21 de janeiro de 2016

Limites da Paixão - Tatiane Radatz

Livro: Limites da Paixão
Autor (a): Tatiane Radatz
Número de Páginas: 290
Editora: Novo Século
Talentos da Literatura Brasileira
Compre aqui.

Sinopse: Para a professora Laura Carceles, fugir não foi uma alternativa. Foi um refúgio. Ela precisava desesperadamente deixar para trás seu trauma, precisava deixar para trás parte de sua vida... Ou ela inteira. Enterrou dentro de si o passado que a tornara triste, fria e um tanto amargurada. Em meio aos planos que traçara para seu recomeço, a regra era não se deixar envolver por ninguém. Para ela, destino era apenas uma desculpa das pessoas para justificar as próprias escolhas. Mas quando Laura conhece Arthur e sua filha, Lisa, a rota de sua vida toma direções opostas às de sua vontade, tirando seu recomeço dos trilhos. Laura então se depara com um conflito de sensações. Dividida entre a razão e a emoção, entre o medo e a vontade, entre ficar ou fugir, ela tem de encontrar forças para enfrentar os fantasmas do passado e o turbilhão de sentimentos que torturam sua mente e seu coração.

RESENHA por Katielle Borba.

Oi gente, tudo bem?

A resenha de hoje é nacional. Limites da Paixão e de Tatiane Radatz e publicação do selo nacional da Editora Novo Século.

Sempre que inicio um livro nacional fico apreensiva, pois não sei o que esperar da história. Gosto dessa sensação de descobrir algo novo e sempre me sinto assim com os livros nacionais da Novo Século. Cada livro é um caixa de surpresa e Limites da Paixão foi uma bem agradável.

Há seis anos Laura Carceles trocou uma agitada cidade de Santa Catarina pela pacata vida em Nova Odessa. Há seis anos ela está tentando deixar seu passado para trás, tentando levar uma vida boa e sem grandes emoções. Laura é professora infantil e tem boas amigas; ela acha que sua vida simples e parada é perfeita, até que o poderoso Arthur Raes chega à cidade.

Arthur é policial e pai da linda Lisa de seis anos. Lisa começa a estudar na escola em que Laura dá aulas e logo elas sentem um carinho imenso uma pela outra. Laura quer se manter afastada deste sentimento e quer ainda mais, manter distância do maravilhoso pai de Lisa, Arthur.

Limites da Paixão me conquistou logo nas primeiras páginas, com uma trama simples e uma narrativa envolvente fiquei apaixonada pelo amor que Arthur dedica a sua filha Lisa. Ele é um pai zeloso e sempre tenta fazer o melhor possível para vê-la feliz.

Laura é um caso a parte, confesso que fiquei com um pouco de raiva do jeito dela; explosiva, mal humorada, fechada  para as pessoas e muitas vezes tratava mal seus conhecidos por motivos bobos. Entendo que ela não gosta que deem palpites na sua vida, mas um mínimo de consideração com as pessoas que a amam seria muito bom. Conforme os capítulos avançam percebemos que esse jeito dela é um modo de autodefesa, pois ela tem medo de se entregar profundamente a qualquer tipo de relacionamento. O lugar onde Laura é mais feliz é na escola, junto de seus alunos. Ela ama lecionar e não se imagina em qualquer outro trabalho.

Quando Arthur demonstra interesse, Laura se fecha, mas ele não desiste fácil e ainda tem ajuda da linda Lisa, sua filha, que ama Laura como se fosse sua mãe. As amigas de Laura também estarão presentes para ajudá-la nos momentos mais difíceis.

A narrativa de Limites da Paixão é em primeira pessoa. Sob o ponto de vista de Laura conhecemos suas amigas e também nos apaixonamos por Arthur. O passado deles é bastante sofrido, mas juntos encontrarão uma maneira de deixá-lo para trás. A história apresentada no livro ainda abrange muitas coisas, uma delas em particular eu não gostei e não gosto, mas não contarei aqui, pois é um grande spoiler.

Bom, adorei o livro. Gostei da história que, apesar de simples, me encantou. Tudo o que eu falei não é nem um terço do que acontece e isso foi ótimo, achei que a história fosse ficar dando voltas no mesmo lugar, mas não, a autora me surpreendeu e inseriu coisas que fizeram com que eu ficasse grudada na leitura.

(...) Todo mundo precisa de alguém. Todo mundo deseja amar e ser amado.

Leitura recomendada.

Postagem válida para o Top Comentarista janeiro.


10 comentários

  1. Mais uma obra nacional que eu, infelizmente ainda não conhecia.
    Percebi que a história é bem simples, contando somente a vida de uma professora com um passado sofrido, mas que ainda é fechada para os sentimentos em especial, o amor.
    Gostei da resenha e adoraria ler Limites da Paixão por ser um romance encantador e surpreendente.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia o livro e gostei muito de saber que ele guarda várias surpresas à quem ler. A premissa é mesmo bem simples, mas acho que a história encanta o leitor, e isso eu gosto muito. Estou ansioso para viver essa experiencia!
    Abraços
    bookdan.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Oi!
    Ainda não conhecia essa historia da Tatiane Radatz, mais gostei o livro parece legal e com um enrendo cativante a Lisa parece uma fofo e parece que ira ser o cupido desse casal e também gostei do Arthur !!

    ResponderExcluir
  4. Oi, Kati!
    Não conheço muitas histórias de escritoras nacionais (nem muitas escritoras nacionais), mas me surpreendi com minhas duas últimas leituras, que foram O Reino das Vozes que não se Calam e Mundo das Vozes Silenciadas, de Carolina Munhóz. Foi uma história que me prendeu muito e superou minhas expectativas. Pensei que encontraria um livro com história singular e maçante. Mas foi totalmente inovador e diferente de tudo que eu já havia lido. Escritoras nacionais têm um dom de surpreender. Não conhecia a escritora desse livro, tampouco havia visto o próprio. Sempre é bom expandir os horizontes e esse ano estou me dedicando um pouco a leitura nacional e comecei até que bem com os dois trabalhos da Carol, certo?
    Adicionei a minha lista de desejos e espero ler em breve. Amo romances!
    Beijinhos <3

    ResponderExcluir
  5. Oi Katielle, eu não conhecia essa autora e olha que estou lendo muitos livros nacionais ultimamente gostei muito da sinopse o livro parece ser bem gosto de ler e como sempre sua resenha está ótima bjs.

    ResponderExcluir
  6. Kati!
    É o típico romance que gosto de ler, onde tem a conquista, criança, um pai zeloso e a protagonista 'ranzinza' para esconder seus próprios sentimentos.
    Fiquei encantada com o enredo e gostaria de ler.
    “Se não queres que ninguém saiba, não o faças.” (Provérbio Chinês)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participe do TOP COMENTARISTA de Janeiro, são 4 livros e 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
  7. O encanto está na simplicidade!
    Nunca tinha ouvido falar do livro mas gostei muito.
    Adoro ler romances, ainda mais nacional.

    ResponderExcluir
  8. Gostei da simplicidade da estória.
    Não sei se é revelado o porque da protagonista não aceitar conselhos e ficar receosa do romance... mas eu fiquei querendo saber.
    Eu conheço gente que não gosta que ninguém dê pitaco na sua vida e não é por motivo específico e isso é bem irritante, afinal num relacionamento é normal querermos ajudar dando nossa opinião.
    Ainda bem que a protagonista tem um motivo e espero que ela se abra para o amor e tudo o mais.
    Gostei da premissa, adorei sua resenha e fiquei interessada no livro.

    ResponderExcluir
  9. Já estava bastante interessada em ler esse livro só pela sinopse, e agora depois de ver essa resenha fiquei ainda mais curiosa em conferi essa história.

    ResponderExcluir
  10. Li em um dia! Maravilhoso!❤

    ResponderExcluir