25 de fevereiro de 2016

O Rouxinol - Kristin Hannah

Livro: O Rouxinol (The Nightingale)
Autor (a): Kristin Hannah
Número de Páginas: 432
Editora: Arqueiro
Compre aqui.

Sinopse: França, 1939: No pequeno vilarejo de Carriveau, Vianne Mauriac se despede do marido, que ruma para o fronte. Ela não acredita que os nazistas invadirão o país, mas logo chegam hordas de soldados em marcha, caravanas de caminhões e tanques, aviões que escurecem os céus e despejam bombas sobre inocentes.
Quando o país é tomado, um oficial das tropas de Hitler requisita a casa de Vianne, e ela e a filha são forçadas a conviver com o inimigo ou perder tudo. De repente, todos os seus movimentos passam a ser vigiados e Vianne é obrigada a fazer escolhas impossíveis, uma após a outra, e colaborar com os invasores para manter sua família viva.
Isabelle, irmã de Vianne, é uma garota contestadora que leva a vida com o furor e a paixão típicos da juventude. Enquanto milhares de parisienses fogem dos terrores da guerra, ela se apaixona por um guerrilheiro e decide se juntar à Resistência, arriscando a vida para salvar os outros e libertar seu país.
Seguindo a trajetória dessas duas grandes mulheres e revelando um lado esquecido da História, O Rouxinol é uma narrativa sensível que celebra o espírito humano e a força das mulheres que travaram batalhas diárias longe do fronte.
Separadas pelas circunstâncias, divergentes em seus ideais e distanciadas por suas experiências, as duas irmãs têm um tortuoso destino em comum: proteger aqueles que amam em meio à devastação da guerra – e talvez pagar um preço inimaginável por seus atos de heroísmo.

RESENHA por Luciana Corrêa da Silva.

Oi gente, tudo bem?

Hoje trago O Rouxinol, primeiro livro que leio da Kristin Hannah. Ela é autora de mais de 20 livros e já vendeu mais de 12 milhões de exemplares pelo mundo. Kristin tem vários livros publicados no Brasil pela editora Novo Conceito e este belíssimo exemplar é da Editora Arqueiro.

Para nós, que vivemos no pacífico Brasil de 2016, talvez seja difícil imaginar os horrores de uma guerra (não desmereço a violência dos dias atuais…) como foi a Segunda Guerra Mundial e suas enormes atrocidades. É nesse contexto que conhecemos as irmãs Vianne e Isabelle, duas lindas francesas, que viram o pai voltar diferente da Primeira Guerra e assistiram à morte da mãe por tuberculose. Desde pequenas foram separadas ao serem deixadas para viver em um lar que não as queria.

Vianne, um pouco mais velha, logo engravidou e casou-se com Antoine, que muito lhe ama, e eles vivem felizes no interior com sua filhinha Sophie. Já Isabelle passou a viver de um lugar para outro, sempre transgredindo regras e jamais conseguindo adaptar-se. Quando Isabelle faz mais uma tentativa de viver com o pai em Paris é que vai ver a invasão alemã tomar conta de seu país. Só que ela é reacionária, intrépida e seus modos francos colocam-na em grande perigo.

Cada uma das irmãs vai viver a guerra ao seu modo. Cada uma sofrerá a seu modo, mas nenhuma delas será a mera coadjuvante. Os atos falarão por si e elas entrarão para a história com seus grandes feitos, mesmo que sem alardes. Juntas, seus esforços farão grande diferença na vida de muita gente.

Vianne não hesitou. Agora sabia que ninguém podia ficar neutro – não mais - , e por mais que temesse arriscar a vida de Sophie, de repente sentiu mais medo de deixar a filha crescer em um mundo onde as pessoas de bem não faziam nada para impedir o mal, onde uma mulher decente virava as costas para uma amiga em necessidade.

Adianto que, se você não gosta de emoções, dessas que nos fazem viver a história contada, não deve ler esse livro. Ele é por demais envolvente em sua dor e em seus desafios. Nossos olhos verão as dores da guerra sem nenhuma “lente” que nos conforte e elas nos ensinarão que jamais podemos perder a esperança e a vontade de ficar vivos – há sempre alguém que depende de nós.

E aquilo não era o fim. Era preciso lembrar sempre disso. Cada dia de vida era uma chance de salvação. Não podia desistir. Não poderia jamais desistir.

Esse livro me tocou demais, me fez refletir e perceber que eu tenho muito a agradecer. Por mais que uma vida seja poupada em uma guerra, ela jamais volta a ser a mesma.

Os desafios são grandes, a vida não é uma mera passagem e talvez não tenhamos uma segunda chance. Por isso, não desperdice nada. Essa é a grande lição, deixada por esta maravilhosa história.

Encante-se, apaixone-se…

...Para nós foi uma guerra nas sombras. Ninguém organizou desfiles para nós quando a guerra acabou, não nos deram medalhas nem nos mencionaram nos livros de história. Fizemos o que precisávamos fazer durante a guerra, e quando tudo acabou nós recolhemos os cacos para começar a vida de novo.

Beijo e até a próxima.

Outras capas:

   

 Postagem válida para o Top Comentarista fevereiro.


22 comentários

  1. Oi minha amiga,
    Sabia que você iria amar o livro. Apesar de eu não ter lido ainda, sei que tudo que essa mulher escreve é maravilhoso e tu precisa começar logo a coleção de livros dela publicados aqui no Brasil, não são poucos kkkkkk
    Beijoo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai minha nossa, eu tenho um aqui em casa e sei que tenho que correr atrás. Beijão, obrigada pelo comentário :D

      Excluir
  2. Luciana, lendo a tua resenha vejo que vimos a alma do Rouxinol da mesma forma. O livro me encantou, vai ser sempre um dos meus "amados". Bjssss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, minha amada mãe, a gente tem o gosto bem parecido, não? kkkk Como não adorar os livros que vc lê se foi com vc que aprendi? Obrigada pela visita, amei! Beijo :D <333

      Excluir
  3. Oi Lu!
    Olha, não duvido que o livro seja muito bom e emocionante como vc relatou na resenha, mostrando a luta das 2 mulheres, mas não costumo ter muito interesse quando o assunto é guerra, até mesmo quando se trata de filmes, então esse não foi muito do meu agrado, apesar dos seus elogios. Nada pessoal rsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Crika, confesso que é um livro bem forte, pesado... a gente tem que gostar de saber sobre as agruras da guerra e se deixar emocionar... Eu adorei seu comentário e adoro pessoas, que como vc, sabem fazer suas escolhas. Beijo, obrigada pelo comentário e até a próxima ;)

      Excluir
  4. Oi!
    Ouvi falar muito bem sobre esse livro da Kristin Hannah o que me deixou curiosa para ler, gostei do contexto historia e ainda temos essa visão de como a guerra afeta a vida dessas duas irmãs !!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Suzana, esse livro é maravilhoso, especialmente para quem gosta desse tema e de se envolver com a leitura. Beijo e obrigada pelo comentário, espero que leia e goste do livro. :)

      Excluir
  5. Olá Lu :)

    Confesso que essa sinopse não me chamou a atenção,pois não sou fã de livros com dramas sabe,e ainda mais que se passam em um cenário de guerra. Está certo que eu era fascinada pela 1° e 2° Guerra Mundial no Ens. MÉdio rs mas eu sei que iria sofrer bastante ao ler,ainda mais pelo que você disse,a autora não suaviza em nada as descrições sobre os horrores da guerra.

    Acredita que eu nunca tinha visto nenhuma publicação dessa autora?! Vou dar uma pesquisada para ver se têm algum livro romântico que condiza com meu estilo ;)

    Mas eu realmente fiquei pensando sobre esse livro,se o final dele não for triste quem sabe eu me arriscaria em ler,pois se têm uma coisa que eu não curto é final triste sabe?!


    Como eu disse,apesar de drama não ser meu estilo favorito,eu reconheço que esse livro deve ter um enredo muito bom,pois pela sua resenha o livro foi muito emocionante e profundo,coisa que só autores muito bons conseguem transmitir através de um livro.

    Hum,pensando bem,vou adicionar á minha lista de livros para sair da rotina.

    Bjos :))

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Daniele, adorei seu comentário... O livro não é um livro alegre e nem divertido, mas o final é esperançoso e motivador. Acredito que a gente tenha que seguir em frente, apesar de tudo (e com esperança!) e essa é a maior mensagem do livro. Obrigada pelo comentário, adorei, beijão <3

      Excluir
  6. Eu tenho bastante vontade de ler algum livro da autora, e esse livro dela parece ser realmente ótimo, e super tocante! Eu espero ler ele logo e já sei que vou me emocionar também hahaha

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rafaela, esse é o primeiro que eu li e agora quero ler todos, kkkk Beijo e obrigada pelo comentário e pela confiança :D

      Excluir
  7. O que posso dizer de um livro que todo mundo parece gostar mas que eu até agora não consegui sentir aquela atração pelo livro ? Sabe o enredo não me cativa e se for começar esse livro vou acabar deixando esse livro pelo meio do caminho e não gosto de fazer isso. Por isso eu dispenso a leitura,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rissia, vc está certa, a gente lê aquilo que nos traz curiosidade, se nada nele despertou sua vontade, nem comece mesmo, a gente tem sempre tanta coisa pra ler, né? Mesmo assim, agradeço seu comentário. beijo ;D

      Excluir
  8. Já estava bastante interessada em ler esse livro só pela sinopse e pela autora, agora depois de ver essa resenha fiquei ainda mais ansiosa em conferi essa história que parece mesmo ser excelente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Milena, espero que goste tanto quanto eu gostei, beijo e obrigada :D

      Excluir
  9. É a primeira resenha, que leio sobre esse livro, ja havia ouvido falar dele, mas realmente não tinha me chamado a atenção, gostei do tema, esse com certeza vai para minha lista de leitura.
    Ótima resenha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marlene, que bom que gostou da resenha e ela despertou teu interesse. Obrigada por ter lido a resenha. Beijão ;D

      Excluir
  10. Oi Lu, lendo a sinopse e a resenha o livro não me chamou a atenção, não é o tipo de gênero literário que eu costumo ler mas mesmo assim sua resenha está incrivel bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fernanda, mesmo sem querer ler o livro vc leu a resenha? MUITO OBRIGADA! Nos vemos por aqui, beijo :D

      Excluir
  11. PRECISO DESSE LIVRO! Estou muito curiosa para conhecer de vez esse enredo, me chamou muita atenção a historia me parece ser linda ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jessica, sabe aquele livro que a gente quer que todo mundo leia? kkk Pois bem, espero que vc goste tanto quanto eu gostei. Beijo, muito obrigada por ter lido e se interessado :D

      Excluir