14 de maio de 2018

A Verdade Sobre Amores e Duques - Laura Lee Guhrke

Livro: A Verdade Sobre Amores e Duques
(The Truth About Love and Dukes) 
Querida conselheira amorosa... #1
Autor (a): Laura Lee Guhrke
Número de Páginas: 320
Editora: Harlequin
Compre aqui.

Sinopse: Henry Cavanaugh, duque de Torquil, anseia por uma vida ordenada e previsível. A única que o ajuda com isso era a mãe... até ela se apaixonar por um artista e decidir seguir o conselho amoroso de Lady Truelove, largando tudo para seguir os desejos do coração. Agora Henry vai exigir que a mulher mexeriqueira que deu aquele conselho imprudente o ajude a impedir que o nome da sua família acabe na lama.
Irene Deverill é o que a sociedade londrina considera uma ovelha negra: dirige o jornal da família, é uma solteirona e tem orgulho disso! Mas ninguém sabe que ela possui um grande problema nas mãos: o duque de Torquil demanda que ela o ajude a resolver os problemas da sua família. Esse relacionamento forçado fará despertar nela sentimentos que nunca pensou possuir.

RESENHA por Luciana Corrêa da Silva.

Olá, como vão?

Hoje trago a resenha de um livro lindo, publicado pela Editora Harlequin, que é o primeiro de uma série chamada Querida Conselheira Amorosa.

Nossa mocinha chama-se Irene Deverill, uma intrépida sufragista que dirige o jornal da família, depois que tudo ruiu e seu pai a deixou com essa incumbência. Ela não teve muita opção, pois ou assumia o jornal, ou morria de fome. Assim, para que tivesse sucesso, Irene passou a publicar colunas de fofocas e, em especial, uma coluna de conselhos amorosos, onde Lady True Love ajuda suas leitoras indecisas.

Henry Cavanaugh é o poderoso Duque de Torquil, um homem rígido e previsível, que leva uma vida ordenada e segura. O problema é que sua mãe resolveu apaixonar-se por um artista italiano e, para que tomasse coragem, pediu a ajuda de Lady True Love. Assim, em resposta a sua carta, ela segue o conselho da colunista e resolve casar-se, largando tudo para seguir o amor que nunca teve em sua vida. Henry está furioso e, embora as publicações sejam anônimas, ele está disposto a descobrir quem é a mexeriqueira dos infernos que aconselhou sua mãe de forma tão leviana. Se ele não fizer nada, o nome de sua família ficará manchado e ninguém mais conseguira relacionamentos decentes no clã Torquil.

Quando menos espera, Irene Deverill, a solteirona feliz e convicta dá de cara com o homem mais belo de Londres. Ao adentrar em seu escritório, o Duque de Torquil tenta impor seu poder, mas isso não funciona com uma mulher que aprendeu que a vida não é só flores e festas. Ela o despreza por ser quem é, por nunca ter precisado levantar um dedo para ter tudo o que tem.

Ao lidar com uma mulher como a senhorita Deverill, qualquer homem deveria ser astuto o suficiente para garantir que a última palavra sempre fosse sua. Caso contrário, ela devoraria o pobre coitado como café da manhã.

Mas, mesmo sabendo que ela é dona de seu nariz, não poderá desprezar quando Henry vir pra cima dela com todo o seu arsenal. Ela terá de administrar um problema atrás do outro, até que esse homem impossível e teimoso esqueça que ela existe. Só que, para que isso aconteça, ela terá que se transformar em uma nova mulher e isso despertará nela sentimentos que jamais pensou ter.

Que livro lindo, que casal encantador! Que belos personagens secundários cheios de momentos maravilhosos… Um livro que começa duro, inflexível, ajusta-se a um caminho belo e que culminará num final mais lindo de todos os tempos.

Henry é maravilhoso, mas todo certinho, praticamente engessado; Irene é um vulcão de liberdade e de possibilidades, que foge aos padrões sociais da época, que luta pelo voto das mulheres, que luta para que elas consigam viver com quem amam…

Fiquei encantada com a leitura, com o enredo nobre e belíssimo, onde torcemos com todas as forças para que tudo se encaixe. A família de Henry é maravilhosa e bem presente durante a leitura, mas nem todos são queridos com nossa mocinha. Já Irene tem problemas suficientes para encher um caminhão, mas não se entrega por nada nesse mundo.

Recomendo muito a leitura, fiquei ainda mais fã dessa autora maravilhosa, ela nunca me decepciona.

Divirtam-se com a leitura, até a próxima ;)

— Um dia desses, Irene, a impertinência será o seu fim.
— Tenho certeza de que o senhor tem razão — respondeu ela, tentando parecer devidamente repreendida. — Mas, francamente, papai, duque ou não, o que aquele homem poderia fazer comigo?

Série:
01. A Verdade Sobre Amores e Duques;
02. The Trouble with True Love;
03. Governess Gone Rogue.

Outras capas:



2 comentários

  1. Oi Lu, que resenha linda e esse livro é mesmo muito bom, foi o primeiro que li dessa autora e que me surpreendeu positivamente. Eu gosto de um romance "os opostos se atraem" e eles são muito opostos o que nos rende uma trama leve e divertida. Irene é uma personagem incrível, gostei muito da trajetória dela. O livro é mesmo lindo e encantador e a resenha também <3 ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lili, querida, tô apaixonada... que livro! Obrigada pelos elogios sempre tão amáveis e inspiradores... Beijo no coração!

      Excluir