o que quisesse comigo, hahahaha
    Ele rumo que a Abbi deu a dois personagens que eu amava me deixou muito triste, chorei muito a primeira vez que li, e isso chocou muita gente. Eu amava muito a Bethy, mas depois desse livro passei a odiar, ainda não quero ler o livro dela com o Tripp, não vejo desculpa pro que ela fez. Já li os dois livros do Grant com a Harlow, e a história deles é muito linda, emocionante e ainda mais verdadeira. Também não sei o que a Abbi vai fazer pra nos fazer mudar de opinião sobre a Nan, porque garota mais detestável que aquela não há, no segundo livro de Grant e Harlow ela até que dá uma amenizada, acho que já pra dá um gancho pro livro dela.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sabrina,
      Tirou todas as palavras da minha boca kkkkkkkkkk
      Eu também não acho que é machismo da parte do Woods e sim proteção e se fosse comigo ele também poderia me proteger o quanto quisesse hahahaha
      Quanto ao rumo que a história tomou, também fiquei chocada, sabe, eu li a página umas três vezes para tentar me convencer daquilo e até hoje eu fico pensando sobre e não acredito no que ela fez.
      No momento também estou odiando a Bethy e depois que li o capítulo dela, mais ainda. Acho que não precisava ter acontecido aquilo. Até comentei com a Luciana que a Abbi poderia ter arranjado uma motoqueira para o Tripp.
      A Nan é um caso a parte. O pior é que a Abbi já está escrevendo um livro dela, acho que vai precisar ter uma 1000 páginas para me convencer que ela é uma boa pessoa kkkkkkkkkkkkkkkk
      Beijooo!

      Excluir
  12. Oi Kati :D

    Primeiramente, preciso declarar meu amor por isso capa *.* Pra mim é a mais bonita dos livros da Abbi.
    Esse é o único livro que falta para completar minha coleção, e assim que compra-lo vou iniciar a leitur,a mas pelo que percebi já tenho certeza de que vou amar ..
    Também não acho que ele seja machista, concordo que quando amamos queremos proteger a pessoa, as vezes essa proteção é em excesso, mas não que o torne o "machista" da história! Gosto dessa alternação na narrativa, dá pra conhecer o lado dos dois protagonistas na história ..
    Não li os livros ainda, mas já nem posso ouvir Nan que fico com ódio, rsrs!

    Beijos.
    Passeando com os livros

    ResponderExcluir