20 de maio de 2015

Na Sua Pele - Jay Crownover

Livro: Na Sua Pele (Rule)
Homens Marcados #1
Autor (a): Jay Crownover
Número de Páginas: 328
Editora: Vergara & Riba
Compre aqui.

Sinopse: Quando o tatuador Rule Archer passa, todos os olhares se voltam para ele. O cara é alto, tem o corpo todo desenhado e penetrantes olhos azuis capazes de fazer qualquer garota suspirar. Rule não segue regras. Rule não namora. Ele é do tipo que passa cada noite com uma mulher diferente... um perfeito bad boy. A estudante de medicina Shaw Landon é linda, rica e estudiosa. Ela sempre segue as regras. É o tipo de garota que namora alguém escolhido pelos pais. Mas não é isso o que ela quer. Tudo o que Shaw sempre deseja e sempre desejou é ter Rule Archer. Apesar de se conhecerem há muito tempo, o bad boy nunca havia reparado naquela menina perfeita. Quase ninguém poderia imaginar que os dois formariam um casal. Rule e Shaw são opostos perfeitos. E um relacionamento entre os dois tem tudo para ser explosivo. Na sua pele vai enlouquecer você. Uma história de amor improvável, muitas reviravoltas e cenas picantes. Esse livro marcará você como nenhum outro.

RESENHA por Katielle Borba.

Oi pessoas, tudo bem?

A resenha de hoje é do New Adult publicado pela Editora Vergara & Riba, Na Sua Pele. O livro faz parte da série Homens Marcados que já conta com seis títulos publicados lá fora. A autora é a Jay Crownover, amante de rock e tatuagens. 

Com certeza meu segundo gênero de leitura preferido é o NA, tudo que sai a respeito, eu leio. Alguns eu tive decepções, outros eu amei e outros ainda eu iniciei a leitura com o pé atrás, Na Sua Pele foi esse último caso. Minha leitura começou despretensiosa, mas conforme as páginas passavam fui ficando completamente envolvida na história de Rule e Shaw.

Shaw é a típica boa moça, de família rica, nunca faz nada que agrada seus pais e é por essa razão que ela foi acolhida na família dos Archer. Desde a adolescência ela conviveu com os três irmãos, Rule, Remy e Rome. Todo mundo sempre achou que ela era namorada do Remy, mas a verdade é que Shaw sempre amou Rule. O tempo passou e esse amor só cresceu, mas nunca foi correspondido, parece que ele nem a conhecia. Os anos passam, coisas trágicas acontecem entre eles, mas os sentimentos de Shaw nunca morreram.

Rule é o típico rebelde, desde a adolescência desafiou os pais e assim que teve oportunidade foi morar em outra cidade e trabalhar como tatuador. A única coisa que sempre permaneceu igual é a Shaw todos os domingos de manhã em seu apartamento; ela nunca desistiu de levá-lo para os Brunchs de domingo com os pais. Porém depois de umas brigas e uma noite louca, parece que Rule realmente passou a enxergar Shaw e agora ele está disposto a entrar de cabeça nessa nova situação.

Na Sua Pele é narrado em primeira pessoa e alterna capítulos entre Rule e Shaw, mais uma vez eu amei isso, pois Rule é um personagem muito complexo e seria muito difícil entendê-lo somente pelo ponto de vista de Shaw. Logo nos primeiros capítulos eu odiei esse cara de cabelos coloridos, cheios de tatuagens e muito arrogante. Até poderia odiar Shaw também, mas a coitada sofreu tanto que em alguns momentos eu senti pena; ela sofreu desde criança, afinal nasceu numa família que não se preocupa com amor, só com status.

Rule é diferente de qualquer mocinho que estamos acostumados a encontrar por aí. Para começar o corpo dele é coberto de tatuagens, tem piercings em lugares que não posso citar aqui e a mente dele é um buraco negro. Shaw é o oposto de Rule, só anda com roupas de grife e é quase moldada de acordo com os padrões dos pais, mas ela sabe que isso não é nada bom e sempre tenta ser melhor. 

Rule até poderia ser um cavalheiro disposto a ajudar a mocinha, mas ele é tão complicado que não entende os sentimentos que começam a borbulhar no seu coração assim que começa a envolver-se com Shaw. Ele não é um cavalheiro, mas é um homem com sangue nos olhos quando sua amada está em perigo e fará de tudo para protegê-la de uma pessoa horrível.

Adorei esse livro, adorei mesmo e vocês devem estar se perguntando por que não dei cinco estrelas; algumas seguidoras do Facebook já tinham falado que o livro era cheio de gírias, mas eu não imaginava que seria tanto, fiquei muito incomodada com a quantidade de vezes que Rule falava “mina”, “trampo” e “zoado”. Não sei se isso é da tradução ou coisa da autora, mas é muito repetitivo e fora isso tem outras palavras que não cabem ali. Sei que Rule é diferente, convive com pessoas que falam isso, mas foi demais. Outra coisa é que a capa poderia ser outra, achei muito romântica para a intensidade dos sentimentos de Shaw e Rule. Se não fossem esses detalhes o livro certamente seria cinco estrelas e favorito.

Além de Shaw e Rule, o livro também é permeado de outros personagens. Pessoas que estou morrendo para conhecer. Eu queria que a Editora já tivesse lançado todos os livros, pois quero conhecer todos os outros amigos de Rule.

O próximo livro será de Jet, vocalista de uma banda de Rock, e Ayden que é a melhor amiga de Shaw e gosta de música country. Durante a leitura de Na Sua Pele, já sabemos que rola alguma coisa entre eles, mas isso só serve para nos deixar mais curiosos e ansiar desesperadamente pela publicação.

Eu queria ter escrito mais, me expressado melhor para convencê-los a ler Na Sua Pele; para quem gosta de NA, esse livro é uma ótima pedida. Se você gosta de caras tatuados e complexos, pode se jogar na leitura.


- Esse lance me assusta, Rome.
- Por quê?
- Você sabe por quê. Quando você deixa uma pessoa entrar no seu coração, morre quando ela resolve sair.
- Você não se incomoda de eu não ser como as garotas que normalmente atraem você?
- Que bobagem é essa?
- Não tenho piercing nem tatuagem. Não tenho um cabelão sexy nem uso roupas que cortam a respiração de tão apertadas. Sou comum, entende?
(...)
- Quando olho para você, só vejo você. E você é perfeita, Shaw. Não me interessa a cor do seu cabelo, se é clarinha ou bronzeada, se ta maquiada ou acabou de acordar... A única coisa que me interessa é que, quando olho para você, você olha para mim e me enxerga como sou de verdade. Você é bonita por dentro e por fora. Se quiser tatuar toda essa sua pele branquinha linda, da cabeça aos pés, vai ser uma honra. Se não, fico com você assim, toda lisinha e cor de leite, sempre que tiver oportunidade.

Leitura Recomendada.

Homens Marcados:
01. Na Sua Pele;
02. Jet;
03. Rome;
04. Nash;
05. Rowdy;
06. Asa.

Outras capas:

   

 Postagem válida para o Top Comentarista maio.



6 comentários

  1. Eu confesso que não é meu estilo de leitura, me parece tão belo desastre sabe? A não ser que a autora insira alguma evento novo, mas as vezes é complicado de isso acontecer. Até leria, mas não agora, pois há uma pilha na frente kkkkkk
    Eu também não curto muitas gírias o tempo todo, realmente cansa o leitor
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Oi, Katielle!
    Confesso que a sinopse não me empolgou, nem os protagonistas...
    Sendo Rule um personagem tão complexo foi bom a autora intercalar a narrativa entre ele e a protagonista, pois personagens assim é difícil de entender.
    Também me incomodam o excesso de gírias nas histórias...
    Ps: Gostei mais das outras três primeiras capas.
    Bjos!

    ResponderExcluir
  3. Oi Katielle, nao gosto de livros com muitas girias, ainda mais as que voce citou ja me deu um desanimo. Acho que deve ter um equilibrio entre a pobreza de algumas girias e o excesso da linguagem formal.
    Gostei que o Rule foge um pouco daquele mocinho super gente boa, agora a mocinha sofrida e barbie nao me chamou muito atençao. A capa é mais ou menos, podia ser a com o modelo tatuado mais a ver com os personagens.

    ResponderExcluir
  4. Katielle, eu pensei que o livro era mais romântico por causa da capa, mas agora vejo que não.
    Fiquei interessada por Rule não ser um mocinho tradicional.
    Entrou para a lista de desejados e espero que lancem logo os outros.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  5. gosto de livros que narram a historia em primeira pessoa, e apesar de nao ser meu tipo de livro favorito vou arriscar a ler e ve se gosto.

    ResponderExcluir
  6. Acho esses caras meio complexos o que dão um charme nesse tipo de leitura. Eu gosto, mais a história tem que ser bem amarrada. Pelo que pude sentir, a autora soube fazer isso. E me interessei. Vou procurar saber mais sobre o mesmo.

    Beijos

    ResponderExcluir