9 de fevereiro de 2018

O Conde - Katharine Ashe

Livro: O Conde (The Earl)
Devil's Duke #2
Autor (a): Katharine Ashe 
Número de Páginas: 336
Editora: TopSeller/Portugal

Sinopse: Emily Vale é uma escritora em ascensão ao abrigo do seu pseudónimo, Lady Justiça. E a sua escrita incendiária está a deixar Colin Gray furioso. Para além de Conde de Egremoor, Colin é também Peregrino, o líder do secreto Clube do Falcão, que se dedica, entre outras atividades, a encontrar pessoas desaparecidas. As exigências constantes de Lady Justiça pelos mais pobres e as suas intromissões na política do reino, pondo em causa tanto a nobreza como o Clube, fazem com que Colin a considere sua némesis.
Está decidido a desmascará-la.
O que Colin não sabe é que por detrás de Lady Justiça está uma amiga de infância, a quem salvou a vida quando eram crianças.
Emily, por sua vez, também desconhece o papel de Colin como Peregrino.
Quando a sua irmã desaparece, Lady Justiça vê-se obrigada a recorrer ao Clube do Falcão e a Peregrino. Quando se encontram, Emily fica chocada ao descobrir a verdade, mas consegue proteger a sua própria identidade com um véu.
Conseguirá Emily proteger o seu segredo do rapaz que tanto adorava?
Será ela capaz de aceitar a ajuda do homem que ele se tornou, símbolo de tudo o que ela detesta? E, no meio de tanto conflito, poderá o amor florescer?

RESENHA por Luciana Corrêa da Silva.

Oi, tudo bem?

A resenha de hoje é de um livro daqui de Portugal, da escritora Katharine Ashe. O Conde é o segundo livro da série Devil´s Duke e foi publicado no ano passado. A autora americana é bestseller do USA Today, finalista do prêmio RITA e seus livros foram traduzidos em várias línguas.

Emily Vale é filha de um aristocrata bem liberal com a filha. Ela é uma escritora dedicada, que luta pelos direitos dos menos favorecidos em uma sociedade onde as mulheres, os trabalhadores… não têm vez. Para que ela (mulher e filha de um Lorde) possa ser ouvida, ela escreve sob o pseudónimo de Lady Justiça. Por ser simples e dar ouvidos a tudo e a todos, Emily, ou melhor, Lady Justiça sabe bem o que publica, e seus textos bombásticos ao mesmo tempo que arrebatam fãs nos recônditos mais escondidos do Reino Unido, também deixam furiosos os aristocratas, em especial Colin Gray, Conde de Egremoor.

Colin é o líder secreto de um clube, que se dedica, especialmente, a encontrar pessoas desaparecidas. O Conde usa o codinome de Peregrino, o líder do Clube do Falcão. Lady Justiça faz exigências constantes e requer a todo tempo que os poderosos olhem pelos mais pobres e ela acaba por se intrometer na política, pondo em xeque a função da nobreza e também do tal clube. Eles trocam desaforos através de cartas e um considera o outro o seu pior oponente.
Agora, o que Colin mais deseja é desmascarar Lady Justiça e mostrar a todos o impostor por trás do nome de mulher.

O que nem Emily sabe e muito menos Colin, é que quem ele mais persegue, além de não ser homem, é sua querida amiga de infância, a quem ele salvou a vida quando ela quase morreu. Emily não faz ideia de que Colin, seu amor de infância, aquele a quem ela tanto ajudou quando ele precisava, é o odioso Peregrino, que tantos desaforos faz a ela.

Seguem as farpas e as trocas de insultos até que Lady Justiça sabe do desaparecimento da irmã. Ela não vê outra saída que não seja pedir ajuda ao Clube do Falcão e ao Peregrino. Quando se encontram, Emily (usando um véu para não se identificar) fica chocada ao descobrir a identidade do Peregrino.

Grandes mistérios estão por vir, será que Emily conseguirá esconder sua missão do rapaz que um dia amou? Será ela capaz de aceitar a ajuda do homem que ele se tornou, símbolo de tudo o que ela detesta? Mas antes que tudo seja capaz de se esclarecer, eles viverão uma verdadeira aventura. Ela vai atrás da irmã, seguindo uma pista de que ela está em um castelo na Escócia; Colin também vai, mesmo um sem saber o que o outro faz, eles acabam se encontrando e vivendo momentos inacreditáveis, quando são confundidos com bandidos.

O livro me agradou muito, tem uma narrativa rápida, envolvente e cheia de apreensão e surpresas. Os personagens são bem envolventes e cheios de personalidade, nos proporcionando embates incríveis. Colin e Emily são verdadeiras feras no que diz respeito a opiniões e responsabilidades, não cedem por nada e não delegam nada a ninguém.

Embora seja o segundo livro da série que começa com O Espadachim, não é preciso ler na ordem. Este me agradou mais que o primeiro, fiquei mais envolvida e, apesar de “O Conde” ter deixado coisas importantes sem explicação, ele foi melhor escrito que o primeiro livro. Indico para quem gosta de romances de época recheados de mistério na solução de crimes e desaparecimentos, onde o foco nem sempre é o crime em si e sim o casal transforma tudo ao longo da história.

Beijinho e até a próxima ;)

Devil's Duke:
02. O Conde;
03. The Duke.

Outras capas:



7 comentários

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Gostei da trama Lu, esses personagens turrões que vivem as brigas geralmente rendem boas histórias e fiquei curiosa pra ver como a história se desenvolve. Ainda não conheço a autora mas as resenhas dos livros dela que você tem trazido pro blog tem me despertado interesse e essa capa com cara de Nova Cultura repaginada me agrada haha. Resenha Ótima Lu <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lili, olha... eles aprontam cada uma um com o outro, de matar kkk as capas são isso mesmo que vc disse kkk obrigada, amei seu comentário. Beijinho

      Excluir
  3. voce compra esses livros de portugal por ebook ou fisico?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rayane, eu compro os físicos no supermercado. Moro cá em Portugal. Se quiseres ver na cultura ou na wook... Beijinho e obrigada

      Excluir
    2. ah entendi, nossa! vou ver sim...os livros dessa autora parecem ser mto bons!

      Excluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir