29 de fevereiro de 2016

Marca da Destruição - Sylvia Day

Livro: Marcada da Destruição (Eve Of Destruction)
Marked Series #2
Autor (a): Sylvia Day
Número de Páginas: 336
Editora: Faro Editorial
Compre aqui.

Sinopse: Após receber a Marca e se tornar uma caçadora de demônios, Eva e Caim se apaixonam e começam a experimentar a transição do desejo insaciável para algo mais profundo. O corpo de Eva esta se adaptando a Marca, gerando uma incontrolável sede por sangue e outras tentações, que começam, a arrastá-la para uma via de luxuria sem limites.

RESENHA por Luciana Corrêa da Silva.

Oi gente, como vão?

A resenha que trago hoje é do segundo livro da série Marked, de autoria da Sylvia Day e publicação da Editora Faro Editorial. Sylvia é autora best-seller do The New York Times e das listas internacionais. Ela diz que essa série surgiu como Atenas (da mitologia Grega), totalmente armada e pronta para a batalha. Mais informações em www.sylviaday.com

Quem leu o primeiro livro sabe bem como é a Eva e que ele foi marcada para ser uma caçadora de demônios. Ela passa a experimentar coisas incríveis, pois agora tem uma marca que a protege, que a faz ter sensações diferentes e a se curar mais depressa. Essa transição exige bastante de Eva e ela começa a sentir-se muito estranha. Conforme aumentam essas sensações, aumentam também seus desafios e tudo o que ela quer agora (já que não tem como escapar…) é ser uma Marcada reconhecida e competente.

Assim, Eva vai com sua turma para um trabalho de treinamento em campo e lá, apesar de sua relutância, ela conhece algumas pessoas novas e bem legais (outras nem tanto…). Ela passa a observar mais e descobre que tem sede de saber mais e mais desse universo onde os seres celestiais vivem em constante luta contra os demônios. Assim que chegam a um forte abandonado, que será utilizado como local de treinamento, Eva sente que algo está errado e, quando eles menos esperam, estão em meio a um grande perigo. Os colegas de Eva morrem e ela não consegue fazer nada.

Eva e (Alec) Caim assumiram seu amor e seu envolvimento, só que passam a viver esse amor em meio a um furacão. Tudo fica ainda mais complicado quando Eva percebe que seu corpo está se adaptando à Marca mais rápido do que ela esperava. Ela passa a ter sensações estranhas, calores insuportáveis e uma sede de ter Caim por perto, logo agora que ele não pode estar com ela. Essa situação gera não só uma inquietação incômoda, mas a carrega para um caminho sedento por sangue, e a roda do perigo não para nunca.

Caim está impossibilitado de ficar com sua amada Eva, tudo o que ele pode fazer é deixá-la em segurança, mas seu irmão (Reed) Abel quer a mesma coisa, com a vantagem de que ele pode estar por perto e ajudá-la quando ela precisa. O triângulo amoroso está muito aflorado e a dimensão da raiva que um tem pelo outro também.

… Como era possível que ela amasse Alec e, no entanto, desejasse Reed com tanta força? Por mais que seu afeto houvesse crescido, ele precisava parar. Alec matara Reed – novamente – por tocá-la, na última vez. Eva não poderia fazê-los passar por aquilo de novo. Não era justo. Isso feria as pessoas que ela amava. Isso a tornava estranha para si mesma…

No geral eu gostei da leitura, mas devo confessar que demorei bem umas cem páginas (ou mais!) para começar a achar que valia a pena. O livro demora muito a entrar no clima, as cenas são demoradas e nada acontece até começar a ganhar o tom. É uma leitura para os persistentes, hehehe… Ah, e é importantíssimo que você leia o primeiro livro antes deste, pois este começa imediatamente de onde o primeiro parou e, se você não leu, terá grande dificuldade com os fatos e os nomes dos personagens.

Marca da Destruição tem uma edição linda. A capa remete à primeira, com suas letras brilhantes e partes emborrachadas. A revisão está muito bem-feita e a qualidade do papel é incrível, daquelas que dificilmente vemos hoje em dia. A história é bem envolvente e já me deixou inquieta pelo próximo livro, que espero que seja publicado logo.

Bom, se você gosta de histórias de amor e complicação, cheia de ação e lutas entre seres (lindos) celestiais e monstros demoníacos na forma de magos, lobisomens, elfos, bruxas… Leia e se encante pelos personagens da Sylvia.

Beijo e até a próxima!

Marked Série:
02. Marca da Destruição;
03. Marca do Caos.

Outras capas:

  

 Postagem válida para o Top Comentarista fevereiro.



26 de fevereiro de 2016

O Último dos Canalhas - Loretta Chase

Livro: O Último dos Canalhas (The Lastion Hellion)
Autor (a): Loretta Chase
Número de Páginas: 304
Editora: Arqueiro
Compre aqui.

Sinopse: O devasso Vere Mallory, duque de Ainswood, está pronto para sua próxima conquista e já escolheu o alvo: a jornalista Lydia Grenville. Só que desta vez, além de seduzir uma bela mulher, ele deseja também se vingar dela.
Ao se envolver numa discussão numa taverna, Vere foi nocauteado por Lydia e se tornou alvo de chacota de toda a sociedade. Agora ele quer dar o troco manchando a reputação da moça.
Mas Lydia não está interessada em romance, principalmente com um homem pervertido feito Mallory. Em seus artigos, ela ataca nobres insensatos como ele, a quem considera a principal causa dos problemas sociais.
Nesse duelo de vontades, Vere e Lydia se esforçam para provocar a derrota mais humilhante ao mesmo tempo que lutam contra a atração que o adversário lhe desperta. E, nessa divertida batalha de sedução e malícia, resta saber quem será o primeiro a ceder à tentação.

RESENHA por Katielle Borba.

Oi pessoal, tudo bem?

A resenha de hoje é do livro O Último dos Canalhas da autora Loretta Chase e publicação da Editora Arqueiro. Este livro aqui tem ligação com O Príncipe dos Canalhas já publicado pela Editora.

Tem muita gente que ama esse livro, mas eu tenho que discordar um pouco. Demorei mais do que o habitual para lê-lo e tive que iniciar a leitura duas vezes. Não consegui me sentir conectada com o canalha do Vere Mallory, alguém vai discordar de mim, mas prefiro o Lord Belzebu do livro anterior.

Vere já perdeu todos seus parentes próximos e por conta disso tornou-se o Duque de Ainswood. Ele bebe muito, gosta de antros de perdição e não está nem ai para sua reputação. Só que agora Vere arrumou uma nova distração, atanazar a vida de Lydia Greenville.

Lydia é uma mulher independente, jornalista corre atrás de suas reportagens onde quer que seja; ela não mede esforços para ajudar os menos afortunados e guarda um pequeno segredo. A vida dela vai muito bem, até que um dia se depara com Vere e o embate deles é tão acalorado que Lydia da um soco nele bem na frente de toda sociedade. Os fofoqueiros não deixam barato e logo Vere é motivo de fuxico por toda cidade. Isso o deixou furioso, mas também despertou uma curiosidade a respeito da indomável moça.

O último dos Canalhas é narrado em terceira pessoa e alterna entre os dois protagonistas. A narrativa é ágil, mas nem isso me prendeu muito durante a leitura.

Lydia a Vere são opostos, talvez seja por isso que se sintam tão atraídos um pelo outro. Os dois gostam de emoções e aventuras, se metem em cada enrascada durante a história que é até difícil de acreditar; não por causa do Vere, mas sim pela Lydia. Não parece que ela nasceu naquela época, pois é forte, destemida e enfrenta tudo e todos; não interessa os obstáculos que estão no seu caminho, se ela diz que ajudará alguém, não mede esforços para isso.

Vere vive com a roupa amarrotada, descabelado e bêbado, mas por trás dessa fachada despreocupada é uma pessoa maravilhosa e será Lydia que despertará o lado bondoso dele. Eles farão apostas, arrumarão inimigos, negarão o sentimento que tem um pelo outro, mas quando se acertarem não haverá pessoa que os detenha.

Os dois juntos já são uma tremenda confusão, mas ainda temos um cachorro, uma amiga que está fugida de casa e um amigo meio fraco das ideias. Para quem leu o primeiro livro, O Príncipe dos Canalhas, certamente se lembrará de Bertie; ele é presença constante na história de Vere e Lydia. Ainda temos o Lord Belzebu, esse sim tem o meu amor, ainda bem que a autora não esqueceu de trazê-lo para história.

Se você gosta de romance histórico/época este livro é leitura obrigatória. Até me sinto um pouco mal de dizer que a história não me conquistou, pois praticamente todos os comentários que li são positivos. O livro não é ruim, ao contrário, é ótimo, mas não deu aquela balançada no meu coração. Para quem gosta de ação, emoção, aventura, amor e humor O Último dos Canalhas é uma ótima pedida.

Uma coisa que adorei é a Arqueiro ter investido numa capa com mocinhos de época, o modelo é lindo e espero que publiquem mais livros assim. <3

- Você é má.
- É exatamente o que você merece.
- É um truque muito sujo.
Ela fez uma expressão de inocência.
- O quê?
- Não sei exatamente o que é. Mas sei que você enganou todo mundo, porque eu a conheço. Ninguém enxerga o demônio que você é. Eu enxergo.
- Acho que é preciso ser um para reconhecer o outro.

Leitura recomendada.

Livros:
O Príncipe dos Canalhas;
O Último dos Canalhas.

Outras capas:

   

 Postagem válida para o Top Comentarista fevereiro.


25 de fevereiro de 2016

O Rouxinol - Kristin Hannah

Livro: O Rouxinol (The Nightingale)
Autor (a): Kristin Hannah
Número de Páginas: 432
Editora: Arqueiro
Compre aqui.

Sinopse: França, 1939: No pequeno vilarejo de Carriveau, Vianne Mauriac se despede do marido, que ruma para o fronte. Ela não acredita que os nazistas invadirão o país, mas logo chegam hordas de soldados em marcha, caravanas de caminhões e tanques, aviões que escurecem os céus e despejam bombas sobre inocentes.
Quando o país é tomado, um oficial das tropas de Hitler requisita a casa de Vianne, e ela e a filha são forçadas a conviver com o inimigo ou perder tudo. De repente, todos os seus movimentos passam a ser vigiados e Vianne é obrigada a fazer escolhas impossíveis, uma após a outra, e colaborar com os invasores para manter sua família viva.
Isabelle, irmã de Vianne, é uma garota contestadora que leva a vida com o furor e a paixão típicos da juventude. Enquanto milhares de parisienses fogem dos terrores da guerra, ela se apaixona por um guerrilheiro e decide se juntar à Resistência, arriscando a vida para salvar os outros e libertar seu país.
Seguindo a trajetória dessas duas grandes mulheres e revelando um lado esquecido da História, O Rouxinol é uma narrativa sensível que celebra o espírito humano e a força das mulheres que travaram batalhas diárias longe do fronte.
Separadas pelas circunstâncias, divergentes em seus ideais e distanciadas por suas experiências, as duas irmãs têm um tortuoso destino em comum: proteger aqueles que amam em meio à devastação da guerra – e talvez pagar um preço inimaginável por seus atos de heroísmo.

RESENHA por Luciana Corrêa da Silva.

Oi gente, tudo bem?

Hoje trago O Rouxinol, primeiro livro que leio da Kristin Hannah. Ela é autora de mais de 20 livros e já vendeu mais de 12 milhões de exemplares pelo mundo. Kristin tem vários livros publicados no Brasil pela editora Novo Conceito e este belíssimo exemplar é da Editora Arqueiro.

Para nós, que vivemos no pacífico Brasil de 2016, talvez seja difícil imaginar os horrores de uma guerra (não desmereço a violência dos dias atuais…) como foi a Segunda Guerra Mundial e suas enormes atrocidades. É nesse contexto que conhecemos as irmãs Vianne e Isabelle, duas lindas francesas, que viram o pai voltar diferente da Primeira Guerra e assistiram à morte da mãe por tuberculose. Desde pequenas foram separadas ao serem deixadas para viver em um lar que não as queria.

Vianne, um pouco mais velha, logo engravidou e casou-se com Antoine, que muito lhe ama, e eles vivem felizes no interior com sua filhinha Sophie. Já Isabelle passou a viver de um lugar para outro, sempre transgredindo regras e jamais conseguindo adaptar-se. Quando Isabelle faz mais uma tentativa de viver com o pai em Paris é que vai ver a invasão alemã tomar conta de seu país. Só que ela é reacionária, intrépida e seus modos francos colocam-na em grande perigo.

Cada uma das irmãs vai viver a guerra ao seu modo. Cada uma sofrerá a seu modo, mas nenhuma delas será a mera coadjuvante. Os atos falarão por si e elas entrarão para a história com seus grandes feitos, mesmo que sem alardes. Juntas, seus esforços farão grande diferença na vida de muita gente.

Vianne não hesitou. Agora sabia que ninguém podia ficar neutro – não mais - , e por mais que temesse arriscar a vida de Sophie, de repente sentiu mais medo de deixar a filha crescer em um mundo onde as pessoas de bem não faziam nada para impedir o mal, onde uma mulher decente virava as costas para uma amiga em necessidade.

Adianto que, se você não gosta de emoções, dessas que nos fazem viver a história contada, não deve ler esse livro. Ele é por demais envolvente em sua dor e em seus desafios. Nossos olhos verão as dores da guerra sem nenhuma “lente” que nos conforte e elas nos ensinarão que jamais podemos perder a esperança e a vontade de ficar vivos – há sempre alguém que depende de nós.

E aquilo não era o fim. Era preciso lembrar sempre disso. Cada dia de vida era uma chance de salvação. Não podia desistir. Não poderia jamais desistir.

Esse livro me tocou demais, me fez refletir e perceber que eu tenho muito a agradecer. Por mais que uma vida seja poupada em uma guerra, ela jamais volta a ser a mesma.

Os desafios são grandes, a vida não é uma mera passagem e talvez não tenhamos uma segunda chance. Por isso, não desperdice nada. Essa é a grande lição, deixada por esta maravilhosa história.

Encante-se, apaixone-se…

...Para nós foi uma guerra nas sombras. Ninguém organizou desfiles para nós quando a guerra acabou, não nos deram medalhas nem nos mencionaram nos livros de história. Fizemos o que precisávamos fazer durante a guerra, e quando tudo acabou nós recolhemos os cacos para começar a vida de novo.

Beijo e até a próxima.

Outras capas:

   

 Postagem válida para o Top Comentarista fevereiro.


24 de fevereiro de 2016

Mais Uma Chance - Abbi Glines

Livro: Mais Uma Chance (One More Chance)
Rosemary Beach #8
Autor (a): Abbi Glines
Número de Páginas: 208
Editora: Arqueiro
Compre aqui.

Sinopse: Grant Carter fez tudo em seu poder para convencer Harlow Manning que ele era um bom rapaz. Mais do que uma fala mansa e alguém em quem pudesse confiar. Ele teve de superar sua reputação como um playboy, e sua história com a meia-irmã de Harlow, Nan, uma mulher que é puro veneno. Harlow tinha agarrado a chance, caindo duro e rápido nos braços do cara que emocionou com o seu desejo que tudo consome. Depois de uma vida de evitar bad boys como Grant, ela abriu-se para as possibilidades de amor ... Mas um segredo rasgou-os, e agora Grant e Harlow devem decidir se eles podem lutar o suficiente para fazê-lo funcionar - ou se a dor da traição tem destruído permanentemente o seu futuro.

RESENHA por Katielle Borba.

Oi pessoal, tudo bem?

O comentário de hoje é de uma série que eu adoro. Mais Uma Chance é de Abbi Glines e faz parte da série Rosemary Beach, a publicação é da Editora Arqueiro. Este aqui é a continuação de A Primeira Chance (resenha aqui) e tentarei não soltar nenhum spoiler.

Terminei o primeiro livro com o coração cheio de raiva. Não sei se eu tinha mais ódio dos personagens ou da autora por terminar o livro da forma como terminou. Eu estava com muito medo de iniciar este segundo livro e ficar muito decepcionada.

Harlow e Grant estão sofrendo muito depois da revelação do grande segredo. Grant não sabe como lidar com o que descobriu e acha que perdeu seu grande amor e durante dias ele faz de tudo para reconquistar a confiança de Harlow. Uma nova situação surge na vida deles e Grant terá de fazer uma importante escolha.

Bom, depois de terminar este livro afirmo com certeza absoluta que ele é meu favorito (até agora) da série. Que me desculpem Rush e Woods, mas eles não são páreo para Grant. Não sei se foi pela dramaticidade da história ou pelo que já sabíamos dele nos livros anteriores, mas ele foi uma grande surpresa, um perfeito cavalheiro. Ele é um homem que erra e acerta, só que em nenhum momento deixou de colocar Harlow em primeiro lugar, por mais que isso o fizesse sofrer.

A história que vai sendo construída durante o livro é linda e emocionante. Não tem como não ficar ficar com os olhos marejados pelo caminho de Grant e Harlow trilham.

Algo que gosto muito nos livros da Abbi é que ela nunca esquece os protagonistas dos livros anteriores; a vida de todos é entrelaçada e até aquele de quem não esperamos nada, nos surpreende. A autora trouxe novos personagens e nos fez ficar mais apaixonados pelos antigos.

O próximo livro da série será do Tripp e da Bethy. Quem já leu os livros anteriores tem uma ideia do envolvimento deles. Confesso para vocês que não estou nenhum pouco feliz com este próximo livro kkkkkkk. Não gosto da Bethy e a história terá de ser muito convincente para mudar minha opinião.

Enfim, o livro é bem curtinho e nem posso falar muito por aqui para não estragar as surpresas que ele guarda. Só digo que a história é linda e perfeita. Indico toda a série da Abbi, os livros são ótimos e a satisfação é garantida.

Antes de conhecer Grant, eu não sabia o que era estar completamente apaixonada. Via casais e sonhava acordada com o dia em que um homem iria olhar para mim com devoção e adoração. Imaginava caminhar até o altar na direção de alguém que enxergasse e amasse apenas a mim. Um homem que me amasse apesar de toda minha estranheza. Que amasse a mim e ao meu coração imperfeito. Por um momento, eu tive a certeza de que o havia encontrado...

Leitura recomendada.

Série Rosemary Beach:
7. A Primeira Chance; (Grant)
8. Mais Uma Chance; (Grant)
9. You Were Mine; (Bethy)
10. Kiro’s Emily;
11. When I’m Gone; (Mase)
12. When You’re Back. (Mase)

Outras capas:

  


Postagem válida para o Top Comentarista fevereiro.


22 de fevereiro de 2016

Lançamento - Editora Gutenberg

Oi gente, 
A Editora Gutenberg está arrasando nos lançamentos históricos/época e agora em março inicia a publicação de mais uma série. <3
A Série Castles Ever After é da autora Tessa Darejá conta com três livros publicados: Romance com o Duque, Say Yes To The Marquess e When a Scot Ties The Knot.
Estou muito feliz com a publicação; é o meu gênero favorito e a capa está maravilhosa.

Romance com o Duque - Tessa Dare.
“Izzy sempre sonhou em viver um conto de fadas. Mas, por ora, ela teria que se contentar com aquela história dramática.” 
A doce Isolde Ophelia Goodnight, filha de um escritor famoso, cresceu cercada por contos de fadas e histórias com finais felizes. Ela acreditava em destino, em sonhos e, principalmente, no amor verdadeiro. Amor como o de Cressida e Ulric, personagens principais do romance de seu pai. Romântica, ela aguardava ansiosamente pelo clímax de sua vida, quando o seu herói apareceria para salvá-la das injustiças do mundo e ela descobriria que um beijo de amor verdadeiro é capaz de curar qualquer ferida. Mas, à medida que foi crescendo e se tornando uma mulher adulta, Izzy percebeu que nenhum daqueles contos eram reais. 
Ela era um patinho feio que não se tornou um cisne, sapos não viram príncipes, e ninguém da nobreza veio resgatá-la quando ela ficou órfã de mãe e pai e viu todos os seus bens serem transferidos para outra pessoa. Até que sua história tem uma reviravolta: Izzy descobre que herdou um castelo em ruínas, provavelmente abandonado, em uma cidade distante. O que ela não imaginava é que aquele castelo já vinha com um duque.

Pré-venda:


19 de fevereiro de 2016

Novidades Literárias #9

Oi pessoal, tudo bem?
Nos últimos dias foram divulgados muitos lançamentos e pré-vendas e este post é para deixá-los por dentro de todas as novidades.

A Noite Mais Sombria - Gena Showalter. 
(melhor novidade de todas)
Muitos milênios atrás, quando os deuses habitavam o mundo, doze guerreiros gregos assassinaram Pandora e violaram a caixa que ela protegia, libertando os demônios nela confinados. Condenados pelos deuses a serem guardiões desses espíritos pela eternidade, eles precisam sair em busca da única relíquia com poder de dar fim ao seu sofrimento… Ainda que possa destruí-los

Ídolo - Katy Evans.
Pandora Stone nunca conseguiu se recuperar depois que Mackenna Jones sumiu de sua vida e destruiu seu coração. Mas encontra uma chance de se vingar do ex, hoje lendário vocalista de uma banda de rock. Haverá um grande show em Seattle. E ela tem que estar lá. Junto da amiga Melanie, pretende provocar a maior humilhação na carreira de Kenna em pleno palco. Apanhadas pelos seguranças, uma inesperada reviravolta ocorre: Pandora é convidada a participar das gravações de um filme sobre a banda, pois sua história mal-resolvida com a estrela do rock promete trazer a emoção que faltava ao longa. A garota aproveita a oportunidade para arquitetar uma nova vingança. Mas não esperava que seu ódio por Kenna pudesse vacilar. Ele ainda a fascina, a provoca, bagunça seu coração. Sua presença sempre a incendeia, traz de volta memórias maravilhosas que ela adoraria enterrar para sempre, pois machucam demais. E pior: ele sabe disso também. Mas o ídolo não revelou todos os seus segredos...

Onde Está Você - Tammara Webber.
Quando conheceu Emma Pierce no set de filmagem de seu último longa-metragem, Graham Douglas ficou imediatamente encantado, mas Emma era o objeto de desejo do superastro Reid Alexander. Graham fez o possível para não se apaixonar por ela, até que um encontro em Nova York dá a ele mais uma chance, e dessa vez ele decide arriscar. Emma sacrificou uma carreira promissora em Hollywood para levar uma vida comum. Ela acreditava já ter superado o que sentia pelos dois caras que disputavam seu coração na filmagem de seu último trabalho, até que o destino coloca Emma em uma cafeteria no meio de Manhattan com aquele de quem ela ainda sente saudade.
Brooke Cameron sobreviveu aos três meses no set de filmagem com seu belo e arrogante ex-namorado, o garoto de ouro de Hollywood. Mais velha e sábia, ela agora pôs os olhos em Graham, um grande amigo, e só há uma coisa em seu caminho: Emma, a garota que ele não consegue esquecer. Reid Alexander é capaz de resumir a própria vida em uma única palavra: tédio. Ele não tem muito o que fazer além de entrevistas, sessões de fotos e o lançamento de seu último filme. Em busca de diversão, a última coisa que ele espera é se juntar à sua ressentida ex-namorada para atingir um objetivo comum: separar Graham e Emma. O jogo começou.

Mentira Perfeita - Carina Rissi.
Júlia não tem tempo para distrações. Ela é brilhante e sempre se esforça para ser a melhor naquilo que faz; por essa razão, sua vida pessoal acabou ficando de lado. Algo que sempre preocupou sua tia Berenice. Gravemente doente, a mulher teme que Júlia acabe completamente sozinha quando ela se for. 
Júlia faria qualquer coisa — qualquer coisa mesmo! — por tia Berê e, em seu desespero para agradar a única mãe que já conheceu, inventa um noivo enquanto torce por um milagre... E então o milagre acontece: Berenice se recupera — e, assim que deixa o hospital, gasta todas as suas economias com o casamento dos sonhos para a sobrinha. Como Júlia pode contar a ela que mentiu, com a saúde da tia ainda tão frágil?
É quando Júlia conhece Marcus Cassani. Ele é irritantemente cínico, mulherengo e lindo de um jeito que a deixa desconfortável. Marcus também está enfrentando problemas, e um acordo entre eles parece ser a solução. Tudo o que Júlia sabe é que deveria se afastar de Marcus. Mas seu coração tem uma ideia muito diferente...

Os Reis do Bourbon - J R Ward.
Por gerações, a família Bradford foi coroada como magnata da capital mundial da produção de bourbon, no Estado norte-americano de Kentucky. A fortuna permanente lhes proporcionou prestígio e privilégios — bem como a divisão de classes, conseguida a duras penas, na vasta propriedade familiar, a Easterly. No topo dela, há uma dinastia que, para todos os efeitos, joga de acordo com as regras da boa sorte e do bom gosto. Na base, os empregados que trabalham sem parar para manter impecável a fachada dos Bradford. E nunca os dois lados deverão se encontrar. Para Lizzie King, a jardineira-chefe, cruzar essa fronteira quase arruinou sua vida. Apaixonar-se por Tulane, o filho pródigo da dinastia do bourbon, não foi o que pretendia, nem o que desejava, e o rompimento amargo só provou que seus instintos estavam certos. Agora, após dois anos de afastamento, Tulane finalmente retorna para casa, e traz consigo o passado. Ninguém sairá ileso: nem a bela e insensível esposa de Tulane; nem seu irmão mais velho, cuja amargura e rancor desconhecem limites; tampouco e especialmente o patriarca, um homem de pouca moral, ainda menos escrúpulos e muitos, muitos segredos terríveis. Enquanto as tensões familiares — profissionais e particulares — florescem, Easterly e todos os seus habitantes serão lançados nos domínios de uma transformação irrevogável, e somente os fortes sobreviverão.

Belo Sacrifício - Jamie McGuire.
Falyn Fairchild abandonou seu carro, seus estudos e até seus pais. Filha do próximo governador do Colorado, ela está de volta à sua cidade natal, falida e trabalhando como garçonete em um café. Ao fim de cada turno, ela guarda o que recebeu, esperando um dia ter o suficiente para comprar uma passagem para o único lugar onde pode encontrar redenção: Eakins, Illinois.
No instante em que Taylor Maddox entra no café, Falyn sabe que ele trará problemas. Taylor é charmoso, não cumpre promessas e é lindo mesmo coberto de fuligem, fazendo dele tudo o que Falyn acredita que um bombeiro de sucesso deve ser. Mas ela não está interessada em se tornar mais uma em sua lista — e, para um dos Maddox, uma garota desinteressada é o desafio mais atraente de todos. 
Belo sacrifício é o terceiro volume da série sobre os irmãos mais barulhentos e irresistíveis da literatura new adult. O foco agora é Taylor, um dos gêmeos, que se envolve com uma garota cheia de segredos — e, pela primeira vez, pode ser ele quem sairá machucado dessa história.

Meu Querido Meio-Irmão - Penelope Ward.
Não é normal desejarmos alguém que nos atormenta. Quando meu meio-irmão, Elec, se mudou para nossa casa, eu não estava preparada para lidar com um cara tão idiota. Odiei o fato de ele ter descontado sua raiva em mim porque não queria estar aqui. Odiei ele ter trazido garotas da escola para seu quarto. Mas o que mais odiei foi o modo indesejável que meu corpo reagia a ele. 
A princípio, pensei que tudo o que ele tinha a seu favor era o corpo musculoso e tatuado e o rosto perfeito. Mas as coisas começaram a mudar entre nós, e tudo teve um desfecho em uma noite inesquecível. No entanto, do mesmo modo que Elec entrou na minha vida, logo voltou para a Califórnia. Passaram-se anos desde a última vez que o vi. Quando a tragédia atingiu nossa família, tive que encará-lo novamente. E, diabos, o adolescente que me deixou louca se tornou o homem que destruiu o resto de sanidade que havia em mim. Senti que meu coração estava prestes a ser partido. De novo.

E aí, gostaram? 
Tirando o livro da Tammara quero ler todos os outros. Só resta saber de onde tirar dinheiro para tudo kkkkkk.
Até a próxima.


18 de fevereiro de 2016

O Coração do Leão - Mia Sheridan

Livro: O Coração do Leão (Leo)
Signos do Amor #1
Autor (a): Mia Sheridan
Número de Páginas: 208
Editora: Arqueiro
Compre aqui.

Sinopse: Cada livro da coleção Signos do Amor é inspirado nas características de um signo do Zodíaco. Esta história se baseia na mitologia de Leão e fala sobre as surpresas que a vida nos reserva.
Evie e Leo se conheceram ainda crianças, em um lar adotivo, e logo se tornaram grandes amigos. Com o tempo, a amizade se transformou em uma paixão avassaladora, e eles juraram ficar juntos para sempre.
Quando Leo foi inesperadamente adotado na adolescência e teve que se mudar para outra cidade, prometeu a Evie que entraria em contato com ela assim que chegasse lá e que voltaria para buscá-la quando ela fizesse 18 anos. Mas ele nunca mais deu notícias.
Oito anos depois, apesar das circunstâncias, Evie conseguiu dar a volta por cima. Tem um emprego, amigos e está feliz. Então, de repente, um homem chamado Jake Madsen surge em sua vida, alegando ter sido enviado por Leo para saber como ela está.
Evie não consegue evitar a atração que sente por esse homem sensual e misterioso. Mas será que ela pode confiar em um estranho? Ou será que ele está guardando um segredo sobre sua real ligação com Leo e os motivos que o levaram a sumir de sua vida anos atrás?

RESENHA por Katielle Borba.

Oi pessoal, como vão?

Hoje a resenha é do primeiro livro da Série Signos do Amor. O Coração do Leão é de Mia Sheridan e publicação da Editora Arqueiro.

O Coração do Leão conta a história de Evie e Leo. Eles se conheceram quando crianças, em um lar adotivo e eram inseparáveis, sempre protegendo um ao outro. Os anos passaram e a perspectiva de vida deles nunca mudava, até Leo ser adotado. É quase um milagre alguém adotar um adolescente, mas Leo teve essa sorte; a única coisa ruim é que ele iria embora. O combinado era que quando Evie se tornasse maior de idade eles se encontrariam novamente, mas isso nunca aconteceu.

Passaram-se oito anos e Evie está no escuro, sem saber se Leo é vivo ou morto e ela tenta mantê-lo em um lugar bem escondido, na sua cabeça e em seu coração. Sua vida vai muito bem, até que um desconhecido aparece com notícias do seu antigo amor, Leo. O que Evie não espera é sentir uma forte atração por esse misterioso homem chamado Jake.

O Coração do Leão é narrado em primeira pessoa por Evie. Os capítulos são alternados entre o passado e o presente e isso é bom, pois só assim podemos conhecer um pouco mais dos nossos protagonistas. A narrativa é envolvente, daquelas que nos prende e que nos deixa com muitas expectativas. O livro é bem curtinho, mas a história é tão boa que nem percebemos o tempo passar, só sentimos um vazio quando chega a última página.

Adorei Evie; ela sofreu muito quando pequena, passou por muitos lares adotivos, mas nem por isso deixou se abater. Poderia ter se envolvido com drogas, prostituição e tudo de ruim, mas não, ela trabalha em dois empregos, é esforçada, é bondosa com as pessoas  e sempre procura ajudar quem precisa. Evie leva uma vida pacata, não gosta de grandes emoções. Quando Jake surge ela se sente insegura, deslocada e sem saber como agir na presença dele.

Jake é um mistério. Ele é um amor de pessoa, mas nunca revela nada do seu passado. Em algumas situações parece um tanto esquisito, só que nem isso atrapalha o seu charme.

Evie e Jack formam um casal lindo, porém um aura de mistério os acompanha durante a história. Em vários momentos me senti no escuro, sem saber o que esperar. Às vezes eu tinha uma ideia do que estava acontecendo, mas depois não era nada daquilo que eu imaginava.

Bom, adorei a história. Minha única ressalva é que em alguns trechos parecia que eu estava tendo um déjà vu, pois senti que eu já tinha lido aquilo em outro lugar. Não sei se foi só impressão ou se isso aconteceu mesmo.

O próximo livro da série é O Leão Ferido, narrado por Leo. Nem preciso dizer o quando estou ansiosa. O lançamento é neste mês de fevereiro.

Claro que indico a leitura. Livro lindo e história ótima.

- Sabe qual é a maior qualidade de todos os leões?
- Não.
- A lealdade – responde ele sorrindo e exibindo aquele espaço entre os dentes tão fofo. – Não importa quanto tempo fiquemos longe um do outro. Não importa a distância, não importa nada, jamais amarei alguém além de você. Jamais. 
Leitura recomendada

Signos do Amor.
01. O Coração do Leão;
02. O  Leão Ferido.
03. Stinger;
05. Becoming Calder;
06. Finding Eden.

Outras capas:

  


Postagem válida para o Top Comentarista fevereiro.



17 de fevereiro de 2016

O Que Há de Estranho em Mim - Gayle Forman

Livro: O Que Há de Estranho em Mim (Sisters In Sanity)
Autor (a): Gayle Forman
Número de Páginas: 224
Editora: Arqueiro
Compre aqui.

Sinopse: Ao internar a filha numa clínica, o pai de Brit acredita que está ajudando a menina, mas a verdade é que o lugar só lhe faz mal. Aos 16 anos, ela se vê diante de um duvidoso método de terapia, que inclui xingar as outras jovens e dedurar as infrações alheias para ganhar a liberdade. 
Sem saber em quem confiar e determinada a não cooperar com os conselheiros, Brit se isola. Mas não fica sozinha por muito tempo. Logo outras garotas se unem a ela na resistência àquele modo de vida hostil. V, Bebe, Martha e Cassie se tornam seu oásis em meio ao deserto de opressão. 
Juntas, as cinco amigas vão em busca de uma forma de desafiar o sistema, mostrar ao mundo que não têm nada de desajustadas e dar fim ao suplício de viver numa instituição que as enlouquece.

RESENHA por Luciana Corrêa da Silva.

Oi pessoal, como estão?

A resenha de hoje é O Que Há de Estranho em Mim, escrito por Gayle Forman e publicado pela Editora Arqueiro. Gayle é uma jornalista americana, que aos 34 anos resolveu ingressar no universo literário e com isso já conseguiu vender mais de 9 milhões de livros pelo mundo todo.

Sempre que leio os livros dessa autora, me pego a pensar no que me leva a querer sempre ler seus livros, até agora já li todos os que foram publicados no Brasil. Acredito que depois desse último livro eu entenda que seja o modo como ela escreve. Gayle tem um jeito rápido e delicioso de nos apresentar, por muitas vezes, sentimentos conflitantes e dores reais de uma forma bonita e singela. Mas o que supera tudo, na minha opinião, é a imprevisibilidade.

Neste livro temos a Brit e ela é fantástica. Uma garota incrivelmente enigmática nos apresenta o seu mundo, por vezes doloroso, pela perda da mãe e pelo convívio forçado com uma madrasta “Monstra”. Seu pai, ao casar-se de novo, não é nem a sombra daquele homem que ela conheceu quando pequena, aquele que era dono de um bar e que amava as bandas que lá tocavam, que ria com facilidade e que fazia de tudo para ver a família feliz.

Conforme lemos, descobrimos mais e mais sobre a Brit, e a leitura avança correspondendo ao que vamos saber sobre a vida dela. Ela é uma garota voluntariosa, mas um amor de pessoa. Embora passe as noites se dedicando ao que mais ama, que é tocar em uma banda, Brit não bebe, não fuma e não se droga, ela só tem o cabelo colorido e algumas tatuagens. Uma pena que sua família não pense assim e use tudo isso como uma medida para interná-la em uma espécie de reformatório para meninas desajustadas.

Do dia para a noite ela se vê interna do próprio inferno e é lá que ela vai descobrir sobre si mesma e conhecer o poder que tem. Junto disso, descobrirá quem realmente vale na sua vida e o poder de uma verdadeira amizade. O lugar é horrível e tem certas maneiras de lidar com as coisas que não são nada adequadas, mas, apesar disso, ela não se dobra, não se perde e segue em frente.

Que tipo de instituição educacional ia querer que a pessoa não tivesse amigos nem se divertisse pelo menos um pouco? Que tipo de lugar ia querer que a pessoa ficasse sozinha e triste, sentindo-se desprezada, só em nome da terapia?

Sem o clima sombrio das obras anteriores escritas pela Gayle, esta é mais solta. Esse livro tem uma pitada alegre, motivadora… desafiadora! Aborda temas como a sexualidade, a bulimia, a rejeição... os medos que todos temos quando não sabemos muito da vida.

O livro é uma grande reflexão sobre nossos relacionamentos, e sobre aquilo que temos como certo na vida. Sobre as grandes amizades e sobre o companheirismo e a quebra dos grandes medos…

Brit vê na falta do que mais ama, a força para correr atrás de sua liberdade e de seu grande amor e, entre as tantas linhas que deveriam ser chatas ou entediantes, viajamos pela vida de garotas divertidas e perspicazes, que não se abaixam pra qualquer desafio, por maior que seja.

O que cada uma de nós havia feito para estar ali? Cassie gostava de meninas mais do que achavam que deveria. Bebe gostava de meninos mais do que deveria. V pensava na morte mais do que deveria. E eu? Por que é que estava ali? Porque era mais parecida com a minha mãe do que deveria?...

Indico com alegria para quem adora leituras rápidas, envolventes e que, no final de tudo, nos mostre que as coisas sempre têm um jeito, se nos dispusermos a agir com maturidade e inteligência.

Curtam, divirtam-se!

Beijo e até a próxima!

Outras capas:

  

 Postagem válida para o Top Comentarista fevereiro.



16 de fevereiro de 2016

A Educação de Caroline - Jane Harvey-Berrick

Livro: A Educação de Caroline (The Education of Caroline)
A Educação de Sebastian #2
Autor (a): Jane Harvey-Berrick
Número de Páginas: 382
Editora: Novo Século
Compre aqui.

Sinopse: Dez anos depois de seu primeiro romance, rompido de modo tão dramático, Sebastian e Caroline se encontram novamente, desta vez, em circunstâncias completamente diferentes, tendo como pano de fundo a guerra no Afeganistão.
Agora uma jornalista de sucesso e correspondente de guerra, Caroline encontra o oficial da Marinha Sebastian Hunter. Ele a havia esquecido ou ainda esperava por ela? Podem antigas paixões ser revividas?

RESENHA por Katielle Borba.

Oi gente, tudo bem?

A resenha de hoje é sobre uma continuação. A Educação de Caroline é de Jane Harvey-Berrick e publicação da Editora Novo Século. Este livro é a continuação de A Educação de Sebastian e vocês podem ler a resenha aqui.

A Educação de Caroline inicia dez anos após o final do primeiro livro e tentarei não contar nenhum spoiler aqui. Caroline está com quarenta anos e tornou-se uma famosa jornalista; seus trabalhos são diferenciados pois a maioria deles retrata assuntos referentes a guerras. No momento Caroline foi enviada como correspondente para o Afeganistão e é lá que sua vida mudará completamente. Há dez anos ela não vê Sebastian e quando o destino coloca os dois frente a frente as feridas do passado retornam, a paixão e o amor também.

Amei o primeiro livro e estava mais do que ansiosa pela continuação. Antes de ler este aqui, procurei algumas resenhas e confesso que fiquei com medo, pois algumas pessoas não gostaram deste livro. Ainda bem que não me encaixo, pois amei!

Para mim o livro é divido em três partes: o reencontro, a guera e o pós guerra. Achei a primeira parte um pouco cansativa; o reencontro dos dois foi bastante tumultuado e eles tem muitas coisas para resolver. Caroline e Sebastian não conseguem deixar o passado para trás, quanto mais eles conversam menos resolvem os problemas. A maneira que eles acham de se entender é maravilhosa; passam vários dias viajando pela Itália, conhecem lugares que encheram minha cabeça de lindas imagens. A partir da segunda parte o livro se tornou frenético, pois somos inseridos em novos ambientes e a apreensão nos acompanha sempre.

O livro é narrado por Caroline é senti falta da narrativa de Sebastian, pois fiquei curiosa com o que se passava com ele em muitos momentos. Apesar de Caroline ser mais velha, ela ainda continua com um pouco de insegurança em relação a si mesmo e ao seu relacionamento. Sebastian mudou muito, de um garoto desajeitado e virgem do primeiro livro, para um fuzileiro naval garanhão neste aqui. Ele é impressionante, impõe sua presença e aprendeu todas as maneiras de satisfazer uma mulher.

Caroline até tenta resistir ao charme de Sebastian, mas é muito difícil. O sentimento que eles nutriam no passado só estava enterrado e agora que eles estão juntos voltou com força total. Os dois não são como há dez anos, a personalidade deles mudou e juntos terão que se conhecer novamente e tentar a conviver com os defeitos e qualidades um do outro.

Amei a história desses dois livros. Em um primeiro momento é um amor proibido, mas depois eles podem amar-se livremente. Existem percalços no caminho, mas juntos eles sempre tentam resolver tudo. Os livros mostram o verdadeiro significado de amar alguém, de se sacrificar por alguém, de não abandonar quem se ama quando o momento parece horrível.

Recentemente foi lançado um terceiro livro, Semper Fi, onde a história é contada sobre o ponto de vista de Sebastian. Espero que a Novo Século publique por aqui.

É claro que recomendo a leitura dos dois livros. Só tenho a agradecer a Editora pela publicação desses livros maravilhosos e torcer pela publicação do terceiro.

Meu fôlego ficou preso na garganta.
Sebastian: o motivo pelo qual meu casamento terminou; o catalisador para eu me tornar uma jornalista. O homem que eu amei mais do que qualquer outro, antes ou depois dele. O homem que não vi por dez longos anos. Meu lindo menino, meu amante, meu amigo. O homem que eu pensei que nunca mais veria.
Sebastian.

Leitura recomendada.

A Educação de Sebastian:
02. A Educação de Caroline;
03. Semper Fi.

Outra capa:


Postagem válida para o Top Comentarista fevereiro.