17 de maio de 2018

Até Te Conhecer - Judith McNaught

Livro: Até Te Conhecer
(Until You)
Westmoreland #3 
Autor (a): Judith McNaught
Número de Páginas: 456
Editora: Edições ASA/Portugal 

Sinopse: A sonhadora Sheridan Bromleigh, professora numa escola de elite americana, é contratada para acompanhar a jovem Miss Charise Lancaster até Inglaterra, onde esta se irá encontrar com o noivo, Lord Burleton. Mas a mimada Charise tem outros planos, e acaba por fugir com um rapaz que conhece no navio, deixando para Sheridan o embaraço de dar a notícia.
À sua espera nas docas está Stephen Westmoreland, que tem também algo para partilhar: Lord Burleton sofreu um terrível acidente. Stephen assume que a mulher que desce da embarcação é Charise Lancaster e está prestes a revelar a tragédia quando ela é atingida na cabeça… e perde os sentidos.
Três dias depois, Sheridan acorda sem qualquer memória de quem é ou de onde vem. A única pista do seu passado está no nome pelo qual todos a tratam: Miss Lancaster. Tem o belíssimo Stephen para cuidar dela e um futuro risonho pela frente. O conhecimento do passado não parece ser assim tão importante... 
Mas com tantos mal-entendidos à mistura, poderá esta história acabar bem?
Dos confins da América à Londres elegante da década de 1820, esta é uma aventura romântica de Judith McNaught que não vai querer perder…

RESENHA por Luciana Corrêa da Silva.

Oi, como vão?

A resenha de hoje é do terceiro livro da série Westmoreland, escrito por Judith McNaught e publicado cá em Portugal pela editora ASA. Da distante América à Londres elegante da década de 1820, Judith nos brinda com uma aventura romântica de tirar o fôlego.

Até Te Conhecer nos traz uma história bem envolvente e cheia de encantos. Sheridan é nossa personagem principal e é uma moça que segue seu destino. Muito diferente de todas as outras mocinhas das quais temos conhecimento, Sherry teve uma infância incrível com o pai, vagando pelos Estados Unidos, e isso fez dela uma moça livre e sonhadora. Mas chega um dia em que ela precisa viver conforme a sociedade impõe e não conforme deseja, livre e solta pelo mundo com o pai e seus melhores amigos, e então o pai a deixa aos cuidados de uma tia.

Ela é aceita pela tia e com ela aprende a ser uma professora exemplar. No entanto, sua principal pupila é a jovem Miss Charise Lancaster, que vai à Inglaterra encontrar o noivo, Lorde Burleton. Assim, Sherry embarca no navio que as levará ao Velho Mundo e, assim que ela encaminhar a moça, pretende voltar à sua vida na América. Acontece que Miss Lancaster tem outros planos que fazem com que tudo vá por água abaixo. A danada da Miss foge com um rapaz que conheceu no navio, deixando a professora com a missão de dar a fatídica notícia ao “noivo”.

Stephen Westmoreland é rico e poderoso, mas também está em má situação. Ele precisa contar à noiva que vai chegar, que algo terrível aconteceu à Lord Burleton e ele não vai poder casar-se com a noiva prometida. Então, assim que ele vê a mulher que desce do navio, assume que ela é a noiva e está prestes a dar a notícia, quando ela é atingida na cabeça e fica desmemoriada.

Três dias depois, Sheridan acorda na casa de Lord Westmoreland, Conde de Langford, sem ter ideia de quem é ou de onde vem. A única pista que tem sobre sua vida é que todos a chamam de Miss Lancaster e que agora tem um belíssimo noivo chamado Stephen para cuidar dela. Mesmo sem saber de nada sobre quem é e muito menos noção de seu passado, a bela moça sabe que a vida lhe sorriu, seu “noivo” é o homem mais belo que ela já viu, mas também é o mais solícito, educado, encantador… Saber de seu passado é algo que vai para segundo plano, diante de tanta coisa boa acontecendo em sua vida.

Poderá acabar bem uma história que começou do avesso e com tantos mal entendidos? Poderá a moça que nada sabe sobre si, conquistar o amor de um homem destinado a não amar?

A cada livro lido dessa autora, eu me apaixono ainda mais. Uma bela narrativa, com apreensão e risadas suficientes para fazer as páginas voarem diante dos meus olhos, fui arrebatada por esse casal maravilhoso, turbulento, ferido, mas capaz de tudo sem medir as consequências.

Quem amou Whitney e seu “pavoroso” marido, personagens principais do livro anterior, será brindado com eles novamente, mas numa versão ideal e não tão intensa como em Whitney, meu Amor. Adorei a participação dos personagens secundários na trama, suas intrigas, lutas e momentos divertidos. Acho que consegui esquecer o quanto sofri no livro anterior e me entregar por inteiro a essa linda história de amor, bem clichê, mas das mais belas que já li.

Espero ansiosa pelos próximos lançamentos da Judith cá em Portugal, pois amo todos os seus livros e a editora capricha muito nas capas e na revisão. Livro perfeito!

Até te conhecer, não sabia o que era a felicidade... Até te conhecer, desconhecia o amor...

Ler é diversão pura! Beijinho e até a próxima. 😉


Dinastia Westmoreland:
02. Whitney, Meu Amor;
03. Até Te Conhecer.

Outras capas:

   




2 comentários

  1. Stephen é infinitamente melhor que seu irmão haha.... Tem um tempinho que li essa história, comprei uma versão antiga no sebo pois fiquei fã da autora, e amei ver a resenha dessa versão portuguesa que está com essa capa linda <3
    Judith é uma autora que escreve muito e escreve bem, a leitura nos transporta para dentro das páginas, e sempre sou acometida por uma infinidade de emoções, gosto demais dela mais tenho que pegar uns livros bem leves pra ler depois pra não cair na temida ressaca kkkkk
    Mas o que dizer, eu amo e acho que vale super a pena ler seus livros e tô bem feliz com os livros que estão sendo lançados esse ano, quero ter essas versões na estante com certeza ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lili, os livros novos estão mesmo lindos, né? E eu me rendi a essa autora, antes mesmo de ler, tu já me falavas que ela era assim e eu só amei ainda mais... Quero logo mais um dela, kkkkk Amei também esse livro e os personagens, tô encantada. Beijinho e obrigada por caminhar comigo <3

      Excluir