20 de março de 2015

Destrua-me - J. L. Mac

Livro: Destrua-me (Wreck Me)
Wrecked # 1
Autor (a): J. L. Mac
Número de Páginas:
Editora: Charme (parceria)
Compre aqui.

Sinopse: Aos vinte e cinco anos, Josephine Geroux é uma "zé ninguém", segundo sua própria definição e, apesar de não querer ser assim, ela se contenta com isso. Crescer orfã a transformou numa pessoa dura e indiferente aos outros, até que ela conhece um homem estranhamente familiar, com um rosto que a assombra por razões que ela não consegue entender.
Mesmo fazendo questão de evitar interações com os outros, a vida de Josephine se entrelaça com a de Damon Cole, o enigmático estranho, e antes que se dê conta, ela se entrega à única pessoa que está perto o suficiente de destruí-la.
Envolvente, sensual e extremamente emocional, Destrua-me irá te seduzir, apaixonar e conduzir à uma montanha russa de sentimentos, com a dolorosa vida de Josephine.

RESENHA por Luciana Corrêa da Silva.

Oi gente!

(Parece que minha nova sina é ficar desesperada pelos livros das continuações de séries e trilogias da Editora Charme…)

Aiai… O que eu vim mesmo fazer aqui? Ah, lembrei, vim falar do Damon, ops, não não… Vim falar da Josephine Geroux ou melhor, da Jo. Personagem principal de Destrua-me, uma série chamada Wrecked e escrita por J.L. Mac e publicada pela Editora Charme, que tem o poder de nos trazer ótimos livros (graças a Deus!!!). A autora é texana e vive com o marido e os filhos em El Paso, onde passa seu tempo livre lendo, escrevendo e curtindo a família.

Jo é uma moça independente. Quando menina, aos nove anos, perdeu os pais tragicamente em um acidente de carro. Depois disso sua vida descambou ladeira abaixo. Sem ter ninguém por ela e tendo passado por lares e abrigos provisórios, acabou vivendo nas ruas e, para se esquentar no frio e se refrescar no calor, passava a maior parte do tempo em bibliotecas públicas. Cresceu em meio aos escritores e seus personagens, criando gosto não só pelas palavras e suas histórias, mas verdadeiros laços afetivos com os personagens, a ponto de achar que eles eram sua família.

Para uma adolescente sem teto, a ideia de ter fé em alguma coisa é, simplesmente, estúpida.

Ela cresceu e um dia a bibliotecária que fazia vista grossa para a menina de rua que frequentava as prateleiras, lhe dá um curso supletivo. Ela estuda, passa e consegue um emprego, onde? Em uma livraria, ora bolas. Lá ela é empregada do Sr. Sutton, um velho ranzinza que a trata com mau humor e sarcasmo, mas os dois combinam e ela tem um amor tão grande pelo lugar que, agora que ele está à beira da falência, Jo não sabe o que fazer de tanta tristeza.

Se o meu eu de vinte e cinco anos voltasse a encontrar o meu eu de dezesseis, já teria me olhado na cara, sem um pingo de tristeza e dito, 'Olha, menina, você tem uma escolha: você pode ficar como está e esperar que todas essas mentiras de merda que as pessoas dizem pra você se tornem realidade, ou você pode se matar de trabalhar e mudar as coisas você mesma. Ninguém vai te dar nada de mão beijada. Então, corra atrás.

Ela relembra a tragédia em um único dia do ano, que é no aniversário de morte dos pais, quando ela vai ao cemitério e lhes visita. Esse dia chega, mas junto com ele, chega um estranho que mudará sua vida. Ele é Damon Cole, um homem lindo e maravilhosamente rico que cai de amores por ela e eles passam a viver um tórrido romance, regado por muito sexo.

Sim, ponto negativo para o enredo é o clichê, (mas quem resiste a um?), ainda por cima esse clichê é dos grandes e bem ao estilo Mr. Grey, kkkkk. Sim, não estou inventando, nem tendo alucinações, nosso queridinho Damon é bem chegado numa pegada mais ousada, e a Jo não é nenhuma mocinha virgem e ingênua, então imaginem só as cenas entre eles. Bom, como já disse ela é ousada e abusada com seus relacionamentos, mas eles nunca duram mais do que alguns instantes, pois seus traumas não a deixam ir adiante e ter nada que possa perder. Mas agora com Damon rola algo estranho, ela sente um magnetismo e ao mesmo tempo uma sensação de que já o conhece, mas não lembra de onde.

O romance se desenrola em meio à tórridas cenas de sexo e atos inacreditáveis de um homem apaixonado que é capaz de qualquer coisa pela mulher que ama. Tudo isso com um pano de fundo de mistério, permeando os momentos de alegria que podem ou não ser maculados por ações do passado.

É eletrizante, erótico e belo. Fui envolvida e me emocionei como poucas vezes durante uma leitura. Não a ponto de chorar, mas é muito difícil não ser arrebatada por eles. Embora, confesso, que achei um pouco previsível o desfecho do mistério, pois o livro entrega logo no início, adorei acompanhar até o final e ver como as coisas ficam e acabaram me deixando doida pelo próximo livro, chamado Conserte-me.

Se você gosta de um romance erótico bem ao estilo de 50 Tons, com grande carga emocional e grandes momentos, leia! Você não se arrependerá.

Um grande beijo e até a próxima!

Série Wrecked:
01. Destrua-me
02. Restore Me;
03. Accept Me;
04. Reach Me.

Outras capas:

 

Postagem válida para o Top Comentarista março.


23 comentários

  1. Luciana não sabia que esse livro era tão bom. Que interessante esse envolvimento da personagem com o mundo dos livros. Pelo que entendi ele tem drama é um amor hot. Gostei e aceito sua sugestão.
    Lú vc tem o dom das palavras, sua resenha me envolve de um jeito especial que não consigo ler com pressa, leio saboreando cada palavra. Parabéns pelo dia do blogueiro!!!

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai Aline, muito muito muito obrigada pelo carinho e pelos elogios. Tenho dom nada, mulher, me esforço pra caramba e faço meu marido ler e revisar e ele tem a -obrigação- de me dizer se a resenha tá dizendo o que eu quis dizer (kkkkk coitado, né?). Quanto ao livro, eu amei, amei, amei e agora tem mais um da editora que eu tô desesperada pra saber a continuação, espero que não demorem muito pra publicar. Beijo, beijo, obrigada pelo comentário, pelos parabéns, por tudo... Adoro!

      Excluir
  2. Oi Lu,
    Quero pra ler pra ontem este livro, ainda bem que já tenho o meu em casa... e depois tu me pergunta pq eu não leio aqueles outros que estão empilhados kkkkkkk não dá tempo.
    Como sempre, amei a resenha.
    Beijoooo <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkk OI minha querida, concordo com vc, o nosso mal é a tal da pilha, kkkk Essa noite nem dormi direito por causa do tal Fury. Ah, vai ser bom assim aqui em casa, kkkkkk Beijo, Kati, obrigada pelo carinho, pela confiança, por tudo de bom na minha vida de blogueira. A porta que vc abriu pra mim deixou minha vida mais feliz, mais iluminada. Parabéns pelo nosso dia, beijão <333

      Excluir
  3. Este romance tem tudo pra ser muito bom. já me conquistou pela capa. Que é de chamar bastante atenção. E o tema então? Gamei. Estou ansiosa pra degustar essa belezinha. Não vejo a hora de ter o meu. Adorei seus comentários sobre a história na resenha.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Beth, acho que vc vai gostar muito. Vc sabe que eu não posso escrever muito por causa dos spoilers, mas já adianto que do início ao fim é eletrizante e bombástico, kkkk beijo e obrigada pela confiança ;)

      Excluir
  4. caramba, já estou interessadissima pela serie, gostei da resenha, adoro clima de misterio e romance em um livro, o unico problema pra mim em ler series é que eu odeio esperar o lançamento, ja´lançaram a serie toda ou so o primeiro livro?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Emanoelle, só o primeiro, snif, não vejo a hora do próximo, beijo e obrigada pelo comentário ;)

      Excluir
  5. Não sabia que o livro era tão hot, essa mocinha que não é nada inocente deve render demais, to querendo ler o livro desde que lançou mas tenho um monte de leitura atrasada. A capa brasileira é a mais bonita.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rafaela, que bom que se interessou... É bem hot sim, leia quando der e depois me conte o que achou, beijo e obrigada pelo comentário ;)

      Excluir
  6. Oiee.
    O livro é bem clichês mesmo né, mas enfim, continuemos...
    Fiquei com inveja da Jo, ela trabalha em uma livraria *-*
    Que bom que ela não é aquela típica mocinha tímida e virgem, graças a Alá ela tem atitude e sabe o que quer, já imagino as cenas hots devem ser de tirar o fôlego, não sabia que o livro tinha essa pegada mas gostei da surpresa pois não fujo de livros assim de jeito nenhum.
    Pretendo ler com certeza, só não me agradou muito a capa nacional (aquela que tem o casal abraçado, não a com a mão na bunda, a outra, achei mais bonita das três).
    Bjokas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Iêda, kkkkk como não ter inveja de quem trabalha numa livraria, né? kkkk Concordo com vc quanto à capa, tb acho essa que vc escolheu mais bonita, mas aqui no Brasil não rola muito né? enfim... Beijo, obrigada pelo comentário...

      Excluir
  7. Bem, a coisa estava indo bem até chegar a parte em que fala que ele é ricão e se apaixona perdidamente pela ex-mendiga. E, quando disse que ele tem uma pegada meio Sr. Grey, a coisa piorou. Pelo menos a Jo não é santinha, pura e virginal.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkk Oi Nardonio, não posso fugir da verdade, né? Deixei bem claro as "coincidências", os clichês e o quanto é hot... Obrigada pelo comentário, desculpinha, hihihi... Beijo.

      Excluir
  8. Você tem toda a razão, clichês são ótimos, ainda mais quando tão envolventes quanto esse. Aliás, tenho aprendido a gostar do estilo por sua causa. Você faz os livros parecerem muito bons e quando leio vejo que estava certa. rs
    O Damon parece maravilhoso mesmo. E a história de vida dá Jo dá um toque de sensibilidade para a trama.
    Esse eu pretendo ler. Mais uma vez, obrigada pela dica.
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Own... Obrigada Ana Paula, querida, ainda bem que acerto com vc, né? Eu tento ao máximo sempre falar a verdade, que culpa temos se escolhemos bem o que lemos, né? Sempre digo que não julgo nenhuma história, só quero que ela seja bem escrita, bem contada, o resto é mero detalhe, kkkk Beijo e obrigada pelo carinho de sempre :D

      Excluir
  9. Nossa já estava bastante interessada em ler esse livro só pela sinopse, e agora depois de ver essa resenha fiquei ainda mais ansiosa em conferi essa história, curto muito um romance erótico, parece um história ótima, super emocionante, preciso desse livro pra ontem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Milena, que bom que gostou. Se vc curte o gênero, vai devorar o livro. Obrigada pelo comentário, pela confiança e carinho, beijo :D

      Excluir
  10. Oi Lu...
    Estou ficando curiosa para conhecer a Jo, de tanto que falam.
    Adorei a resenha e estou mais ansiosa por ler o livro tambem.
    Parece ser envolvente do começo ao fim.

    livrosvamosdevoralos.blosgspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Leticia, que bom que vc quer ler, acho que vai gostar, beijo e obrigada pelo comentário e pela confiança...

      Excluir
  11. Gostei da sinopse logo de cara pq amo esse cima de suspense, mistério, mas, ao mesmo tempo, morro de medo desses mistérios literários pq, quase sempre, nem são tão "mistérios" assim.
    Vc falou de Grey e eu dei uma murchada - adoro eróticos, mas não gosto dessa onda BDSM que serve de plot pra algumas histórias -, mas vc fez uma resenha super empolgada e eu fiquei empolgada hahahahaha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jois, obrigada, mas é tudo isso mesmo que eu disse... Não tem tanto BDSM mas ele é dominador sim, o mistério te disse que a gente meio que saca, mas continua sendo mistério até o final, kkkkk Obrigada pela empolgação, pelo comentário carinhoso, beijo ;)

      Excluir
  12. Lu,

    Você sabe quando sai o segundo livro da série?

    Beijos,

    ResponderExcluir