13 de abril de 2016

Play - Kylie Scott

Livro: Play (Play)
Stage Dive #2
Autor (a): Kylie Scott
Número de Páginas: 320
Compre aqui.

Sinopse: Ele precisava de uma namorada de mentira. Ela precisava de ajuda financeira. Mas será que eles vão conseguir não misturar os sentimentos com os negócios? Mal Ericson, o baterista da mundialmente famosa banda de rock Stage Dive, precisa melhorar sua imagem, e rápido. Ter uma boa garota ao seu lado parece ser o suficiente. Mal não planejara que este artifício temporário se tornasse permanente; no entanto, ele não esperava encontrar o amor de sua vida. Anne Rollings jamais pensou que conheceria o rockstar que inundava as paredes de seu quarto na adolescência - especialmente não naquelas circunstâncias. Anne está com problemas financeiros, e dos grandes. Porém, ser paga para ser a namorada de mentira de um selvagem e festeiro baterista não poderia terminar bem, não importa se ele é muito gostoso. Será que um final feliz é possível nesse caso?

RESENHA por Katielle Borba.

Oiee, tudo bom?

A resenha de hoje é do segundo livro da Série Stage Dive. Play é Kylie Scott e publicação da Universo dos Livros.

Que saudades eu estava de ler um livro de roqueiro tatuado e gostoso... kkkkkkkk

Play conta a história de Mal Ericson, o baterista da banda. Demorei um certo tempo até entendê-lo, mas quando consegui, descobri que ele é uma ótima pessoa, de coração imenso. O problema de Mal é que ele está meio perdido na vida e para mudar essa situação, sabe que precisa de uma pessoa centrada ao seu lado e ele encontra isso em Anne.

Anne trabalha em uma livraria e, com muito pesar, digo que ela é uma coitada. Anne é aquele tipo de pessoa que gosta de ajudar todo mundo, mesmo que isso a deixe sem nada e no momento foi isso que aconteceu; ela descobriu que sua colega de apartamento foi embora e levou consigo dinheiro e móveis do imóvel. Ela está desesperada, mas nada melhor que uma festa na casa de um dos integrantes da Stage Dive para acalmar os nervos, lá ela conhece Mal.

Play é narrado em primeira pessoa por Anne. Senti muito a falta da narrativa de Mal, pois ele é um enigma difícil de decifrar. A leitura é leve, ágil e fluída. Este aqui é daqueles livros gostosos de ler, que nos encanta desde a primeira página e nos arranca muitas gargalhadas. Mal e Anne são pessoas completamente opostas, mas de um jeito maluco se completam.

Anne está com um problema, Mal também. Então por que os dois não podem namorar de mentira e ajudar um ao outro? Esta é a solução que Mal arranja e, coagida por ele, Anne entra na onda. É claro que isso nunca daria certo, os dois brigam muito e tem opiniões diferentes,  mas o que eles não podem negar é a paixão. Quando estão juntos o tempo para e parece não existir mais ninguém.

Os dois encontram o amor um no outro, mas Mal esconde um segredo de Anne. Ele fala ao telefone escondido, em alguns momentos fica muito esquisito e isso deixará ela com o pé atrás, desconfiando dele. Por outro lado, Anne terá de lidar com fãs apaixonadas e mulheres maravilhosas, isso faz com que ela se sinta muito insegura, em segundo plano; a vida dela não foi fácil e isso também implicará no romance deles.

Algo que amei neste livro é que ele não é focado somente nos protagonistas. Os outros integrantes da banda também aparecem, e muito. Todos formam uma imensa família, estão sempre dispostos a ajudar um ao outro. Outra coisa boa é que durante a narrativa já podemos ver como os próximos protagonistas vão se moldando e isso nos faz ansiar pelas próximas publicações.

Adorei muito e recomendo a leitura. Para quem gosta de NA e de roqueiros, é uma ótima pedida. O próximo livro da série será Lead e contará a história de Jimmy, o vocalista, e Lenna. Tomara que a Universo não demore para publicar aqui.

Fiquei só olhando para ele, hipnotizada. Ele era, sem dúvida, o homem mais bonito que eu já vira. As linhas elegantes do seu rosto faziam com que eu quisesse escrever poesia de má qualidade. E o som de sua voz, suas palavras, era tudo tão perfeito e tão bom. Então, minhas entranhas se apertaram, e não havia nada em que pudesse me apoiar. Eu estava tão terrivelmente vazia que chegava a doer.

Leitura recomendada.

Série Stage Dive:
01. Lick;
02. Play;
03. Lead;
04. Deep.

Outras capas:

   

 Postagem válida para o Top Comentarista abril.



12 comentários

  1. Oi Kati!
    Já li! Ganhei de aniversário em Janeiro e li logo em seguida pq tava muito ansiosa rs. O Mal é um folgado né, mas tb divertido and maravilhoso! hahaha. Eu tb curti o livro e vou acompanhar a série até o final pq os caras são muito legais. Eu tb senti falta de um POV dele até pq pra mim, os de homens são os melhores. Eu vou morrer achando que livro ideal é o que tem as 2 narrativas. Não sei qual é a dificuldade das autoras em fazer isso, né não? rsrs

    ResponderExcluir
  2. Alguém falou em roqueiro tatuado e gostoso?! Quero esse livro, kkkk.
    É uma pena o livro só ter a perspectiva da Anne. Gosto quando alterna entre os personagens, assim entendemos melhor suas atitudes e forma de pensar.
    Adoro quando mesmo sendo opostos os personagens se completam. O fato de ser uma leitura leve e fluida faz toda a diferença nesse tipo de enredo.
    Acho difícil estar no lugar da Anne e não ficar insegura. Namorar um integrante de uma banda onde tem sempre um rio de mulheres se jogando deve ser bem frustante.
    Acho legal ter a participação de todos os integrantes da banda e o foco não ser só o casal principal. Isso deixa a trama bem mais interessante.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  3. Vi esse livro em outro blog amigo e lembrei que tinha lido um quase idêntico a ele. Ele precisando de namorada e ela de dinheiro, juro que pensei que era o mesmo kkkk mas nao era não.
    Então, vou te dizer que sou apaixonada por esse estilo de leitura, esse romance hot entre os personagens, o descobrimento da paixão e depois do amor. Olha é comigo mesmo. Ainda mais que é uma serie, acho que a gente conhece mais os personagens.
    Boa noite!

    ResponderExcluir
  4. Oioi! Tudo bem?
    Desde do Lick, que eu quero ler Play.
    Acho as capas lindas demais, e a premissa ainda melhor!
    Louca para que a universo lance logo tudo da Série Stage Dive.
    Bom mesmo que a serie nao fica preso apenas no casal e outros integrantes da banda tem participação em tudo.
    Obvio que vou ler, adoroooo um NA roqueiro, uuhuuu!
    Beijos.

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
  5. Katielle,Mal e Anne parece ser um casal um tanto peculiar no início do seu relacionamento já que era de mentira ,só essa premissa,já desperta curiosidade,saber que ela fica com ele em troca de ajuda financeira aumenta ainda mais a curiosidade.Não li ainda a série,mas depois dessa resenha fiquei como já disse,curiosa com o desenrolar dessa história.Amei saber que Anne trabalha em uma livraria e que o livro nos arranca muitas gargalhadas.Fiquei curiosa com o segredo do Mal.Ansiosa para conferir esse ,o próximo,enfim toda a série.Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Eu amei a resenha.
    Gosto muito desse livro, faz algum tempo que li, é tão bom quando lembramos as partes maravilhosas dos livros quando lemos.
    O Mal é realmente muito confuso, mas quando você entende acaba se apaixonando por ele, simplesmente pelo seu jeito maravilhoso de ser.
    Foi muito bom durante a leitura ver o desenvolvimento desse sentimento, tambem servir muita falta de ler sobre o ponto de vista do Mal, acho que talvez assim teríamos entendido melhor o Mal.
    Mas mesmo assim essa é uma das melhores estórias que ja tive o prazer de ler.
    Boa Tarde.
    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Já estava bastante interessada em ler esse livro só pela sinopse, e agora depois de ver essa resenha fiquei ainda mais ansiosa em conferi essa história, curto muito NA e roqueiro.

    ResponderExcluir
  8. Já li esse livro, e achei bem legal. Não é o melhor livro da vida. Mas é muito bom.

    ResponderExcluir
  9. Oooi!
    Amo new adults mas nunca tinha visto essa série parece ser boa me lembrou um pouquinho a belo desatre que por sinal amo, adorei.
    bjs xx

    ResponderExcluir
  10. Eu fiquei meio receosa em ler essa serie depois de uns comentários não muito favoráveis em relação ao primeiro livro, mas parece que o segundo não é tão chato quanto eu achei que seria e acho que vale a pena dar uma chance a essa série e desfrutar de boas horas com esses roqueiros. E tenho que confessar que tenho uma queda por meninos de bandas kkk

    ResponderExcluir
  11. Olá!

    Não conhecia esse série, mas pela resenha já amei!
    Ainda mais por saber que os personagens são de uma banda de Rock...
    A história parece ser boa, um romance com uma pitada de comédia, fiquei curiosa! haha

    ResponderExcluir
  12. Oi, Katielle!
    Gosto de histórias onde os protagonistas tem vidas e personalidades opostas, que vivem brigando e arrancando gargalhadas dos leitores, mas a narrativa ser em primeira pessoa e contada apenas pelo ponto de vista da Anne, uma mocinha insegura, é algo pra mim bastante negativo, não sei se eu leria Play...
    Mas amei a sua resenha e que capa é essa?! Amei!!!
    Bjos!

    ResponderExcluir