5 de março de 2018

Sempre Te Encontrarei - Megan Maxwell

Livro: Sempre Te Encontrarei
(Siempre Te Encontraré)
Guerreiras Maxwell #3
Autor (a): Megan Maxwell
Número de Páginas: 480
Editora: Planetal Portugal.

Sinopse: O laird Kieran O’Hara e os seus guerreiros são atacados por um bando de malfeitores enquanto pernoitam no bosque próximo do Castelo de Caerlaveroch, mas um misterioso grupo de encapuzados, chefiados por uma mulher a quem os aldeãos chamam a Fada salvam-nos. 
Angela é a filha mais nova do laird Kubrat Ferguson. Todos pensam que é uma rapariga débil, com medo até dos cavalos. Quando Kieran a conhece, a atitude tímida da jovem, o constrangimento perante o seu cavalheirismo e galanteria chamam a sua atenção, sem saber que aquela jovem é a encapuzada que procura. 
Juntos conseguirão desmascarar o ganancioso cunhado de Angela, Cedric Steward, que arquitectou um plano terrível que poderá mudar para sempre o futuro dos habitantes do Castelo de Caerlaveroch.

RESENHA por Luciana Corrêa da Silva.

Oi gente, tudo bem?

Hoje resenho o terceiro livro da série das Guerreiras Maxwell, escrito pela diva Megan Maxwell e publicação da Planeta Portugal.

Estamos em 1325 e os tempos são de guerras, espólios e ataques, tempos de disputas por poder, terras, castelos e belas mulheres. Só que Angela não é uma moça qualquer, ela é muito mais que a filha de um nobre empobrecido, ela é fantástica em tudo o que faz. Ela é boa filha, boa irmã e amiga e nesse livro vamos conhecer mais uma poderosa guerreira.

Numa noite fria e sinistra, Laird Kieran O’Hara faz uma parada para pernoitar com seus guerreiros, o local é um bosque perto do Castelo de Caelaveroch, terras do Laird Kubrat Fergusson, pai de Angela. Malfeitores os emboscam e eles são surpreendidos por um ataque surpresa, estão absolutamente à mercê dos bandidos quando algo misterioso acontece. Um bando de encapuzados, chefiados por uma verdadeira amazona, salva suas vidas.

Esse grupo de encapuzados é liderado pela Fada, assim chamada a mulher que defende o bosque como seu e que é personagem principal das histórias contadas por todo o povo dos arredores das terras do clã Fergusson.

Assim que os guerreiros estão a salvo, procuram abrigo no castelo do pai de Angela, pois Laird Kieran quer encontrar a Fada a todo custo. Ele precisa saber quem é a mulher que acabou com sua paz, mexendo tanto com sua cabeça e com seu corpo, pois ele jamais conheceu uma mulher com tamanha força, tamanha coragem e destreza no manuseio de uma espada.

Ao chegar ao castelo, Laird Kieran se espanta com a beleza da filha mais nova do Laird, Angela, mas fica também impressionado com o quanto ela é frágil e chorona, tem medo até de chegar perto de um cavalo. Kieran a conhece, gosta muito de sua atitude tímida e educada, do seu rubor perante o cavalheirismo dele, a debilidade e ingenuidade perante seus galanteios, mas ele só pensa na Fada e em como encontrá-la.

Bom, este é somente o começo de uma história incrível, com um homem muito mau por trás de atrocidades em busca de poder. Angela tem um cunhado terrível e ganancioso chamado Cedric Steward, que arquitetou um plano terrível que poderá deitar por terra o futuro dos Fergusson e de seu castelo.

Quem leu os livros anteriores sabe que essas guerreiras da Megan não são pouca coisa, elas sabem ser teimosas e danadas, mas esse livro me deixou de queixo caído com as maldades e com a superação. Fiquei absolutamente encantada com a fortaleza que é Angela e com a doçura do Kieran, um escocês bravo e impossível, que sabe ceder e amar como nenhum outro.

Angela é uma guerreira nata, disposta a lutar por suas terras, pelo que sobrou de sua família, mas principalmente, por sua independência e por ter o direito de fazer o que bem entende de sua vida.

– Meu amor, não posso viver sem ti. Meu amor, espera por mim…
Não sabia que a pequena Angela o observava como um ratinho assustado atrás da porta entreaberta, murmurando:
– Não chores, papá. Eu serei corajosa e cuidarei de todos.
A partir desse dia, a vida dos habitantes do Castelo Caerlaverock e redondezas mudou. Nada voltou a ser igual, porque o laird nunca deixou de sofrer por amor.

Esse casal vai enfrentar seus maiores medos, seus piores pesadelos e conseguir se realizar no amor, tão sonhado e regado pelo desejo que sentem um pelo outro. As páginas quentes são inesquecíveis para as leitoras que amam romances de época e cenas imperdíveis.

Bom, esse eu nem preciso desejar que saia aí, pois logo logo as minhas amigas brasileiras poderão ler.

Beijinho e até a próxima ;)

Série Guerreiras Maxwell:
03. Sempre Te Encontrarei;
04. Una Flor Para Otra Flor.

Outras capas:




3 comentários

  1. Aaaah Lu, tomara que a editora não demore pra trazer esse por aqui também, essa resenha me deixou super curiosa pra ler mais essa história. Kieran é com certeza um de meus Crush's haha e espero não ficar chateada com ele em seu próprio livro, esse casal não é tão brigão quanto Niall e Gillian né Lu?? Espero mesmo que não e espero ter a oportunidade de ler esse livro logo logo também... Você é uma sortuda, me leva pra morar numa livraria em Portugal :D :D

    Ótima resenha ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lili, podes vir morar aqui em casa, a gente vai ler tudo kkkkk Olha, Kieran é O cara, mas tive raiva dele sim, na verdade, eu quis bater na cabeça dele até ele miar, mas tudo passa nessa vida kkkkk O livro é o melhor da série até agora, tu vais ver só. Obrigada! beijinho *ah, parece que o livro sai aí no segundo semestre ;)

      Excluir
    2. kkkkkkk daqui uns dias eu chego por ai...

      Eita que vc me deixou super feliz, achei que só ia vir lá pelo ano que vem esse livro por aqui *__*

      Excluir