20 de abril de 2015

Uma Longa Jornada - Nicholas Sparks

Livro: Uma Longa Jornada (The Longest Ride)
Autor: Nicholas Sparks
Número de Páginas: 368
Editora: Arqueiro (parceria)
Compre aqui.

Sinopse: Aos 91 anos, com problemas de saúde e sozinho no mundo, Ira Levinson sofre um terrível acidente de carro. Enquanto luta para se manter consciente, a imagem de Ruth, sua amada esposa que morreu há nove anos, surge diante dele.
Mesmo sabendo que é impossível que ela esteja ali, Ira se agarra a isso e relembra momentos de sua longa vida em comum: o dia em que se conheceram, o casamento, o amor dela pela arte, os dias sombrios da Segunda Guerra e seus efeitos sobre eles e suas famílias.
Perto dali, Sophia Danko, uma jovem estudante de história da arte, acompanha a melhor amiga até um rodeio. Lá é assediada pelo ex-namorado e acaba sendo salva por Luke Collins, o caubói que acabou de vencer a competição.
Ele e Sophia começam a conversar e logo percebem como é fácil estarem juntos. Luke é completamente diferente dos rapazes privilegiados da faculdade. Ele não mede esforços para ajudar a mãe e salvar a fazenda da família.
Aos poucos, Sophia começa a descobrir um novo mundo e percebe que Luke talvez tenha o poder de reescrever o futuro que ela havia planejado.
Isso se o terrível segredo que ele guarda não puser tudo a perder.
Ira e Ruth. Luke e Sophia. Dois casais de gerações diferentes que o destino cuidará de unir, mostrando que, para além do desespero, da dificuldade e da morte, a força do amor sempre nos guia nesta longa jornada que é a vida. 

RESENHA por Luciana Corrêa da Silva.

Oi gente, tudo bem?

Inicio essa resenha de Uma Longa Jornada confessando que nunca tinha lido nada de Nicholas Sparks (por favor não me matem…). Esse autor é um sucesso absoluto de vendas, tendo vendido mais de 100 milhões de exemplares e tendo suas obras traduzidas para mais de 50 idiomas. Nem sei dizer o porquê de nunca ter lido, só sei que foi ficando, e agora que saiu essa nova versão do livro, em comemoração ao seu lançamento no cinema, eu resolvi (por influência da Kati) arriscar meu pobre coraçãozinho e não me arrependi.

Bom, o livro conta duas histórias paralelas. Uma é a de Ira, um senhor de 91 anos de idade, que acaba de sofrer um grave acidente e encontra-se ferido dentro de seu carro. Em meio às dores das fraturas, à sede e ao iminente risco de soterramento (está nevando intensamente!), Ira começa a rever tudo o que passou em sua vida. Seu tempo de jovem quando conheceu o amor de sua vida, Ruth, seu tempo de piloto na segunda guerra e viu os horrores que essa causou às famílias, em especial ao povo da qual descendia sua família. Eles tinham um comércio, onde a loja de ternos nunca deixou de faturar; mesmo em tempos de guerra e em meio às dificuldades eles prosperaram e puderam construir uma vida onde a arte estava sempre presente.

Muitas coisas aconteceram, mas Ira e Ruth sempre conseguiram seguir juntos e isso nos traz, durante a leitura, lindos momentos de uma vida inteira juntos.

… Fiquei surpreso com o fato de Ruth e seus pais terem reagido à guerra de modo diferente de nós. Enquanto meu pai e minha mãe pareceram recuar para o passado – embora não do mesmo modo –, os pais dela abraçaram o futuro, como se aproveitando a chance na vida. Optaram por tirar o máximo proveito de seus destinos auspiciosos e nunca perderam um sentimento de gratidão pelo que tinham.

De outro lado, temos uma moça chamada Sophia, uma estudante de história da arte, que está vivendo um turbulento final de relacionamento. Vê-se perseguida constantemente pelo ex namorado que a traiu mais de uma vez e ela, agora que conseguiu se ver livre dele, não tem mais nenhum interesse no cara que parece querer perturbá-la cada vez mais. Ela mora em uma fraternidade com as outras estudantes e tem em Márcia, a sua melhor amiga, o amparo de que precisa pra focar nos estudos e honrar os esforços que sua família faz para que ela estude e more fora.

Ela saiu do carro, usando jeans desbotados rasgados nos joelhos, parecendo fresca como o próprio verão. Com olhos parecidos com os de um gato e uma estrutura óssea ligeiramente eslava, estava ainda mais bonita à luz do sol…

Então em uma noite de festa, onde todo mundo vai a uma cidade vizinha ver um rodeio e depois a uma festa em um celeiro, as amigas conseguem arrastar Sophia para se divertir um pouco. Chegando lá, ela avista Brian, o ex que ela não quer ver nem pintado. Na tentativa de poder sumir, ela vai tomar um ar, já que não pode ir embora sem as companheiras. Lá fora, na paz e no silêncio da noite, onde de longe avista as montarias e os peões, ela é surpreendida por Brian, que já bêbado, age com certa violência com ela.

Acontece que para toda boa moça há sempre um cavalheiro (ou assim deveria ser…) e ela é socorrida por Luke, o peão mais lindo que ela já viu. Ele tinha sido alvo dos olhares cobiçosos das amigas e Sophia, que até então nem tinha percebido grande coisa, ficou sem palavras ao dar de cara com aquele “cowboy” forte e maravilhosamente lindo que veio em seu socorro.

… Fora até o carro dela com aquela camisa macia de cambraia e jeans, os cachos castanhos tentando escapar do chapéu. Mal erguera os olhos azuis de cílios longos, surpreendendo-a com sua timidez, e ela sentiu uma leve agitação na barriga. Gostava dele…

A atração entre eles é bem visível, mas não é isso o que nos encanta e rouba a cena. O que mais nos impressiona é que, mesmo vindo de mundos tão diferentes e tão distintos, eles têm uma naturalidade e uma cumplicidade que fica difícil não torcer para que fiquem juntos. No começo essa proximidade entre Sofia e Luke fará com que os dois descubram mais sobre a vida um do outro, suas vitórias, suas angústias.

O livro é muito bonito, mostra-nos que na singeleza do dia a dia, na doçura de uma vida partilhada, no companheirismo e no amor, pode-se construir uma vida e até mesmo influenciar a vida de outros. Essas duas histórias entrelaçadas, em algum momento se unirão para nos mostrar que nunca uma dificuldade, por maior que seja, pode ser maior que a vontade de uma pessoa. O amor, seja ele por uma pessoa ou por uma família, deve ser a direção. Acho que quem esquece disso acaba por terminar a vida sem ter construído nada.

Adorei a capa do livro, os personagens me pareceram bem como devem ser e estou ansiosa pelo filme. Por saber dele, fica difícil ler sem pensar nas cenas e já imagino que será um filme cheio de emoções e aventuras incríveis. Fui conquistada por Ira e Ruth, Sophia e Luke. Que final incrível o desse livro, que parece nos contar muitos e muitos anos em apenas 368 páginas.

Leiam, divirtam-se a até a próxima!

Outras capas:

   

Postagem válida para o Top Comentarista Abril.


16 comentários

  1. Mais um romance do Nicholas. Mais emoções rolando ai,né? Encantada com este livro. A trama pelo que estou vendo está cheia de encanto e emoção. Não vejo a hora de poder ler este livro. Amo de montão os livros do autor. Com certeza esse vai pra minha lista.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Beth, na verdade o livro nem é tão novo assim, é uma reedição, uma nova capa comemorativa do filme. Adorei ler e vou ler mais desse autor. Beijo, obrigada pela confiança ;)

      Excluir
  2. Gosto muito dos livros de Nicholas Sparks, ele é ótimo, estou super ansiosa pra ler e depois conferi o filme.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Milena, que bom que vc é fã e ainda não leu esse... Espero que goste tanto quando eu. Beijo e obrigada pelo comentário ;)

      Excluir
  3. Oi Katielle,

    Procure dar mais chances a Nicholas Sparks. Seus livros são super empolgantes e muito envolventes! Não li ainda Uma Longa Jornada, mas é um daqueles que assim que eu tiver oportunidade, irei adquiri-lo!

    Beijos,
    Lucas
    ondeviveafantasia.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lucas, na verdade a Katielle é mega fã desse autor e me fez começar e eu gostei muito. Que bom que vc também gosta, na verdade todo mundo gosta, hehehe... Agora eu também! Obrigada pelo comentário, beijo Lu

      Excluir
  4. Eu tambem nao li nada do Sparks ainda mas imagino que ele seja mesmo um bom autor porque tem uma legiao de fãs. Gostei das duas historias distintas, e o casal é bem diferente, agora a capa achei essa primeira com as botas a mais bonita.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rafaela, faça como eu e arrisque-se com esse best seller... Se vc ler e gostar, me avise do que achou, beijo e obrigada pelo comentário ;)

      Excluir
  5. Lu!
    Sou bem fã dos enredos do Nicholas porque escreve algo bem próximos a nossa realidade e nos identificamos totalmente com tudo, principalmente com as personagens.
    Não li ainda uma Longa Jornada, espero repara esse erro em breve, porque o filme vem aí e quero assisti-lo.
    Fico feliz que tenha gostado da leitura.
    Semaninha abençoada!
    “A melhor maneira de ser feliz é contribuir para a felicidade dos outros.”(Confúcio)
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rudy, obrigada pelo carinho de sempre. Fico feliz que tenha gostado da resenha e se interessado pelo livro. Beijo, ótima semana ;)

      Excluir
  6. Olá,Luciana!
    O último livro que li do Nicholas foi A Última Música, e chorei litros, assisti aos filmes baseados nos livros dele - Diário de uma Paixão, Um Amor para Recordar e Um Homem de Sorte -, e claro, me emocionei com todos eles, deu pra perceber que eu sou um pouco emotiva, né?! Rsrsrs. Mas acredito que isso ocorra com todos os fãs do Nicholas, os livros dele nos emocionam, nos encantam, assim como acontece com Uma Longa Jornada.
    Luke é um daqueles cavaleiros de armadora brilhante, e concordo com você, toda mulher deveria ter um igualzinho!
    Também estou ansiosa pra assistir ao filme!
    Bjos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Any, que bom saber que vc é uma fã... eu demorei um pouco, né? Mas tudo bem, a partir de agora preciso correr para colocar as coisas em dia. Beijo e obrigada pelo comentário ;)

      Excluir
  7. Oi Lú...
    Eu adoro o autor, e gostei de saber que você não se decepcionou. Nicholas causa alguns sentimentos controversos em nós..rs
    Eu tenho muita vontade de ler este livro ainda. Faz tempo que não leio nada dele e diante dos elogios me bateu mais curiosidade ainda.
    Adorei as outras versões das capas.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Letícia, fiquei muito feliz com seu comentário. Que bom que se interessou! Eu adorei o livro, espero ler mais do Sparks. Beijo e obrigada ;)

      Excluir
  8. os livros do tio Nicho sao maravilhosos né ? aah eu amoo , e quero muito ler esse ! aah e nao acreditoo que vai virar filme , sério ? ahahaha quero leer ! nossa adoro cowboy' s ! parece ser muito bom , os livros do Nicho tem um final maravilhoso , que bom que gostou da leitura ! nao vou te matar , comecei a ler os livros dele a pouco tempo tbm !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Raquel, tem filme sim e sai logo logo, não vejo a hora de ver no cinema... Beijo e obrigada pelo comentário ;)

      Excluir