25 de janeiro de 2016

A Protegida - Lisa Kleypas

Livro: A Protegida (Sugar Daddy)
The Travis Family #1
Autor (a): Lisa Kleypas
Número de Páginas: 288
Editora: Gutenberg
Compre aqui.
 

Sinopse: Uma escolha pode conduzi-la à felicidade... Ou partir irremediavelmente seu coração.
Liberty Jones é uma garota determinada, mas em sua vida pobre e difícil não há espaço para que ela consiga vislumbrar seus sonhos sendo realizados. Seu único consolo é a amizade e o amor que nutre por Hardy Cates, um jovem que possui ambições grandiosas demais para ficarem enterradas na pequena cidade de Welcome. Apesar da atração irresistível que pulsa entre os dois, tudo o que Hardy não precisa é de alguém para atrapalhar seus planos de sucesso, e ele a abandona no momento mais difícil de sua vida: quando a mãe de Liberty morre tragicamente em um acidente; deixando um bebê para ela criar. Mas a vida traz grandes surpresas e Liberty se vê sob a tutela de um magnata bilionário, que irá oferecer muito mais do que proteção à irmã e a ela, mas também revelará uma forte ligação com o passado obscuro da família de Liberty. O que Liberty não espera é ter de lidar com Gage Travis, o filho mais velho do magnata; o rapaz não aprova a presença dela em sua casa e fará de tudo para afastá-la de sua família... Gage apenas esquece de também mantê-la longe de seu coração. 
“Às vezes a vida tem um senso de humor cruel, entregando-lhe aquilo que você sempre quis no pior momento possível...”

RESENHA por Katielle Borba.

Oiee, como vão?

A resenha de hoje é de um livro lindo. A Protegida é de Lisa Kleypas e publicação da Editora Gutenberg. Este livro faz parte da série The Travis Family. Muitos (como eu) conhecem os livros históricos da Lisa, então, eu estava mais que ansiosa para conhecer seus romances contemporâneos e é claro que amei.

A Protegida foi minha primeira leitura do ano e se isso é um presságio para ótimos livros, acertei em cheio na minha escolha. Esse é daqueles livros que marcam, que a gente termina de ler, mas tem vontade de iniciar novamente. Os sentimentos saltam das páginas e a história escrita ali é daquelas que jamais esqueceremos e terá um canto permanente no nosso coração.

Liberty é a nossa protagonista e acompanhamos sua vida desde a infância. Já vi algumas resenhas falando que acharam desnecessária essa primeira parte do livro, eu não. Adorei conhecê-la ainda criança e acredito que tudo o que aconteceu durante esses anos contribui para a história.

O livro pode ser divido em dois momentos: antes e depois da morte da mãe de Liberty. Após esse acontecimento, a vida dela passa por grandes transformações e uma delas é ser protegida por um poderoso bilionário, só que além de tudo ela terá de lidar com Gage Travis, um homem que irá mudar sua vida para sempre.

A Protegida é narrado em primeira pessoa por Liberty. A narrativa é diferente do estilo que estou acostumada, ela quase se arrasta como os dias quentes vividos pela protagonista no Texas; isso, porém, não me fez gostar menos da história, ao contrário, me senti envolvida e logo que iniciei a leitura percebi que este foi o tipo ideal de narrativa, pois passamos por todos os momentos da vida de Liberty e conseguimos absorver tudo o que se passava com ela, mesmo que muitos desses momentos não fossem os mais felizes.

A protagonista passa por tantas situações durante sua vida, tanto sofrimento, tantas privações que não sei se eu suportaria como ela suportou. Em muitos momentos Liberty estava sozinha, sem a ajuda de ninguém, mas nem por isso deixou de seguir seus sonhos. Liberty amadureceu rápido, passou a ter muitas responsabilidades e nunca encontrou seu verdadeiro amor. Ela até tentou alguns relacionamentos, mas se sentia perdida e sabia que aquilo que estava vivendo não era para ela. O passado também a assombra e ela nunca conseguiu esquecer Hardy Cates, seu amor de infância.

Quando Liberty torna-se protegida do bilionário Sr. Travis a vida muda significativamente e com essa mudança surge Gage, o filho do bilionário. No início ele é um babaca com ela, mas depois de algum tempo nenhum deles consegue resistir à paixão. Porém, o passado de Liberty volta a assombrá-la e ela terá que decidir se vive no passado ou se entrega a um futuro promissor.

Bom, amei este livro. A história foi tão boa que já quero lê-lo novamente. Eu poderia tentar compará-lo com os históricos da autora, mas tal comparação não existe; o estilo da narrativa é outro, a personalidade dos personagens é outra, aquele clima leve, de bom humor e descontração também não aparece muito por aqui. Não pensem que o livro é chato ou qualquer outra coisa, pois não é. A história é envolvente, nos cativa e nos faz torcer pela Liberty, além disso, temos um clima de mistério e suspense que nos acompanha até o final. Sinceramente eu achava que o desfecho ira ser um, mas eu estava enganada e isso me fez amar ainda mais esta leitura.

Nem tenho palavras para expressar minha felicidade, só agradecimentos a Gutenberg, pois além dos históricos, nos presenteia com mais essa  série linda.

A Protegida faz parte de uma série de quatro livros e como a Editora é bastante ágil nos lançamentos, acredito que não tenhamos que esperar muito pelo próximo. Estou morrendo de ansiedade e curiosidade para conhecer um pouco mais dos próximos Travis.

Às vezes a vida tem um senso de humor cruel, entregando-lhe aquilo que você sempre quis no pior momento possível...
“O que você está pensando?”, ele pergunta.
(...)
“Estou pensando em como sou grata por tudo”, eu digo, “até pelas coisas ruins. Pelas noites sem dormir, pelos segundos de solidão, por todas as vezes que o carro quebrou, cada pedaço de chiclete no sapato, cada conta atrasada e cada bilhete de loteria não premiado, todos os machucados, pratos quebrados e torradas queimadas.
“Por que, meu amor?”, sua voz é suave.
“Porque tudo isso me trouxe até aqui com você.”

Leitura recomendada.

The Travis Family.
01. A Protegida;
02. Blue-Eyed Devil;
03. Smooth Talking Stranger;
04. Brown-Eyed Girl.

Outras capas:

   


Postagem válida para o Top Comentarista janeiro.



23 comentários

  1. Kat, eu até então não conhecia essa serie de Lisa Kleypas. Fiquei encantada com sua resenha e pela forma que o livro te conquistou, desde os personagens à escrita. Gosto de enredos assim, que mostra muito mais do que imaginávamos ser, especialmente quando são romances históricos.
    A Protegida irá para a minha lista de leituras, que só aumenta.
    Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ale,
      Esse livro é incrível, acontece tantas coisas nessa história. O que eu falei na resenha não é nada. Este é daqueles que a gente precisa ter na estante.
      Beijos

      Excluir
  2. Oi!
    Estou doida para ler esse novo livro da Lisa Kleypas, só a conhecia pelos romances históricos por isso quando vi esse livro contemporâneo dela me surpreendi e adorei a historia principalmente a Liberty que parece uma personagem forte e que ira passar por muito nesse livro !!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Suzana,
      Você vai amar esse livro. Eu também amo os históricos dela, mas esse aqui também tem um lugar especial no meu coração.
      Beijo.

      Excluir
  3. Oi, Kati!
    Adoro romances, os meus favoritos são os de época. Amo, como você descreveu, aquele clima leve, descontraído e engraçado que os romances de época geralmente trazem. Mas também gosto de romances com um pouco de drama, tipo Como eu era antes de você (chorei horrores). Esse parece ser o típico de história da moça que sofre por um passado ruim e depois seu "príncipe encantado" aparece para tirá-la desse pesadelo. Tenho a série Os Hathaways na estante para ler, mas a trilogia Legend (distopia) já estava a mais tempo esperando... Como se trata de uma série, vou aguardar o lançamento dos próximos para conhecer esse romance contemporâneo! Essa coisa de ficar curiosa sobre o que acontece no próximo livro e não tê-lo em mãos para ler logo não é pra mim, fico agoniada e se ler o primeiro e não ter os demais, acabo procurando por traduções dos originais pela net e depois que leio perco a vontade de comprar e não é nada legal ter uma série incompleta na estante kk então, vamos aguardar os lançamentos dos outros volumes e que seja logo!
    Beijinhos <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Karine,
      Nossa também chorei horrores com Como Eu Era Antes de Você, é o meu livro favorito da vida, mas depois que terminei me senti sem chão kkkkkk
      A Protegida tem bastante drama sim, mas nada comparado ao livro da Jojo. Comece a ler logo os Hathaways, você vai amar, está entre meus favoritos.
      O bom é que essa série aqui os livros são com personagens diferentes, eu disse que estava desesperada por ele pq é de um personagem que estou com muita vontade de chutar kkkkk. Acho que a Editora deve publicar logo sim.
      Beijos.

      Excluir
    2. kkkkkkkkkk' não tem como ler Como eu Era Antes de Você e não ficar num transe por, pelo menos, alguns dias. Parece que sua vida não tem mais sentido! kk'
      Logo logo terminarei a trilogia Legend e lerei os Hathaways.
      Mas Jojo sempre será Jojo <3

      Excluir
    3. kkkkkkkkkk' não tem como ler Como eu Era Antes de Você e não ficar num transe por, pelo menos, alguns dias. Parece que sua vida não tem mais sentido! kk'
      Logo logo terminarei a trilogia Legend e lerei os Hathaways.
      Mas Jojo sempre será Jojo <3

      Excluir
  4. Eu ainda não li nada da Lisa, mas tenho muita vontade.
    Não sabia que ela escrevia além de romances de época e isso me agradou muito.
    Sua resenha é muito empolgada, não tem como não ficar interessada no livro.
    Não curti por ser um pouco arrastado... eu ás vezes dispenso detalhes, gosto que fique um pouco a critério do leitor. mas mesmo assim estou querendo ler.
    Outra coisa, pra que mais uma série? não que eu não goste, mas tenho tantas para acabar e para começar que mais uma por enquanto não cabe...
    Por isso vou adiar um pouco a leitura. Esperarei os outros serem lançados, haha.
    Achei muito show conhecermos a vida da protagonista desde a infância...
    Quero ler, mas não será por agora.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Edna,
      Nossa, você precisa começar logo, mas são tantos livro né kkkkk
      Sim, acho que tudo hoje em dia é série ou trilogia, está difícil um livro único, mas fazer o que?!
      Dê uma chance a leitura, tenho certeza que você irá gostar.
      Beijos.

      Excluir
  5. Oi Kati,

    Depois de ler os Hathaways da Lisa, me deparei com esse livro e fui surpreendida de uma maneira linda, eu amei também, como você disse não é possível comparar os estilos escritos pela autora o que só nos mostra o quanto ela é versátil e eu fiquei um pouquinho mais fã dela :)
    O livro é lindo mas confesso que apesar de estar gostando muito da primeira parte e estar me sentindo amiga da protagonista eu tava sentindo falta de alguma coisa para amar e essa "coisa", na verdade era um personagem kkkk, quando Gage apareceu eu ameeeei e ri e sai suspirando. Livro lindo, resenha linda, tudo lindo.

    ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lili,
      A Lisa é muito amor né? <3
      Eu amei tudo o que ela escreveu. Mas o Gage é amor também, no início eu fiquei com vontade de socar ele, mas depois passou... kkkkkkk
      Esse livro é maravilhoso, por isso já quero o próximo.
      Tu viu quem é o "mocinho"? Só quero ver... kkkkkkk
      Beijoo

      Excluir
    2. Vi e estou muito curiosa Kati, tanto que já andei procurando umas resenhas nas "gringas" pra ler kkkkk. Já quero :D

      Excluir
  6. Oi Katielle, gostei muito da sinopse e da sua resenha, não conhecia a escritora e nem o livro ele parece ser bem interessante daqueles livros que te prendem do começo afim, já coloquei na minha lista de leitura bjs.

    ResponderExcluir
  7. Nunca li nada da Lisa, mas ameeeei sua resenha, parece ser um livro tão fofinhos, com aqueles personagens que ao mesmo tempo de parecem com a gente, também nos ensinam demais!!!!!
    precisooooo pra ontem!!
    bjos
    Ana
    elvisgatao.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Adorei esse livro, adorei ver como a Lisa é versátil e escreve de forma tão inovadora, tão diferente dos históricos... Muito bom e muito boa a resenha, adorei. Beijo :D

    ResponderExcluir
  9. Estou doida pra ler esse livro, curto muito a escrita da Lisa Kleypas, parece ser super emocionante e cada resenha que leio dele me deixa ainda mais ansiosa em conferi essa história.

    ResponderExcluir
  10. É tão bacana quando um autor que conhecemos a escrita e o padrão de suas histórias foge de sua zona de conforto e nos surpreende com algo totalmente novo, não é mesmo?! Estou ansioso para ler A Protegida, pois adoro histórias de superação, drama, romance, suspense e mistério. Além do mais, a narração em primeira pessoa da personagem faz com que queremos ainda mais o seu bem, acompanhando sua trajetória. Enfim, um dos topos da minha lista de leitura.
    Abraços

    ResponderExcluir
  11. Kati!
    Já li também outros livros da autora que não são os históricos e gostei demais.
    Ela escreve bem de qualquer jeito e esse enredo aqui me conquistou e fiquei bem curiosa pela leitura.
    “Existe apenas um bem, o saber, e apenas um mal, a ignorância.” (Sócrates)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participe do TOP COMENTARISTA de Janeiro, são 4 livros e 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
  12. Curiosa para ler esse livro da autora, já que o único que li da Lisa Kleypas foram romances de época, gostei bastante da resenha e tenho interesse em ler.

    ResponderExcluir
  13. Oi Kati!
    Não sabia que essa autora tinha romances contemporaneos e apesar de não ter lido nada dela ainda, foi uma grata surpresa. Achei a premissa da história interessante e apesar de parecer sim ser meio lenta, accho que deve ser muito interessante conhcer a história da Liberty a fundo. Gostaria muito de ler.

    beijo

    ResponderExcluir
  14. Oi Kat; eu também li esse livro e achei ele ótimo. Os personagens são de mais principalmente a Liberty com sua força e nunca desiste de nada.

    ResponderExcluir
  15. Amei esse livro e não vejo a hora de ler o procimo dessa coleção. Os livros dessa autora são ótimos vale a pena le-los.

    ResponderExcluir