29 de agosto de 2016

Meu Querido Meio-Irmão - Penelope Ward

Livro: Meu Querido Meio-Irmão 
(Stepbrother Dearest)
Livro #01
Autor (a): Penelope Ward
Número de Páginas: 264
Editora: Pandorga
Compre aqui.

Sinopse: Não é normal desejarmos alguém que nos atormenta. Quando meu meio-irmão, Elec, se mudou para nossa casa, eu não estava preparada para lidar com um cara tão idiota. Odiei o fato de ele ter descontado sua raiva em mim porque não queria estar aqui. Odiei ele ter trazido garotas da escola para seu quarto. Mas o que mais odiei foi o modo indesejável que meu corpo reagia a ele. 
A princípio, pensei que tudo o que ele tinha a seu favor era o corpo musculoso e tatuado e o rosto perfeito. Mas as coisas começaram a mudar entre nós, e tudo teve um desfecho em uma noite inesquecível. No entanto, do mesmo modo que Elec entrou na minha vida, logo voltou para a Califórnia. Passaram-se anos desde a última vez que o vi. Quando a tragédia atingiu nossa família, tive que encará-lo novamente. E, diabos, o adolescente que me deixou louca se tornou o homem que destruiu o resto de sanidade que havia em mim. Senti que meu coração estava prestes a ser partido. De novo.

RESENHA por Katielle Borba.

Oi, gente!

A resenha de hoje o do livro Meu Querido Meio-Irmão da autora Penelope Ward. A publicação é da Editora Pandorga.

A primeira coisa que chama a atenção neste livro é a capa e é o que eu sempre digo: #pormaiscapasassim. Meu Querido Meio-Irmão foi um misto de emoções; no início eu senti um ódio mortal pelo mocinho, em vários momentos pensei: que babaca! Mas sabe como é, vamos lendo, nos envolvendo e daqui a pouco já estamos suspirando, querendo um carinha daqueles em nossa vida.

O meio-irmão é o Elec, bonito, tatuado, com piercings e muito problemático. Ele acaba de mudar-se para a casa da Greta, sua meia-irmã. O relacionamento de irmãos deles é bastante turbulento, ainda mais que Elec não facilita em nada; ele é um idiota completo, arrogante e ainda por cima sai com todas as garotas do escola. É claro que isso é um modo de defesa, mas assim como Greta não sabemos o porque dele agir desse jeito. Ficamos no escuro, esperando, ansiando por algum momento que ele irá revelar o que existe no seu coração atormentado.

Nada melhora porque Greta sente atração por ele, e isso está fugindo do controle. Ela sabe que não pode envolver-se, que logo ele irá embora, mas quem pode mandar no coração? Os sentimentos se intensificam depois de certa noite, só que esse acontecimento só serviu para deixar os dois quebrados, agora depois de anos quem sabe eles consigam juntar e colar os cacos.

Fiquei encantada com este livro. Meu Querido Meio-Irmão é narrado em primeira pessoa por Greta; através dela podemos acompanhar o que sua vida tornou-se depois de conhecer Elec. O livro é muito bom, com algumas partes bem intensas e alguns acontecimentos que me surpreenderam.

Greta e Elec são pessoas opostas, diferentes; enquanto um foi criado com muito amor e carinho e outro foi negligenciado. Elec tem uma aura negra, ele odeia tudo e todos e é assim que ele quer se sentir em relação a Greta, mas não consegue; ela vence as barreiras que ele impõe e logo Elec não consegue ficar longe dela.  Depois de anos separados, precisam ficar frente a frente novamente, mas a vida mudou, eles não são mais adolescentes inconsequentes e esse reencontro será muito difícil.

O livro é dividido em duas partes; a primeira é a fase do conhecimento, Greta tentando se aproximar e Elec sendo um babaca completo. Claro que existem motivos para ele ser assim, mas não sabemos. A segunda parte é um tanto obscura, eles têm que lidar com o passado e colocar as cartas na mesa. O que me ganhou neste livro é a maneira que Elec contou para Greta sobre sua vida, essa parte acabou comigo e o que eu achei que era um livro cheio de pegação tornou-se algo lindo e intenso.

A capa dispensa qualquer comentário meu (ela realmente lembra o Elec). Encontrei alguns erros na revisão, mas nada que interfira na leitura.

Enfim, amei a leitura. Meu primeiro contato com a Penelope Ward não poderia ter sido melhor e espero amar os outros livros dela que serão publicados aqui.

— Entendi o porquê de você não dar seu coração para ninguém. Ele pertence a outra pessoa.
— Pertencia. Agora ele só está partido. Como faço para consertá-lo?
— Às vezes, não dá para consertar.

Leitura recomendada.

Livros:
01. Meu Querido Meio-Irmão;
02. Neighbor Darest.

Fonte imagem: http://goo.gl/xUTq0Y.

Outras capas:

   

 Postagem válida para o Top Comentarista agosto.


18 comentários

  1. Embora não seja meu estilo preferido, estou com vontade de ler só pelos comentários e resenhas, fiquei curiosa pra conhecer melhor a história

    ResponderExcluir
  2. O gênero abordado nesse livro eu não costumo ler, e por isso ainda não tinha dado uma chance a esse livro, porém a premissa da história me chama muito a atenção, principalmente pela forma como os personagens vão se envolvente, e pelo fato da trama ter um pouco de drama. Pretendo ler esse livro, pois acho que vou gostar bastante dessa história.

    ResponderExcluir
  3. Oi, Katiele!
    Acho que vou gostar mais da segunda fase do livro pois não simpatizei pelo Elec da primeira fase, detesto quando o mocinho é um babaca completo, sem falar que a segunda fase é quando eles se reencontro, e amo histórias de reencontro, espero que o Elec não me desaponte nessa segunda fase!
    Valeu pela dica!
    Bjos!

    ResponderExcluir
  4. Eu eu achando que era só um livro de pegação rsr. Fico feliz em saber que o livro também tem um conteúdo intenso e uma história marcante (do Elec) e espero poder lê-lo logo logo, já tá na minha lista ;)

    ResponderExcluir
  5. Oi!
    Eu estou um pouco cansada do gênero hot, mas fiquei muita envolvida com a sua resenha. Sempre que vejo um personagem que passa raiva nas mocinhas e é inconsequente, acabo me apaixonando. Acho um charme!! Já está na minha lista.
    Abraço, Visite o Leitora Encantada

    ResponderExcluir
  6. Eu não gosto do nome desse livro! Parece que os personagens são parentes, é estranho! Mas tirando isso, parece ser um livro bom, com um romance caliente haha

    ResponderExcluir
  7. Não gostei muito do livro, embora a capa tenha me chamado a atenção logo de cara. Odeio personagens desse tipo (no caso o Elec), mas como você disse que o livro é intenso e lindo, fiquei tentada a ler. Vou dar uma chance ao livro até porque nunca li nada dessa autora, beijos

    ResponderExcluir
  8. Oi Kati!!!
    Eu tb gostei muito do livro. E eu tb achei que fosse ter mais pegação rsrs, mas acabei me surpreendendo com a intensidade dele. No final das contas, o livro acabou sendo melhor do que eu esperava. E eu curti a escrita dela, quero ler os outros, vou esperar publicar aqui.

    ResponderExcluir
  9. Estou vendo tanto desse livro que acho que vou acabar lendo. Ele tem uma história bem interessante e estou achando que é do tipo de trama que leio rápido, daquelas que voam e você nem vê. Adoro um mocinho babaca, ahh eu adoro. Mas tem que ser assim, desses que tem motivo e você vai descobrindo aos poucos porque ele é desse jeito. Acho que vou gostar desse. A garota também parece ser legal e de casal os dois podem render uma boa história. Quem sabe, uma hora pego o bendito também.

    ResponderExcluir
  10. Oi Katielle!
    Essa foi uma leitura que me surpreendeu bastante. E confesso que não suportei o Elec no início, mas depois ele me ganhou totalmente. Foi um livro bem diferente do que esperava. É uma história com pessoas imperfeitas que às vezes escolhem errado. É uma história com ruptura do coração e angústia, mas também com a cura e crescimento. Este é o tipo de livro, onde, uma vez que você começar a ler, você vai querer cancelar todos os seus planos para o resto do dia para que você possa simplesmente continuar a lê-lo. Eu amei a forma como o autor incorporou ambos os lados da história. Era uma maneira muito original para mostrar o duplo POV e eu pensei que realmente funcionou bem para isso. A parte em que os personagens estão mais amadurecidos devido a passagem de tempo na estória foi a parte mais intensa e a mais linda também. Amei demais e super recomendo!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  11. Esse é um livro que eu estou a muito tempo com planos de lê-lo e acho que antes do final do ano vou ter realizado o meu desejo, eu confesso que o mais me deixa curiosa para ler esse livro o fato do mocinho estra totalmente fechado e eu quero saber o motivo disso, afinal nada que um bom segredo para ativar a nossa curiosidade. Adorei a resenha ^^

    ResponderExcluir
  12. Oi Katielle.
    Gosto bastante de livros em que a narrativa é dividida em dias ou mais partes, pois assim dá para ver uma mudança no comportamento dos personagens.
    Fiquei curiosa para saber o porquê de Elec ser "problemático". Esse mistério sobre seu passado deve deixar o leitor muito curioso rs

    ResponderExcluir
  13. Eu já li uma resenha desse livro uma única vez, a sua é a segunda que leio. Vou te falar que esse título é meio estranho, por mais que eles não sejam irmãos, o título poderia ser outro não é?
    Realmente essas capas deixam a gente babando, eu adoro esse estilo de leitura !Essa pra mim é a melhor capa de todas mostradas.
    Eu gostaria que a história também fosse contada por ele, gosto quando os dois participam.
    Mas seria sim uma leitura minha, gostei desse livro de primeira.
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Também gosto bastante da capa do livro. Não sabia que o livro era tão intenso, achei que fosse só mais do mesmo. Fiquei curiosa para conhecer os segredos de Elec. Não li nenhum livro de Penelope Ward, mas este com certeza entrou para minha lista de desejados.

    ResponderExcluir
  15. Até hoje não consigo ler a título desse livro sem pensar em incesto. Como aqui no Brasil não temos um termo específico pro filho da madrasta ou padrasto, fica meio estranho.
    Estou bem curiosa com esta obra desde que a vi pela primeira vez. Apesar de parecer ser mais um romance hot com um bad boy e uma mocinha, o clima de mistério entre o passado e o presente deles parece trazer um algo a mais pra história.

    ResponderExcluir
  16. Quero muito ler esse livro! Parece ser bem legal. Gosto de livros nesse estilo.

    ResponderExcluir
  17. Oi.
    Eu amei a resenha, li esse livro em inglês e amei, não vejo a hora de tê-lo na minha estante, os personagens são ótimos, fortes e determinados, simplesmente amei.
    Boa Noite.

    ResponderExcluir
  18. Surpreendente e me apaixonei pelo Eles e Greta,amei o ponto de vista e dele,devorei o livro em 1 noite!

    ResponderExcluir